PGR arquiva pedido para investigar clã Bolsonaro no inquérito das fake news

Pedido de autoria da parlamentar Perpétua Almeida (PCdoB) foi negado por vice-procurador-geral da República que argumenta falta de elementos contra os Bolsonaro

Edifício da Procuradoria Geral da República em Brasília | Foto: Divulgação (PGR)

Jornal GGN – O pedido da deputada Perpétua Almeida (PCdoB) para apurar a conduta de Jair Bolsonaro (sem partido) e seus filhos, o senador Flávio (Republicanos-RJ) e o deputado federal Eduardo (Republicanos-RJ), no inquérito das fake news foi arquivado pela Procuradoria-Geral da República (PGR). 

A representação da parlamentar foi protocolada no Supremo Tribunal Federal (STF), após o Facebook retirar do ar contas de bolsonaristas suspeitas de disseminarem notícias falsas.

Como de praxe no STF, o ministro Alexandre de Moraes pediu um posicionamento da PGR sobre o tema e recebeu nesta segunda-feira, 28 de setembro, a manifestação pelo arquivamento do pedido. 

Segundo o entendimento do vice-procurador-geral da República, Humberto Jacques de Medeiros, não há indícios de participação do clã Bolsonaro na disseminação de desinformação nas redes sociais. Ainda, de acordo com Medeiros, o fato dos perfis dos políticos serem mantidos em funcionamento aponta que não há necessidade de investigação de crimes praticados por eles nesse contexto.

“A ausência de fatos concretos que possam ser efetivamente atribuídos aos noticiados inviabiliza, portanto, a instauração do procedimento próprio. Destaque-se que nem mesmo o Facebook adotou qualquer medida em face deles, como seria o caso, por exemplo, da retirada das respectivas contas oficiais. E isso se deu, naturalmente, por inexistirem quaisquer elementos que vinculem-nos minimamente às acusações formalizadas por meio desta notícia crime”, escreveu o vice-PGR.

Com informações de O Globo.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Manchetômetro aponta Boulos como candidato mais compartilhado no Facebook

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome