Marcelo Odebrecht recebeu R$ 143 milhões para fazer delação

Odebrecht afirmou que a delação de Marcelo era "imprescindível para a continuidade das atividades empresariais" do grupo e, por isso, aceitou pagar por ela

Jornal GGN – Marcelo Odebrecht assinou um contrato secreto com a empreiteira baiana e recebeu R$ 143 milhões em troca do acordo de delação premiada feito com a Lava Jato. A informação foi revelada neste domingo (22) pelo Estadão.

O contrato mantido sob sigilo, que coloca a delação de Marcelo em risco, surge após o empresário conceder uma série de entrevistas à imprensa que criticam os impactos da Lava Jato e expõem os rachas internos da Odebrecht, inclusive a relação com o seu pai, Emílio.

Segundo a reportagem do Estadão, Marcelo “exigiu, como contrapartida ao aceite de delação, o recebimento de R$ 143 milhões – além do pagamento da multa de indenização, que foi de R$ 73,4 milhões.”

O contrato foi assinado com a Odebrecht em 16 de novembro de 2016, duas semanas antes do fechamento do contrato de leniência do grupo com o Ministério Público Federal e o Departamento de Justiça dos Estados Unidos, o DoJ. Também foi antes de a Odebrecht entregar a “delação do fim do mundo”, de seus 77 funcionários.

No contrato sigiloso, a Odebrecht afirmou que a delação de Marcelo era “imprescindível para a continuidade das atividades empresariais” do grupo e, por isso, aceitou pagar por ela.

Do total de R$ 216 milhões, cerca de R$ 70 milhões foram pagos por meio de um título de previdência emitido em nome da mulher de Marcelo e suas três filhas.

Segundo investigação interna, esse título de previdência não foi revelado ao MPF, contrariando o compromisso de Marcelo quando assinou um acordo de delação, de informar todo o seu patrimônio.

A investigação independente, contratada pela nova direção da Odebrecht – que tem os dedos de Emílio – pode custar os benefícios obtidos na delação por Marcelo.

A apuração é conduzida pelo escritório Veirano Advogados, que entrará os resultado ao MPF em até 2 meses.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

4 comentários

  1. ANTICAPITALISMO DE ESTADO. Um dos maiores Grupos Empresarias do Mundo. 550.000 EMPREGOS em quase 4 dezenas de países. Empregos altamente remunerados e especializados praticados por Profissionais e Cidadãos Brasileiros. Por que será que estamos com 14.000.000 DE DESEMPREGADOS? Economia, Empresas, Empregos Estrangeiros agradecem à Imbecilidade Tupiniquim. Veja quantas MultiNacionais estão se instalando e ampliando suas posições, dentro do Brasil, abocanhando uma grande fatia da Petrobrás e Pré-Sal? BARDELLA outro Centenário Gigante Brasileiro, à beira da ruína. Podem censurar o quanto quiser. ” Nós Somos quadrúpedes !!!” Não existe outra explicação. Gerdau deu no pé para não ser perseguido. Até entendemos Lemman e AMBEV, mesmo fora deste contexto, mas com tais preocupações. Aqui, neste Veículo: Lava Jato investigará MAERSK, a maior do Mundo na sua área. Alguém acredita? Foram citadas cerca de 300 MUltiNacionais Estrangeiras na Lava Jato. Alguma está em ruína? Alguma foi destruída? Pagando Multas Bilionárias inacreditáveis à Justiça Americana ou Brasileira? Mesmo VALE por ter matado 300 Brasileiros? Você viu Diretores ou Presidentes de alguma, fazendo Delação Premiada ou sendo presos? Nas gravações apresentadas pelas Forças Policiais e Judiciais, vendo e ouvindo Empresário Brasileiros sendo extorquidos por Presidente da República, Deputados e Senadores. O problema são as Empresas e Empresários Brasileiros? Numa única contrapartida solicitada por JBS, Joesley reclama que o Gás comprado da Bolívia e vendido pela Petrobrás para seu Frigorífico, ao entrar 150 Km no país, ficará 3 vezes mais caro que o comprado no país vizinho. Preços inclusive mais altos que o Mercado Internacional. Nada foi feito. JBS de 500.000 EMPREGOS BRASILEIROS. Outra que estão tentando destruir. Michel Temer, Aécio Neves, Rocha Loures, José Serra, o primo e irmã de Aécio todos estão soltos. 14.000.000 DE DESEMPREGADOS. Pobre país rico. Mas de muito fácil explicação.

    • Você descreveu com perfeição a situação. Pra dá um exemplo, teve uma licitação do pré sal que empresas brasileiras envolvidas na lava jato foram proibidas de participar, metade das estrangeiras participantes tinha problema na justiça de seus respectivos países. Eu não sei se os procuradora são burros ou traidores da pátria vendidos pros americanos. Você lembrou bem, a vale matou 300 brasileiros, quantos executivos foram presos?

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome