Covas rebate Bolsonaro: Melhor responder por comércio fechado que por homicídio

"Nossa preocupação aqui é com o artigo 121 do código penal, e não ser responsabilizado por nenhum homicídio", disse o prefeito

Jornal GGN – Durante coletiva de imprensa na tarde desta sexta (27), o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), respondeu o presidente Jair Bolsonaro, que pela manhã insinuou que os trabalhadores e empresários deveriam cobrar indenização dos governos e municípios que decretaram o fechamento dos comércios contra o coronavírus.

Bolsonaro usou um artigo da CLT para afirmar que cabe ação judicial pedindo indenização aos governantes. Covas respondeu na mesma medida: cabe responsabilização de quem diminui a gravidade da epidemia de coronavírus, inclusive por homicídio.

“Embora a gente veja muitos políticos preocupados com artigo da CLT que trata de responsabilização, a nossa preocupação aqui é com o artigo 121 do código penal, e não ser responsabilizado por nenhum homicídio”, disse o prefeito.

Leia mais: Governadores e prefeitos devem indenizar comerciantes, diz Bolsonaro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora