Parlamentar brasileiro é o segundo mais caro do mundo, diz estudo

Gasto com cada deputado e senador chega a pouco mais de US$ 5 milhões ao ano, ficando abaixo apenas do parlamento dos Estados Unidos

Foto: José Cruz/Agência Brasil

O Congresso brasileiro é o segundo mais caro do mundo, só ficando abaixo dos gastos com o parlamento dos Estados Unidos, segundo estudo elaborado pela UnB em parceria com as universidades de Iowa e do Sul da Califórnia.

A pesquisa mostra que cada parlamentar custa pouco mais de US$ 5 milhões, ou R$ 23,8 milhões – sendo que o Brasil possui 513 deputados e 81 senadores.

Reportagem do jornal O Estado de S.Paulo destaca que o Legislativo brasileiro é o primeiro em gastos quando se faz a relação com a renda média da população – chegando a 528 vezes a renda média da população. O segundo lugar é ocupado pela Argentina, com o equivalente a 228 vezes.

O orçamento da Câmara dos Deputados e do Senado brasileiro chegou a US$ 2,98 bilhões, ou 0,15% do PIB (Produto Interno Bruto) brasileiro, e os valores para 2022 continuarão igualmente elevados – os gastos autorizados para Câmara, Senado e Tribunal de Contas somam R$ 14,5 bilhões.

A reportagem destaca que esse valor ultrapassa o orçamento de quatro ministérios: Comunicações (R$ 4,2 bilhões); Meio Ambiente (R$ 3,6 bilhões); Turismo (R$ 3,5 bilhões) e Mulher, Família e Direitos Humanos (R$ 947 milhões).

Em 2020, o orçamento da Câmara e do Senado brasileiros somaram US$ 2,98 bilhões – ou 0,15% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. Nos Estados Unidos, o valor total chegou a US$ 4,73 bilhões, o que representa apenas 0,02% de tudo que o país produziu naquele ano. O terceiro lugar em gastos totais ficou com o Japão (US$ 1,12 bilhão, ou 0,02% do PIB), seguido pela Argentina (US$ 1,1 bilhão).

Leia Também

Pastores-atravessadores cobravam até compra de bíblias para liberar verbas do MEC

Grupos neonazistas do Rio Grande do Sul ameaçam de morte Lula, Maria do Rosário e vereador nas redes

Prefeitos relatam lobby dos pastores no MEC: “não dá pra ajudar todas as cidades, mas eu posso ajudar a sua”

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

José de Almeida Bispo

- 2022-03-28 11:41:27

É devido também um estudo sobre os judiciários. Aqui... é brabo!

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador