Revista GGN

Assine

Luis Nassif Online

Técnica reduziu o papel da educação a um mero modelo de gestão menor do dia-a-dia, sem entender a função do professor
19
GGN revela, com exclusividade, dados da família Marinho e de offshores da Globo em Bahamas, envolvendo a Copa de 2002
33
Não há registro na história moderna de um País sair da recessão apenas com investimentos privados, por André Araújo
31

Espetáculo em SP mistura literatura, teatro, música e balé

 
 
 
Concebido pelo escritor André Sant’Anna e pelas cantoras e compositoras Vanessa Bumagny e Helô Ribeiro, a apresentação combina interpretações musicais de canções de autoria dos próprios artistas do grupo com uma releitura da canção “O Divã”, de Roberto Carlos. As canções interpretadas recriam ou dialogam de maneira irônica com a leitura performática do livro “Amor”, realizada por seu próprio autor, o escritor André Sant’Anna. Participam também do projeto os músicos Henrique Alves (baixo), Giba Alves (bateria) e Daniel Oliva (guitarra).
 
As canções são dramatizadas, conferindo ao espetáculo uma atmosfera teatral. O projeto engloba literatura e teatro no contexto de uma apresentação musical.
Sem votos

Temer assina MP reduzindo aluguel dos Marinho em Paraty

Presidente enviou ao Congresso decreto que reduziu aumento de imposto em terrenos nobres, pertencentes à União
 
 
Jornal GGN - O governo Temer reduziu o teto de reajuste em 10,54% das taxas cobradas por quem utiliza terrenos pertencentes à União, e um dos beneficiados é a família Marinho, dona da famosa mansão em Paraty, localizada em um dos três terrenos que ocupa e são pertencentes à União. 
 
Na reportagem à seguir, a Rede Brasil Atual destaca que no dia 10 de junho, Temer assinou e enviou ao Congresso uma media provisória reduzindo os ajustes. Os Marinho ocupam hoje em Paraty uma área total de 14.869 metros quadrados, de frente para o mar e com uma praia exclusiva, e pagam ao governo pelo uso-fruto do local uma taxa anual de apenas R$ 45.030,33.
Leia mais »
Média: 5 (1 voto)

Por que criminalizar luta social é apoiar ditadura

"Interseção ideológica entre o pensamento de Dallagnol e o dos artífices do regime militar é preocupante", afirma jurista 

 
Jornal GGN - No artigo a seguir, a mestre em processo penal pela PUC-SP, Giane Álvares faz uma análise da propagação dos discursos que minimizam os efeitos negativos da ditadura civil-militar no Brasil, avançando sobre ponderações realizadas pelo membro do Ministério Público Federal e coordenador da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, de que "a ditadura foi ruim porque incutiu em alguns a 'inconsequente' convicção da defesa de direitos". Assim, Giane critica a visão limitada do procurador quanto ao verdadeiro lado perverso daqueles anos como a violência, tortura, a prisão ilegal e a censura.  
 
Justificando
 
Criminalização dos movimentos sociais revive a ditadura
 
Por Giane Ambrósio Álvares
 
É espantosa a disseminação na sociedade de discursos perversos que procuram minimizar ou ignorar as atrocidades praticadas durante a ditadura civil-militar. Nunca é demais repetir: foi por obra do autoritarismo e da selvageria de agentes do Estado brasileiro contra opositores políticos que no período entre 1964-1985 se registrou na história do país um saldo de aproximadamente 50 mil pessoas presas, 20 mil torturados e algo em torno de 400 mortos e desaparecidos.
 
O Brasil não lida bem com sua memória histórica e a tragédia representada por esses números não tem sido, ainda nos dias de hoje, motivo de preocupação para muitos agentes do Estado.
 
“Em razão da ditadura no Brasil, uma parte dos criminalistas rejeita qualquer sombra de redução dos direitos de defesa”, teria afirmado o procurador Deltan Dallagnol, numa palestra proferida recentemente na Casa do Saber, em São Paulo.
Leia mais »
Média: 5 (1 voto)

Secundaristas organizam protesto contra reforma de Temer

Levante poderá acontecer em todo país, em resposta a mudanças previstas para começar em 2018

Jornal GGN - Milhares de pessoas confirmaram presença no ato contra a reforma do ensino médio, previsto para acontecer nesta segunda (26), a partir das 17h, em São Paulo, no Vão Livre do MASP - Av. Paulista.

A manifestação aponta para um novo levante organizado por secundaristas contra retrocessos na educação e que deve acontecer não só em alguns estados, como no ano passado, mas por todo o Brasil, em resposta à reforma anunciada pelo governo Michel Temer (PMDB) que impõe aumento de carga horária para até 1.400 horas anuais (hoje de 800 horas) e flexibilização do currículo escolar, o que, para críticos do ensino, contraria a Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB).

Leia mais »
Média: 5 (2 votos)

O que diz único magistrado que votou pela representação contra Moro

Desembargador aponta abusos e partidarismo do juiz que comanda operação Lava Jato 

 
Jornal GGN - O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) arquivou, por 13 votos a um, a representação de 19 advogados contra o Juiz Federal Sérgio Moro, pela acusação de "ilegalidades ao deixar de preservar o sigilo das gravações e divulgar comunicações telefônicas de autoridades com privilégio de foro", em referência à ex-presidente Dilma Rousseff. O jornal Justificando traz à seguir trechos do único desembargador que foi contra a maioria dos colegas, Rogério Favreto.
 
Em seu voto, o magistrado ressalta que a divulgação ilegal dos áudios promoveu a execraria pública dos envolvidos, aponta o partidarismo de Moro, lembrando que o juiz da Lava Jato frequentou eventos do partido de oposição à Dilma e, ainda, enviou nota de apoio a manifestações pró-impeachment, por fim Favreto reflete sobre o perigo da grande repercussão do caso transformar juízes e procuradores em "atores globais e midiáticos".
 
 
 
 
Nesta semana, o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) arquivou a representação elaborada por 19 advogados contra o Juiz Federal Sérgio Moro em razão divulgação ilegal de áudios entre a então presidenta Dilma e o ex-presidente Lula. Os advogados apontaram ainda que a conversa foi gravada quando a decisão autorizando a medida já havia expirado e que, não bastasse, o Juiz não tinha competência processual para apreciar a escuta clandestina, uma vez que Dilma usufruía de foro de prerrogativa por função.
Média: 5 (11 votos)

Debate entre candidatos de SP encurrala Dória, Marta e Russomanno

Tucano tenta explicar polêmica de terreno em Campos do Jordão, e Marta é acusada de apoiar golpe 

 
Jornal GGN - Em debate eleitoral entre candidatos à prefeitura de São Paulo, promovido em parceria entre SBT, UOL e Folha de S.Paulo, os candidatos Fernando Haddad (PT), Luiza Erundina (Psol) e Major Olímpio (SD), mostraram-se mais afiados do que o tucano João Doria, Marta Suplicy (PMDB), e Celso Russomanno (PRB). 
 
Haddad passou a maior parte do tempo no debate ressaltando os avanços da sua gestão, enquanto Erundina investiu contra Doria e defendeu a implantação gradativa do passe livre no transporte público. Já Major Olímpio acusou Marta de apoiar Temer, destacando que o atual presidente limitou gastos com saúde e educação, ele também pediu explicações a João Doria sobre a corrupção do PSDB no cartel do metrô de São Paulo.
Leia mais »
Média: 4.4 (7 votos)

Pós-marxismo de esquerda democrática, por Fernando Nogueira da Costa

Todos à esquerda democrática devem ter a clara noção de que direitos e deveres da cidadania necessitam andar juntos com a evolução econômica, uma vez que o direito de um cidadão implica necessariamente uma obrigação de outro, no mínimo, via pagamento de tributos. Das interações entre instituições da cidadania emergirá uma real democracia

do Brasil Debate

Pós-marxismo de esquerda democrática

por Fernando Nogueira da Costa

A esquerda ainda paga o preço do totalitarismo na experiência do Socialismo Realmente Existente. Foi apenas fruto das circunstâncias históricas ou o “ovo da serpente” foi chocado a partir de Karl Marx e Friedrich Engels, quando diagnosticaram, em O Manifesto Comunista (1848), que “a história de toda a sociedade até o presente é a história da luta de classes”?

Esta visão era historicamente falsa. A história humana tinha se definido até então pela predominância do regime de escravidão imposta pela casta dos guerreiros e aristocratas governantes em favor da casta dos comerciantes. A casta dos sábios-sacerdotes não se rebelava contra. Também a casta dos trabalhadores artesãos ou artífices não se incomodava, dado seu nicho de mercado de trabalho artesanal.

As alianças entre essas castas, indiferentes aos párias, periodicamente foram (e são) golpeadas e contra golpeadas toda vez que há a tentativa de uma delas impor seus valores morais sobre as demais. Esse instável jogo de alianças entre castas explica melhor a longa história da humanidade. Vem de tempos remotos – e vai além do capitalismo.

Leia mais »

Média: 3 (2 votos)

Empresa de Russomanno é multada por propaganda enganosa

Para Procon houve propaganda abusiva e falta de dados técnicos para sustentar o que a publicidade dizia
 
 
Jornal GGN - Uma empresa candidato a prefeito de São Paulo pelo PRB Celso Russomanno foi multada em R$ 11,9 mil pelo Procon-SP, órgão de defesa do consumidor, por propaganda enganosa. A dívida está em aberto desde 2008 e foi imposta sobre a SYS Equipamentos de Tecnologia Ltda, registrada em nome do deputado, por um equipamento que prometia reduzir em até 40% o consumo de água nas casas, chamado Airlock. 
 
Segundo apuração do jornal Uol, a SYS deve, ainda, R$ 429 mil ao Estado de São Paulo em ICMS. Em agosto o candidato foi acusado de não declarar a empresa entre seus bens à Justiça Eleitoral. Na ocasião afirmou que foi por "esquecimento" do seu contador. Mais recentemente, sua assessoria informou que a SYS foi vendida, sem especificar a data. Tanto a multa do Procon, quanto a dívida de ICMS viraram processos na Vara das Execuções Fiscais do Estado. Em 2014 os dois processos foram temporariamente arquivados.
Média: 4.5 (2 votos)

O estranhamento gnóstico de "Eraserhead" de David Lynch, por Wilson Ferreira

por Wilson Ferreira

Considerado o mais influente dos filmes cult, clássico do chamado “Cinema da Meia-Noite”, “Eraserhead” (1977) foi o filme de estreia na carreira do diretor David Lynch. Num mix de terror gótico, surrealismo e humor negro, o filme manteve os seus mistérios simbólicos ao longo dos anos. Embora se baseie em um simples plot (a namorada engravida e leva seu namorado para que seus pais o conheçam), os cenários alucinatórios, o design de som hipnótico e uma das melhores fotografia em PB da história do cinema fazem desse filme o fundador do tema que acompanhará David Lynch por toda a carreira: por mais banal que pareça a realidade, nosso psiquismo a interpreta por meio de sonhos, pesadelos e alucinações que criam uma relação de estranhamento com o mundo. Mas alguém controla essa realidade, e não somos nós. Para chegarmos a esse Demiurgo, somente através do conhecimento dos mecanismos do psiquismo. Por isso, “Eraserhead” tem um evidente sabor gnóstico.

Leia mais »

Vídeos

Veja o vídeo
"Eraserhead" (David Lynch, 1977) - trailer
Média: 5 (1 voto)

Reforma Educacional e a Nação em risco, por Frederico Firmo

por Frederico Firmo

A proposta de mudança radical no ensino médio do país, através de medida provisória pode vir a ser um dos maiores crimes contra educação deste país, já perpetrados por um governo.

Ao descartar toda a discussão e debate de educadores que vêm ao longo de todos estes anos, analisando, avaliando pesquisando e propondo mudanças, este governo simplesmente jogou fora tudo que foi produzido, todo o dinheiro investido e possivelmente a esperança de se ter um país desenvolvido intelectual, cultural e cientificamente. Esta proposta simplista demonstra uma profunda ignorância ou talvez,ojeriza ao pensamento às humanidades, às artes e à ciência. A medida parece afirmar que o que importa para a formação de um cidadão, é falar e escrever em português, fazer contas, (desculpe a simplificiação pois bem sei que matemática é mais do que isto), e falar inglês. Este simplismo, mostra com clareza a concepção de cidadão deste governo. O inglês entra provavelmente nesta lista para não correr o risco de o aluno aprender espanhol e se relacionar com os vizinhos e quiçá, porque querem que se torne um consumidor de bens importados, e um bom empregado de uma indústria estrangeira, após a flexibilização das leis trabalhistas.

Leia mais »

Média: 3.6 (9 votos)

Tribunal de Exceção, por Janio de Freitas

O que "escapa ao regramento" e, em seu lugar, aplica "soluções inéditas" entra na história como: Tribunal de Exceção

Jornal GGN - Nesta semana Janio de Freitas reúne as peças que comprovam a instituição, no Brasil, de um Tribunal de Exceção, em torno da operação Lava Jato, ao apontar a falta de coerência da decisão de juízes do Tribunal Regional Federal da 4a Região (Sul), recusando o pedido de 19 advogados que entraram com processo contra Sérgio Moro, invocando "ilegalidades [da parte do juiz da Lava-Jato] ao deixar de preservar o sigilo das gravações e divulgar comunicações telefônicas de autoridades com privilégio de foro [Dilma]".

O relator do requerimento, dentro do tribunal, desembargador Rômulo Pizzolatti, defendeu a Lava Jato afirmando que a operação "constitui um caso inédito no direito brasileiro, com situações que escapam ao regramento genérico destinado aos casos comuns". Logo, resumiu, "traz problemas inéditos e exige soluções inéditas". Janio avalia, entretanto, que os 19 advogados "merecem o crédito de haver criado as condições em que o Judiciário reconheceu uma situação nova nas suas características, tanto formais como doutrinárias. Nada se modifica na prática, no colar de espetáculos diários. O que se ganha é clareza sobre o que se passa a pretexto da causa nobre de combate à corrupção negocial e política". 

Leia mais »

Média: 4.5 (22 votos)

A Lava Jato 'Entre Deus e o Pecado', por Jota A. Botelho



por Jota A. Botelho

A DENUNCIA DO EVANGELISMO NOS ESTADOS UNIDOS - O filme de Richard Brooks, realizado em 1960, Entre Deus e o Pecado (Elmer Gantry), mostra de forma cruel como um oportunista vê na religião sua grande chance de ganhar dinheiro fácil se convertendo ao evangelismo. A adaptação de Brooks revela a faceta manipuladora de algumas igrejas evangélicas que transformam religião em negócio. O filme Elmer Gantry torna-se bastante atual não somente por que ele poderia muito bem contradizer e esclarecer melhor ao procurador Dallagnol sobre o verdadeiro cristianismo protestante na América, devido as suas declarações publicadas no BLOG VIOMUNDO (abaixo), mas também para questionarmos sobre a expansão de diversos líderes evangélicos no Brasil neste momento, envolvidos nos mais variados escândalos. 

Cenas de Burt Lancaster no filme Entre Deus e o Pecado (Elmer Gantry, 1960)

Leia mais »

Média: 5 (8 votos)

A visão da gestão de padaria de Maria Helena, do MEC

No início dos anos 90 tiveram início os programas de qualidade no país. Naquele aprendizado inicial, os consultores limitavam-se a identificar os principais processos em cada organização e a redesenhá-los, visando aumentar sua eficiência.

Era uma espécie de bê-a-bá da gestão, na qual era mais importante conquistar um ISO 9000 do que melhorar o desempenho da empresa.

À medida em que as empresas foram evoluindo, devidamente assimilados, os programas de qualidade passaram a ocupar um lugar secundário. E a gestão passou a recorrer a instrumentos mais sofisticados visando o objetivo-fim, como o planejamento estratégico, a discussão de novos métodos para a área de recursos humanos, a descoberta de novas qualidades exigidas dos gestores e funcionários. Leia mais »

Média: 4.4 (28 votos)

Governo golpista mente sobre a reforma do ensino médio, por Angelo Cirino

MentiraMEC-2016-09-23-14-27-1.jpg
Captura de tela do portal do MEC com a mentira

O Ministério da Educação do governo golpista mente sobre a exclusão de filosofia e sociologia do currículo. Agora que finalmente tivemos acesso ao texto da MP editada pelos golpistas podemos entrar no debate qualificado e fundamentado. Primeiramente analisemos a questão do fim das disciplinas de filosofia e sociologia. Elas foram introduzidas na Lei de Diretrizes e Bases da Educação em 2008, no artigo 36 da LDB, que tem a seguinte redação:

Art. 36. O currículo do ensino médio observará o disposto na Seção I deste Capítulo e as seguintes diretrizes:
I - destacará a educação tecnológica básica, a compreensão do significado da ciência, das letras e das artes; o processo histórico de transformação da sociedade e da cultura; a língua portuguesa como instrumento de comunicação, acesso ao conhecimento e exercício da cidadania;
II - adotará metodologias de ensino e de avaliação que estimulem a iniciativa dos estudantes;

Média: 3.7 (7 votos)

Outubro Rosa: alertas na prevenção contra o câncer de mama

Imagem: do Makeup Summit 

Jornal GGN – Com a proximidade do Outubro Rosa, mês de conscientização mundial do câncer de mama, hospitais como o A.C.Camargo Cancer Center, de São Paulo, aumentam o alerta para a prevenção da doença, que está entre as mais comuns nas mulheres brasileiras, com uma previsão de 57.960 casos para 2016.

Um dos principais fatores que levam ao câncer de mama é o envelhecimento. Isso porque, com o passar dos anos, o DNA sofre alterações genéticas, aumentando a probabilidade da mulher de desenvolver o câncer, alcançando seu pico entre os 60 e 70 anos de idade. Dentre os fatores de risco causas como: primeira menstruação antes dos 12 anos, menopausa acima dos 55 anos e nunca ter engravidado, servem de alerta.

Leia mais »

Média: 5 (1 voto)