Isolamento reduz taxa de transmissão do coronavírus em São Paulo, diz Instituto Butantan

A taxa de transmissão do coronavírus caiu de 6 para menos menos de 2 no estado

Jornal GGN – O Instituto Butantan, em parceria com o grupo de trabalho que respalda o estado e a cidade de São Paulo na luta contra o coronavírus, fez um levantamento indicando que as medidas de mitigação adotadas até agora têm gerado resultado.

Segundo o estudo, desde que o isolamento social foi acionado, a taxa de transmissão do coronavírus caiu de 6 para menos menos de 2 no estado.

Equivale a dizer que, antes de 16 de março, quando as medidas começaram a ser implementadas, um portador de COVID-19 conseguia contagiar mais 6 pessoas. Agora, com distanciamento social, um indivíduo transmite a doença em média para duas pessoas ou menos.

Na tarde de sexta (27), durante coletiva de imprensa, o secretário estadual de Saúde José Henrique Germann afirmou que do dia 16 a 25 de março, os casos confirmados de coronavírus em São Paulo cresceram 467%, enquanto no Brasil, a taxa foi de 939%.

São Paulo fechou parques, escolas, shoppings e serviços não essenciais. Restaurantes só ficaram autorizados a fazer delivery. Além disso, trabalha na ampliação do número de leitos de UTI e de resguardo, com a instalação de três hospitais de campanha nos estádios do Morumbi e Pacaembu, e no Complexo do Anhembi.

A quarentena se estende até o dia 7 de abril.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador