OMS declara pandemia do novo coronavírus Sars-Cov-2

Avaliação da ameaça havia sido alterada em fevereiro; diretor-geral da OMS pediu ações mais agressivas contra o avanço da doença

Prefeitura de Veneza prossegue com a atividade de higienização por conta do avanço do coronavírus. Foto: Comune di Venezia (via fotospublicas.com)

Jornal GGN – A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o novo coronavírus como uma pandemia. A avaliação da ameaça já havia mudado para “muito alta” em fevereiro.

Apesar do decreto, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou que isso não significa que a situação com o novo coronavírus está fora de controle e nem que as ações de contenção sejam abandonadas. Pelo contrário, ele pediu ações mais agressivas.

“Esse é um alerta para todos os governos do planeta”, disse Michael J. Ryan, diretor do programa de saúde emergencial da OMS. “Acordem. Prontifiquem-se. O vírus pode estar a caminho”, disse, segundo o jornal Folha de São Paulo.

A avaliação de Ryan está relacionada aos riscos de dispersão do coronavírus sem controle e o impacto que isso possa causar. O diretor do programa de saúde ressaltou que a mudança reflete a dificuldade de alguns países conterem a disseminação da doença.

A OMS define epidemia como um surto regional de uma doença que se espalha de forma inesperada. Em 2010, a OMS definiu pandemia como o espalhamento mundial de uma nova doença que afeta um grande número de pessoas.

 

Leia Mais

Coronavírus: recomendações para cobertura jornalística

Planos de saúde brasileiros serão obrigados a fazer teste para novo coronavírus

Economia Internacional sob efeito da epidemia do coronavírus

4 comentários

  1. Em tempos de pandemia e pandemônio hora dos congressista com vergonha na cara fortalecerem e explicarem à sociedade a importância do SUS.. ..

  2. Não muda nada do que já está sendo feito, mas que todos se conscientizem de que não podemos descuidar da parte que nos cabe…
    segue uma precaução muito boa e que já sendo tomada na Austrália:
    se dá para ir sozinho, não leve a família (principalmente em supermercados)

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome