Moro acusa Bolsonaro de interferir em investigações no STF, Rio e Pernambuco

"Acabou que tem a sinalização de que o presidente não me quer no cargo", revelou Moro, ao se despedir do ministério da Justiça

Jornal GGN – O ex-juiz Sergio Moro afirmou na manhã desta sexta (24) que Jair Bolsonaro lhe confessou, em mais de uma oportunidade, que pretende fazer intervenções políticas na Polícia Federal para ter acesso a investigações que tramitam no Supremo Tribunal Federal e em tribunais no Rio de Janeiro e Pernambuco.

Ao se demitir publicamente do cargo de ministro da Justiça, Moro disse que Bolsonaro quer “ter alguém de confiança dele” em cargos estratégicos na Polícia Federal, de direção-geral às superintendências estaduais, para que “pudesse ligar, colher informações, pedir relatórios de inteligência” sobre inquéritos em andamento. “Isso é papel da Polícia Federal”, é “inapropriado”, disparou Moro. “As informações precisam ser preservadas.”

“O problema é que, nas conversas com o presidente, ficou claro que a intenção era de troca não só o diretor-geral, mas outros superintendentes, novamente o do Rio de Janeiro. Outros viriam em seguida, o superintendente da PF em Pernambuco, sem que me fosse apresentada uma razão, uma causa para realizar esses tipos de substituições.”

No STF, há dois inquéritos que ameaçam a família Bolsonaro por ataques às instituições e fake news. Em Pernambuco há um foco do esquema de laranjas do PSL. O Rio é o local do esquema de rachadinha de Flávio Bolsonaro e Fabrício Queiroz, e palco do assassinato de Marielle Franco, com envolvimento de milicianos.

O ex-juiz disse que nem no governo da ex-presidente Dilma Rousseff, que estava na linha de tiro da Lava Jato constantemente, houve interferência na PF como Bolsonaro pretende fazer agora. “Acabou que tem a sinalização de que o presidente não me quer no cargo”, revelou.

“Enfim, eu sinto que tenho o dever de tentar proteger a Polícia Federal. (…) busquei solução alternativa, para evitar uma crise politica durante a pandemia. Acho que o foco tinha que ser a pandemia, mas entendi que não posso deixar de lado meu compromisso com o Estado de Direito.”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

7 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

João Freitas

- 2020-04-24 15:20:47

Tudo canalhice e calhordice. O rato viu a melhor hora pra deixar o barco que está afundando e lançar sua candidatura q 2022. Agora, cá entre nós, esse bozo é um celenterado completo, pois creio que se aguentasse ele até a indicação para próximo ministro do STF, o gambá sairia calado e feliz. Mas, agora, precisa arranjar emprego e a mídia canalha vai ter 2 anos pra prepará-lo pro cargo de presidente.

peregrino

- 2020-04-24 13:35:56

de repente vão livrar de punição com a alegação de que não existe lei que alcance todos estes crimes juntos, somados e repetidos quase todo dia

Carpoa

- 2020-04-24 13:29:34

Vc relata crímes dos dois ,obviamente eles deveríam compartir uma temporada no xadrez,como velhos amigos.

peregrino

- 2020-04-24 13:04:12

Depois dessas revelações, Moro tem mais é que se cuidar, se proteger juntamente com toda a sua família, porque interferência política na PF nesta altura das investigações só pode ser para livrar a cara de bandidos que desejam atuar completamente fora da lei, ou dela protegidos ou blindados, e que não vão pensar duas vezes antes de mandar assassinar

thila rocha

- 2020-04-24 13:01:49

Inapropriado? O rei das mentiras e farsas. Marreco de Maringá, você nem é brasileiro! Está desempregado! Aqui se faz aqui se paga!

Romanelli

- 2020-04-24 12:53:27

Obstrução de Justiça, advocacia administrativa, prevaricação, trafico de influência, nepotismo, ABUSO de Poder ..o que mais precisa ? ..crime de responsabilidade, crime contra a saúde publica, crime contra a SEGURANÇA NACIONAL, rachadina, CX2, crime eleitoral ? TUDO ISSO TEM

Rui Ribeiro

- 2020-04-24 12:38:34

Meus zovos também têm compromisso com o estado de direito, nada obstante eles nunca tenham dito que a defesa fez seu showzinho.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador