PF faz buscas e cumpre mandados de prisão em nova fase da Operação Lesa Pátria

Ana Gabriela Sales
Repórter do GGN há 8 anos. Graduada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro. Especializada em produção de conteúdo para as redes sociais.
[email protected]

25ª fase da operação mira financiadores dos atos golpistas de 8 de janeiro. Atacadistas estão entre os alvos

Janelas danificadas no Palácio do Planalto após atos golpistas. | Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (29), a 25ª fase da Operação Lesa Pátria, que mira os financiadores da invasão golpista que resultou na depredação das sedes dos Três Poderes, em Brasília, em 8 de janeiro de 2023. 

Ao todo, são cumpridos 34 mandados judiciais, sendo 24 mandados de busca e apreensão, três mandados de prisão preventiva e sete de monitoramento com tornozeleira eletrônica.

As ações foram autorizadas pelo relator do caso no Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Alexandre de Moraes, que determinou também a indisponibilidade de bens, ativos e valores dos investigados

De acordo com a corporação, os três mandados de prisão preventiva são cumpridos em São Paulo e Distrito Federal, as outras ações ocorrem no Rio Grande do Sul, Paraná, Espírito Santo, Minas Gerais, Tocantins e Mato Grosso do Sul.

Segundo a TV Globo, entre os alvos da operação estão os empresários Joveci Xavier de Andrade e Adauto Lúcio Mesquita, sócios da rede Melhor Atacadista, apontados como financiadores de acampamentos de apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) após as eleições de 2022. 

De acordo com a PF, “os fatos investigados constituem, em tese, os crimes de abolição violenta do Estado Democrático de Direito, golpe de Estado, associação criminosa e incitação ao crime“.

Leia também:

Ana Gabriela Sales

Repórter do GGN há 8 anos. Graduada em Jornalismo pela Universidade de Santo Amaro. Especializada em produção de conteúdo para as redes sociais.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador