Hospital Nasser, no sul de Gaza, está completamente fora de serviço

Unidade de saúde fica em Khan Younis, principal área de concentração de refugiados palestinos; era a segunda maior complexo médico de Gaza

Crédito: Agência Anadolu

Al Jazeera

Nasser Hospital ‘completely out of service’

Por Nils Adler, Dalia Hatuqa e Tamila Varshalomidze

O Hospital Nasser, em Khan Younis, sul da Faixa de Gaza, foi colocado “completamente fora de serviço”, segundo um porta-voz do Ministério da Saúde de Gaza. O chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que cerca de 200 pacientes estavam dentro da segunda maior instalação médica de Gaza, que está sob cerco israelense há quase um mês.

O primeiro-ministro do Catar, Sheikh Mohammed bin Abdulrahman bin Jassim Al Thani, diz que o progresso rumo a um cessar-fogo em Gaza está a abrandar. “O padrão nos últimos dias não é muito promissor”, disse ele no sábado (17).

Os Estados Unidos comprometem-se a vetar uma nova resolução do Conselho de Segurança da ONU apresentada pela Argélia, que exige um cessar-fogo imediato em Gaza.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, chama as exigências do Hamas de um cessar-fogo e libertação de prisioneiros de “ilusórias”, depois que o grupo culpou Israel pela falta de progresso na obtenção de um acordo de cessar-fogo.

Pelo menos 127 pessoas foram mortas em ataques israelenses em Gaza nas últimas 24 horas. O bombardeio israelense matou pelo menos 28.985 palestinos e feriu 68.883 desde 7 de outubro. O número de mortos em Israel nos ataques liderados pelo Hamas em 7 de outubro é de 1.139.

LEIA TAMBÉM:

Redação

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador