Polícia Federal abre investigação contra supostos hackers

Apuração está ligada ao acesso ilícito de informações pessoais de mais de 200 mil servidores e autoridades – como o presidente Bolsonaro e família

Foto: Reprodução

Jornal GGN – Uma nova operação da Polícia Federal teve início nesta sexta-feira (26/06), com foco em suspeitos que teriam acessado e divulgado informações pessoais do presidente Jair Bolsonaro e de sua família.

Segundo informações do jornal Folha de São Paulo, a operação foi batizada de Capture the Flag, e busca apurar a suspeita de acesso ilícito a dados de mais de 200 mil servidores e autoridades, inclusive militares.

Os hackers também teriam invadido sistemas de universidades federais, prefeituras e câmaras de vereadores nos estados do rio de Janeiro, Paraná, Goiás e Rio Grande do Sul, além de um governo estadual e outros órgãos públicos. Mais de 90 instituições foram invadidas apenas no Rio Grande do Sul.

De acordo com a Polícia Federal, também existem indícios de outros crimes cibernéticos, como compras fraudulentas pela internet e fraudes bancárias. A investigação se concentra na apuração dos crimes de invasão de dispositivo informático, corrupção de menores, estelionato e organização criminosa. Três mandados de busca e apreensão são cumpridos no Rio Grande do Sul e no Ceará.

(com informações da Rádio Agência Nacional)

 

Leia Também
Funcionários do Banco Mundial criticam Weintraub: “Vergonha”, “fugitivo”, “comportamento de ódio”
Wassef agora diz que escondeu Queiroz para evitar seu assassinato
Em 6 meses, governo Bolsonaro emite 59 mil autorizações de posse de arma
Do Banestado à Lava Jato: o passado de Sergio Moro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Manchetes dos jornais dos EUA

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome