fbpx
domingo, outubro 25, 2020
  • Carregando...
    Início Tags Dívida pública

    Tag: dívida pública

    O pesadelo da democracia, por André Roncaglia

    A teoria econômica ganhou muito rigor com seus sofisticados modelos matemáticos. O problema é que o rigor pode impor à sociedade a ordem dos cemitérios.

    Déficit do setor público consolidado chega a R$ 188,7 bilhões

    Resultado apurado em junho é o maior da série iniciada em dezembro de 2001; dívida bruta do governo geral chega a 85,5% do PIB

    Alta da dívida pública ajudou a turbinar o overnight, por Lauro Veiga Filho

    Desta vez, o gato também não é responsável pelo sumiço do dinheiro. As “pistas” estão no mesmo relatório da IFI e sugerem que a maior parte passou simplesmente a irrigar a ciranda financeira, ressuscitando o bom e velho “overnight”.

    “Mito de que dinheiro tinha acabado está sendo desfeito”, diz Laura Carvalho sobre papel...

    “A recuperação da economia depende da solução daquilo que originou a crise, que é a pandemia, que é o contágio pelo vírus", diz a economista

    Os Bancos Universais Contemporâneos (BUCs), por Cézar Manoel de Medeiros

    A exemplo do Banco do Brasil, os demais bancos oficiais poderão implementar programas de apoio ao desenvolvimento regional sustentado.

    As razões políticas para impedir o governo de emitir moeda, por Luis Nassif

    Com a economia exangue, com enorme nível de desemprego e de capacidade ociosa na economia, não haverá como provocar inflação.  Basta então modular a emissão de moeda até o momento em que a economia esteja equilibrada.

    Adoção pelos Ultraliberais de Medidas “Heterodoxas”, por Fernando Nogueira da Costa

    Os depósitos voluntários dos bancos no Banco Central, possibilitados na nova PEC, levarão a uma redução da Dívida Bruta do Governo. Demonstrará ela não ser o grande problema anunciado pelos neoliberais para justificar a austeridade fiscal e o corte dos gastos previdenciários.

    A hipocrisia das “verdades econômicas”, por César Locatelli

    Para fomentar o clima de inquietação da classe média e continuar a pressão sobre os gastos sociais feitos pelo governo Dilma: os economistas e a mídia empresarial pararam, repentinamente, de falar da dívida líquida.

    Os cabeças de planilha e a dívida pública, por Luis Nassif

    O numerador (a dívida pública) é influenciado pela taxa real de juros e pelo superávit/déficit fiscal primário.

    Não, a crise econômica não é responsabilidade do PT, por Gleisi Hoffmann

    O mito é útil para justificar a agenda de retirada de direitos levada adiante desde o golpe de 2016 e intensificada pela dupla Guedes/Bolsonaro.

    Como Berkeley trataria as estatísticas sobre ganhos dos funcionários públicos, por L.D.

    Matéria de O Globo reporta a existência de uma elite burocrática: 44% dos servidores recebem mais de R$ 10 mil mensais, pasmem!

    Sonegação à Previdência chega a R$ 600 bi por ano e governo Bolsonaro não...

    Somente a apropriação indébita, de empregadores que recolhem dos trabalhadores e não repassam os recursos à Previdência, soma R$ 30 bilhões por ano

    Sobre erros e argumentos, por Esther Dweck, Guilherme Mello e Pedro Rossi

    Continuamos sustentando: o gasto público não foi causa principal do aumento da dívida, não houve crescimento acelerado dos gastos e o corte de gastos não vai gerar crescimento e terá impactos sociais e distributivos perversos

    Guedes quer privatizar “todas as estatais” rapidamente e destravar pacto federativo

    Ministro diz a jornal que elabora uma lista das estatais para entregar a empresários, que será enviada ao TCU para "avaliação geral" e, depois, encaminhada ao Congresso

    O mito da dívida pública no limite, por Andre Motta Araujo

    Na dívida interna é tecnicamente impossível a insolvência porque o devedor pode emitir sua própria moeda e liquidar a dívida.

    Na recessão brasileira, os maiores lucros bancários do mundo, por Andre Motta Araujo

    Entre as causas da recessão brasileira estão os JUROS MAIS ALTOS DO MUNDO para o consumidor pessoa física e entre os mais altos para as empresas.

    Estatais: tudo à venda, menos a placa da porta, por André Motta Araújo

    O Supremo perdeu um dia inteiro para dizer: vocês podem vender o filet mignon limpinho e sem osso, mas a pelanca vocês deixam na empresa mãe que ninguém vai querer nem de graça, então a União liquida e assume o passivo, como na primeira onda de privatizações.

    Nota sobre o uso da Conta Única do Tesouro, por José Luis Oreiro

    O erro trivial dessa crítica é derivado do fato de que no Brasil, ao contrário da sistemática utilizada pelo Fundo Monetário Internacional, não se considera a carteira livre do Banco Central como parte da dívida pública

    Maria Lucia Fattorelli: Previdência Social não é problema, é solução

    De acordo com a auditora, historicamente, o problema nunca esteve na Previdência Social, mas na política monetária do Banco Central.

    Capitalização é foco de críticas durante audiência na Câmara sobre reforma da Previdência

    Debatedores apontaram os riscos da proposta do governo Bolsonaro que podem gerar problemas sociais semelhantes ao do Chile, onde medida fracassou

    Mais comentados

    Últimas notícias