Guedes usa e abusa da repetição para emplacar suas teorias

Ministro da Economia cria narrativas que, de tão faladas ao longo dos meses, acabam ajudando o governo a atingir seu objetivo

Ministro da Economia, Paulo Guedes FOTO: EDU ANDRADE/Ascom/ME (via fotospublicas.com)

Jornal GGN – Repetir o discurso até atingir o objetivo tem sido a estratégia mais usada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, para conseguir emplacar propostas defendidas pela sua equipe.

Guedes usa e abusa de metáforas para ilustrar a economia brasileira, além de lançar mão de argumentos e frases de impacto para direcionar opiniões, agradar parlamentares e suavizar as críticas recebidas por suas propostas.

Contudo, a agenda de reformas defendida pelo ministro empacou no Congresso, e a equipe de Guedes tenta retomar os debates após o aumento de gastos por conta da pandemia de covid-19 – até o momento, apenas medidas menos polêmicas foram aprovadas, como a adoção de marcos legais para atrair investimentos, enquanto propostas como o pacto federativo e as reformas tributária e administrativa não avançaram.

Mesmo assim, Guedes continua adepto da teoria da repetição para conseguir emplacar suas ideias, por acreditar que ele deve ser usado para influenciar opiniões de parlamentares e da sociedade como um todo. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

 

 

Leia Também
Economista: desmatamento e agressividade ideológica cobrarão preço alto do Brasil
Regulamentação do novo Fundeb é sancionada
A doutrina de Friedman no século XXI, por Michael Roberts

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome