Flávio Bolsonaro renuncia à Mesa Diretora do Senado

Decisão está relacionada ao temor de que indicado de Davi Alcolumbre não mantenha blindagem do filho de Jair Bolsonaro no Conselho de Ética

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) deixou o cargo de terceiro-secretário da Mesa Diretora do Senado, que ocupava desde o início de seu mandato, em 2019.

Segundo o jornal Correio Braziliense, a decisão do filho do presidente Jair Bolsonaro coincide com um movimento que busca desgastar o nome do senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), o escolhido pelo atual presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

O senador chegou a apoiar a eleição de Alcolumbre, mas agora ele se opõe ao nome escolhido pelo atual presidente do Senado para ocupar o posto.

Tal decisão se deve ao temor no Planalto de que Pacheco não consiga manter a blindagem de Flávio Bolsonaro no Conselho de Ética do Senado, onde ele é alvo de um pedido de cassação, apresentado por partidos de oposição devido ao seu envolvimento em um esquema de rachadinha quando ele cumpria mandato na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) – e o caso não avançou enquanto Alcolumbre, aliado do governo, esteve na presidência do Senado.

 

Leia Também
Governo Bolsonaro tenta barrar repasse extra a municípios
Governo recomenda a aliados não marcarem presença na Câmara
O descompasso de Bolsonaro com a sociedade brasileira
Após decisão de Nunes Marques, fichas sujas devem assumir seus mandatos em prefeituras

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora