Bolsonaro cancela compra da vacina chinesa porque não “dialoga com João Doria”

Presidente desautorizou general Pazuello, que havia anunciado a compra de 46 milhões de doses da Coronavac por R$ 1,9 bilhão

Jornal GGN – Por motivo político, Jair Bolsonaro desautorizou a compra de 46 milhões de doses da Coronavac, a vacina contra coronavírus desenvolvida pela chinesa Sinovac e testada no Brasil pelo Instituto Butantan. Na terça (20), o general Eduardo Pazuello, ministro da Saúde, anunciou a aquisição do imunizante a governadores em reunião feita por teleconferência.

Segundo o Poder 360, Bolsonaro escreveu a seguidores na internet: “Alerto que não compraremos vacina da China. Bem como meu governo não mantém diálogo com João Doria [governador de São Paulo] sobre covid-19.”

A Folha de S. Paulo captou mensagens em que Bolsonaro concordou com seguidores que chamaram Pazuello de traidor. “Qualquer coisa publicada, sem comprovação, vira TRAIÇÃO”, reagiu.

Na terça, Pazuello afirmou a governadores que “a vacina do Butantan será vacina do Brasil”. “O Butantan já é o grande fabricante de vacinas para o Ministério da Saúde, produz 75% das vacinas que nós compramos.” Até então, o Ministério da Saúde não havia inserido a vacina chinesa no calendário de vacinação previsto para 2021.

Pazuello, depois de pressionado por governadores, anunciou a compra por R$ 1,9 bilhão e a disponibilização de mais R$ 80 milhões para o Instituto Butantan ampliar sua capacidade de produção.

Nas redes sociais, Bolsonaro tem inflamado seguidores a desconfiar da segurança da vacina chinesa. Ele disse, nesta semana, que a China, com seus mais de 1 bilhão de habitantes, deveria testar a Coronavac em massa antes de vender a outros países.

Na segunda (19), o Instituto Butantan divulgou dados apontando que a vacina chinesa é a mais segura em testagem no Brasil em termos de efeitos colaterais.

Leia mais:

Ministério da Saúde acerta compra de 46 milhões de doses da vacina chinesa

 

3 comentários

  1. Este é o grande governante!
    Lider religioso e homem de bem foi untado (ou ungido?) nas melhores ($$$$) franquias evangélicas, mas para cuidar da saúde dos menos favorecidos (os da grana compram direto) depende da sua vontade de levar um lero com A ou B..
    Mas esperar o que de um “lider” que entrou como tenente no exercito e saiu (chutado) como tal?

  2. O presidente boboca, num governo babaca, faz a nação de abobalhada. Amigo da destruição, sem trazer alguma solução. Parceiro da discórdia, quer disseminar seu fracasso de vida com os demais, achando que sua tristeza deste modo diminuirá, já que não possui positividade nem para os entes familiares, quanto mais para o mundo. Este pobre ressentido, deslocado, dirigido, vai ter de engolir sua empáfia, diante dos militares que o aturam e o comandam. É apenas o seu delírio do dia, a trazer inquietação para o país.

  3. Temos um (des)presidente “ideolopata”, trágico para o país.
    E nada o para nem muda a crença fanática e sem causa dos seguidores desta inacreditável seita, como é comum nelas.
    Depois de me dar ao trabalho de enviar à uma seguidora que me “atormenta” com fake news e bobagens sem pé nem cabeça, uma lista de quase 40 FATOS aberrantes sobre ele (de mais de 500), a única resposta que tive (nunca contra argumentam) foi: “Eu confio nele”…
    Encerrei com o seguinte:
    “Os cerca de mil mortos por suicídio dos americanos seguidores de Jim Jones na Guiana também confiavam…
    Ela respondeu: “qual Guiana?”…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome