Governo recomenda a aliados não marcarem presença na Câmara

Além de passar recado a Rodrigo Maia, objetivo é evitar que seja formado quórum para votação de projetos que desagradem Planalto

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O governo de Jair Bolsonaro recomenda aos deputados da base aliada a não marcarem presença na sessão desta segunda-feira (21/12) na Câmara. Além de passar recado ao presidente da casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o objetivo é evitar a formação de quórum para a votação de projetos que o governo não concorda.

Segundo o jornal Correio Braziliense, as duas últimas sessões do ano estão programadas para hoje e amanhã (22/12) – e um dos projetos na pauta de hoje considera o repasse de R$ 2 bilhões aos estados e municípios para a compra de vacinas contra a covid-19, o que poderia retirar o protagonismo federal da vacinação ao permitir que estados e municípios comprem vacinas, agulhas e seringas.

Rodrigo Maia não só defende que o Congresso não faça recesso por conta da pandemia de coronavírus, como também defende propostas que não têm respaldo nos planos do governo federal, como o pagamento do 13º do Bolsa Família e a extensão do auxílio emergencial para 2021.

 

Leia Também
Extinção do auxílio emergencial irá impactar pelo menos 36% das famílias de baixa renda, segundo Datafolha
Após nove meses, governo Bolsonaro não tem plano de combate a Covid-19, diz TCU
A autocrítica pela metade de Gabeira sobre Bolsonaro, por Rogério Marques
Como o amigo dos Bolsonaro fez o BNDES deixar de ganhar R$ 4,7 bilhões

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

3 comentários

  1. Se tivesse trabalhado direito, se como presidente da Câmara tivesse trabalhado em favor do povo e alem de colocado em votacao projetos de interesse da população tivesse desengavetado algum dos vários pedidos de impeachment deste sádico ora no poder, nao estaria hoje refem da matilha que serve o insano.
    Agora babou seu Maia, bozo, com sua incompetência e subserviência ao idiota do trump, foi um grande colaborador nas mortes por covid e agora, já começando a ser entendido como genocida, quer limpar a barra ou minimizar a pena, então, como sempre, já procura um bucha pra botar a culpa.
    Parece que V.Sa vai entubar esta p***.
    Abraçar o capeta dá nisso..

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome