General Heleno faz ameaça velada ao STF após pedido de apreensão do celular de Bolsonaro

Em nota, general afirma que se a apreensão de celular de Bolsonaro for efetivada, haverá "consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional"

Jornal GGN – O ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, divulgou uma nota oficial na tarde desta sexta (22) que soou com uma ameaça velada ao Supremo Tribunal Federal.

A investida ocorreu após o ministro Celso de Mello encaminhar à Procuradoria-Geral da República alguns pedidos, feitos por deputados, de apreensão aos celulares de Jair e Carlos Bolsonaro.

Os pedidos ocorreram no âmbito do inquérito que apura se houve interferência na Polícia Federal em proveito da família presidencial, segundo denunciou o ex-juiz Sergio Moro ao sair do Ministério da Justiça.

Cabe à PGR analisar se pedirá ou não a apreensão dos aparelhos telefônicos, mas a mera possibilidade disso acontecer foi classificada por Heleno como “inadmissível”.

Na nota, o general escreveu que se a apreensão for efetivada, haverá “consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional.”

Ele também cravou que se trata de uma interferência indevida de outro Poder – no caso, o Judiciário – na presidência da República.

“(…) caso se efetivasse, seria uma afronta à autoridade máxima do Poder Executivo e uma interferência inadmissível de outro Poder, na privacidade do Presidente da República e na segurança institucional do País.

O recado de Heleno virou assunto nas redes sociais. A jornalista Mônica Bergamo classificou o texto como “ameaça velada”. O jornalista Kennedy Alencar avaliou como um claro discurso golpista.

“Discurso golpista e de desobediência à Justiça. É inaceitável tutela militar numa democracia. Até quando esses generais golpistas vão continuar enfraquecendo a democracia? Instituições já deveriam ter reagido a essa ameaça autoritária. Omissão resultará em maior enfraquecimento”, escreveu Alencar.

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora