PIB dos Estados Unidos tem maior tombo desde Grande Recessão

Queda de 4,8% no primeiro trimestre foi decorrente da paralisação das atividades para conter o surto do novo coronavírus no país

Jornal GGN – A economia dos Estados Unidos teve queda de 4,8% no primeiro trimestre deste ano, o maior tombo registrado desde a Grande Recessão.

Em termos anualizados, essa retração fechou o maior ciclo de crescimento econômico visto na história do país. Os dados foram diretamente afetados pelas medidas de paralisação necessárias para conter o surto do novo coronavírus pelo país.

Na leitura trimestral, o PIB (Produto Interno Bruto) norte-americano recuou 1,2% entre janeiro e março, no comparativo com os últimos três meses de 2019, de acordo com levantamento divulgado pelo Departamento de Comércio norte-americano.

Em março, as vendas do varejo americano recuaram 8,7%, a queda mais expressiva desde 1992. E tudo indica que os dados devem piorar, uma vez que serviços não essenciais seguem fechados e oi desemprego continua a aumentar – mais de 26 milhões de trabalhadores norte-americanos pediram seguro-desemprego desde o começo da crise do coronavírus, e foi justamente o consumo que impulsionou a economia norte-americana nos últimos anos.

Contudo, economistas consultados pela agência de notícias Reuters projetam um segundo trimestre ainda pior: os prognósticos apontam uma contração de 30% ou mais.

Na China, que registrou paralisações desde janeiro, a queda do PIB no primeiro trimestre foi de 6,8%.

(com informações da Folha de São Paulo)

 

Leia Também
EUA: 26 milhões de pessoas pediram seguro-desemprego em cinco semanas
Coronavírus: Retomada desejada por Trump pode demorar mais que o previsto
JBS fecha fábrica nos EUA após 189 casos de COVID-19 entre funcionários

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Estatais financiam canais que veiculam fake news no YouTube

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome