O que aconteceu de fato entre Lula e os sequestradores de Abílio Diniz?

Fala de Lula sobre pedido para FHC “soltar” os sequestradores de Abílio repercute na internet. Entenda o que aconteceu

Ricardo Stuckert

Publicado originalmente em 18/06/22

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) gerou mais uma polêmica durante a campanha após revelar, na sexta-feira (18), ter procurado Renan Calheiros (MDB) e o ex-chefe do Executivo Fernando Henrique Cardoso (PSDB) para libertar os sequestradores do empresário Abílio Diniz da prisão.

A fala do petista tem servido de munição para grupos bolsonaristas que disseminam um trecho do vídeo sem o contexto dos fatos, dando a entender que o pedido de Lula foi no sentido de suspender a condenação dos sequestradores.

O que aconteceu, na verdade, foi que, após negociações diplomáticas, os sequestrados foram extraditados para seus respectivos países, para continuar cumprindo pena segundo as leis locais. 

“Democracia é coisa frágil. Defendê-la requer um jornalismo corajoso e contundente. Junte-se a nós: www.catarse.me/jornalggn

Quando o governo FHC anunciou que faria o acordo com outros países, em 1998, os sequestradores já haviam cumprido mais de 8 anos de regime fechado no Brasil. O grupo de 10 condenados era formado por canadenses, chilenos, argentinos e um único brasileiro, que pelo bom comportamento e cumprimento parcial da pena, estava em vias de progredir para o regime semi-aberto. Este último acabou indultado.

O episódio relembrado por Lula teria acontecido em 1998, 10 anos após o sequestro de Abílio Diniz, em 1989. Os sequestradores, após cumprirem um terço da pena, passaram a contar com apoio de governos e de órgãos de direitos humanos para retornarem a seus respectivos países. As negociações para a extradição estavam enroladas há meses. Os presos decretaram greve de fome em um movimento contra a lentidão.  

O papel de Lula, no caso, foi de intervir diplomaticamente evitando a morte dos presos, que ameaçaram começar uma seca, sem comida e água. 

“Esses jovens, que tinham argentinos, tinha gente da América Latina, ficaram presos 10 anos…Teve um momento que eu fui conversar com o Fernando Henrique Cardoso porque eles estavam em greve de fome e iam entrar em greve seca. A morte seria certa. Aí então eu fui procurar o ministro da Justiça chamado Renan Calheiros”, contou Lula, durante um evento de pré-campanha em Maceió (AL). 

Na época, Calheiros orientou Lula a conversar com FHC sobre o caso, uma vez que tinha  “toda a disposição de mandar soltar o pessoal”. O ex-presidente então teria argumentado com FHC que, ao soltar os presos, ele teria “chance de passar para a História como um democrata”. Caso contrário, o “presidente que permitiu que 10 jovens que cometeram um erro, morram na cadeia”, algo que “não vai apagar nunca”.

Segundo Lula, FHC afirmou que libertaria os presos se o petista os convencesse a acabar com a greve de fome. “E eu fui na cadeia no dia 31 de dezembro conversar com os meninos e falar: ‘Olha, vocês vão ter de dar a palavra para mim, vocês vão ter de garantir pra mim, que vão acabar com a greve de fome agora e vocês serão soltos‘”, falou o ex-presidente. 

De acordo com reportagens da época, os canadenses foram extraditados em 1998, por meio de um acordo entre os países. Reportagem da Folha cogitou a possibilidade dos canadenses ficarem em liberdade condicional no Canadá. Os outros estrangeiros também retornaram aos seus respectivos países de origem e cumpriram a pena de acordo com a legislação local. O único brasileiro envolvido no caso cumpriu a pena em regime fechado até ter a chance de requerer o regime de progressão. 

Leia também:

Jornal GGN produzirá documentário sobre esquemas da ultradireita mundial e ameaça eleitoral. Saiba como apoiar

Jornal GGN abre inscrições para curso sobre Desinformação, Letramento Midiático e Democracia

4 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Luiz A M Fonseca

- 2022-06-21 05:46:53

Sequestradores experientes? Vocês já leram sobre o sequestro do embaixador americano durante a ditadura daqui? Como foi tudo amador? Um espanto ter dado certo? Acham que essa foi diferente? Eram uns jovens tontos, tanto quanto os companheiros do Gabeira. E já tinham cumprido 10 anos, pelo sequestro de um capitalista tão pernicioso quanto Abílio Diniz chega, não?

Andre Guimarães

- 2022-06-20 23:40:02

Ou seja, lula mentiu novamente, bravateando que ele soltou os bandidos. Que, aliás, nunca foram só uns meninos que cometeram um erro. Eram sequestradores experientes.

Paulo Dantas

- 2022-06-19 12:08:25

Mas defendeu uma esquerda que fez uso da violência , eu , enquanto deixarem , discordo. Mas frente ao outro cara ainda seria meu voto.

Francisco

- 2022-06-18 22:54:51

Desnecessário levantar esse assunto nesse momento, com a extrema direita querendo dar um golpe. Pareceu arrogante. O Lula pode perder somente dele mesmo ...

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador