PGR irá investigar Bolsonaro por crise no Amazonas e Pará

Segundo notícia-crime, Bolsonaro teve "postura isentiva e descompromissada em relação às políticas de combate ao novo coronavírus no âmbito do Sistema Único de Saúde"

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Jornal GGN – A Procuradoria-Geral da República (PGR) instaurou nesta quarta-feira, 3, uma investigação preliminar para analisar a conduta do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) frente ao colapso do sistema de Saúde do Amazonas e Pará, ocasionado pela alta de casos da Covid-19 em janeiro. A informação foi divulgada pela GloboNews. 

“Caso, eventualmente, surjam indícios razoáveis de possíveis práticas delitivas por parte dos noticiados, será requerida a instauração de inquérito nesse Supremo Tribunal Federal”, afirmou o procurador-geral da República, Augusto Aras, em resposta a uma petição aberta Supremo Tribunal Federal (STF).

A decisão atende pedido assinado por oito deputados federais do PCdoB, protocolado em 21 de janeiro. O requerimento pede que Bolsonaro e o ministro da saúde, general Eduardo Pazuello, sejam investigados e responsabilizados pelo agravamento da crise em Manaus e também no Pará.

Segundo os deputados, Bolsonaro teve “postura isentiva e descompromissada em relação às políticas de combate ao novo coronavírus no âmbito do Sistema Único de Saúde”, enquanto Pazuello deve ser responsabilizado por “inércia”.

A legenda também ressalta a responsabilidade do governo federal em propagar a “utilização de medicamentos que não têm eficácia científica”, em referência à hidroxicloroquina.

Pazuello já é investigado pela Polícia Federal pelo caos no Amazonas. A determinação é do ministro do STF, Ricardo Lewandowski, para apurar se houve omissão no enfrentamento da crise provocada pela falta de oxigênio hospitalar que matou dezenas de amazonenses internados com Covid-19 no dia 14 de janeiro.

Com informações do Uol.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora