Lula pode tirar do Ministério das Comunicações o poder sobre regularização das big techs

Ana Gabriela Sales
Repórter do GGN há 8 anos. Graduada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro. Especializada em produção de conteúdo para as redes sociais.
[email protected]

A entrega do Ministério das Comunicações ao União Brasil não agradou setores e o governo eleito estaria buscando alternativas

Reprodução

Em meio à repercussão negativa da entrega do Ministério das Comunicações ao União Brasil, a equipe do presidente eleito Lula (PT) estaria cogitando algumas mudanças sobre o domínio da pasta no que se refere à regularização das plataformas de mídias sociais. 

Ontem (29), Lula anunciou o deputado federal, Juscelino Filho (União Brasil-MA), como o novo ministro das Comunicações no lugar do deputado Paulo Teixeira (PT-SP). O nome foi definido de última hora entre as negociações com os partidos que integram a base do governo. 

A notícia não agradou, afinal, a legenda de centro-direita não deve priorizar as demandas do próprio governo Lula sobre o setor. 

“Democracia é coisa frágil. Defendê-la requer um jornalismo corajoso e contundente. Junte-se a nós: www.catarse.me/jornalggn”      

No entanto, segundo o jornalista Samuel Possebon, do Teletime, uma alternativa estaria sendo costurada nos bastidores para tirar da esfera de coordenação da pasta a secretaria de serviços e direitos digitais, que deve centralizar o debate sobre regulação das big techs

“A ideia é transferi-la para outro ministério, e o mais provável é que seja a Secom (Secretaria de Comunicações da Presidência), coordenada por Paulo Pimenta (PT/RS). A Secom é o braço de comunicação do governo, responsável pela publicidade oficial, pelos posicionamentos públicos e pela Empresa Brasil de Comunicações (EBC)”, escreveu o jornalista. 

Neste cenário, o Ministério das Comunicações continuaria coordenando as políticas de conectividade, por meio da secretaria de telecomunicações, mas não seria o foco central do debate sobre regulação das mídias. 

Ana Gabriela Sales

Repórter do GGN há 8 anos. Graduada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro. Especializada em produção de conteúdo para as redes sociais.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador