Revista GGN

Assine

Luis Nassif Online

Não há saída fora da democracia. Mas essa verdade não sensibiliza os novos defensores do Estado de Exceção
36
'Brasil precisa de câmbio que estimule cultura de produção', defende ex-ministro
30
que o maior inimigo da autonomia da categoria é o deslumbramento de delegados imaturos
22

Multimídia do dia

As imagens e os vídeos selecionados.

Sem votos

Fora de Pauta

O espaço para os temas livres e variados.

Sem votos

Clipping do dia

As matérias para serem lidas e comentadas.

Sem votos

Os delegados midiáticos e a pós-verdade da PF

Leia mais »

Média: 4.8 (27 votos)

"Terceirização é o fim das férias, licença maternidade, 13º salário e FGTS", diz Aragão

 
Jornal GGN - O ex-ministro da Justiça Eugênio Aragão disse que a sociedade precisa saber do que se trata o projeto de lei sobre terceirização que aguarda a sanção do presidente Michel Temer. Segundo ele, não adianta falar em "fim da CLT" porque, para muitas pessoas, a mensagem não é clara. "Você tem que dizer que elas vão ficar pulando de galho em galho com contratos de três meses. Isso significa que não tem mais direito a férias, 13º salário, aviso prévio, licença maternidade nem FGTS. É isso o que é a terceirização. É o fim dos benefícios que existem há décadas", disparou.
 
Média: 4.4 (9 votos)

Paulo Kliass: A Lava Jato e a economia três anos depois

do Vermelho

Paulo Kliass: A Lava Jato e a economia três anos depois

No dia 17 de março de 2017, a operação Lava Jato comemorou seu terceiro aniversário de funcionamento ininterrupto. Para além de todas as consequências relativas a elementos de natureza política, jurídica e policial, a implantação de uma profunda articulação entre o Ministério Público Federal, a Justiça Federal e a Polícia Federal tem provocado também um enorme impacto sobre a atividade econômica em nosso país.

Por Paulo Kliass*, especial para o Vermelho

Apesar de não ser correto creditarmos toda a responsabilidade da operação sobre o fraco desempenho do PIB, o fato é que as estatísticas apresentam uma elevada correlação entre ambos os fenômenos. Durante o primeiro ano de atuação da chamada República de Curitiba, o IBGE apurou a primeira retração significativa do produto brasileiro desde 2009. Assim, já em 2014 o PIB ficou praticamente estagnado, com crescimento de apenas 0,5%.

Leia mais »

Média: 3.5 (8 votos)

Xadrez da democracia e do neo-brasilianista Barroso

Não há um Estado policial e sim um Estado democrático de direito querendo mudar seu patamar ético e civilizatório (Luís Roberto Barroso)

Peça 1 – os trabalhadores e as empresas

O foco central dos empresários é em sua empresa. Analisam decisões políticas, monetárias, cambiais, a partir dos reflexos sobre sua empresa. Faz parte da lógica empresarial.

Não adianta tentar convencê-los de que a melhoria geral dos salários ampliará o mercado de consumo como um todo. Ou que cortes orçamentários aumentarão sua insegurança e de sua família, pois implicará em jogar os mais pobres nos braços da criminalidade. Eles irão avaliar apenas o peso da folha e dos encargos sobre seu faturamento. Não os culpe. Seu papel é esse mesmo, não o de pensar o conjunto da economia. Leia mais »

Média: 4.9 (10 votos)

Delegado da PF diz que "em momento algum" vazou imagens de Lula à Veja

Jornal GGN - O delegado Igor Romário de Paula negou, em resposta ao juiz Sergio Moro, que policiais federais tenham vazado imagens da condução coercitiva de Lula à revista Veja ou à produtora do filme "Lava Jato - A Lei é Para Todos". O delegado, contudo, admitiu que a gravação foi feita mesmo com Moro tendo decretado sua ilegalidade. 

"Não foram cedidas quaisquer imagens, sejam elas fotografias ou vídeos, relacionadas à ação policial decorrente da 24ª Fase da Operação Lava Jato a qualquer pessoa, empresa ou veículo de comunicação por parte da Polícia Federal", disse Romário.

"Em momento algum as imagens realizadas naquela data foram fornecidas a terceiros, sendo anexadas ao processo eletrônico correspondente somente imagens do depoimento realizado e posteriormente degravado", acrescentou.

Leia mais »

Média: 1.4 (9 votos)

Governo Temer entregará mais de 80% de supersatélite a multinacionais, por Carlos Hetzel

sgdc-faset-estes.jpg

Do Viomundo

Mais uma entrega do patrimônio estratégico nacional
 
por Carlos des Essarts Hetzel

Estava previsto para 21 março de 2017, passou para o dia seguinte, quando foi adiado mais uma vez devido a uma greve na Guiana Francesa. A nova data ainda não está definida.

Estou-me referindo ao lançamento do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicação Estratégica (SGDC-1), que, do Centro Espacial de Kouru, na Guiana, será colocado em órbita espacial, pelo veículo lançador Ariane VA 236.

Trata-se do primeiro satélite brasileiro depois da privatização do sistema Telebrás.

Pesando 5,8 toneladas e 5 metros de altura, um dos maiores do mundo, ficará em órbita geoestacionária, a 35.786 Km de distância da Terra (nível do mar).

Leia mais »
Média: 3.8 (9 votos)

Eletrobras encerrou 2016 com lucro após quatro anos de prejuízos

eletrobras.jpg
 
Jornal GGN - Em 2016, a estatal Eletrobras registrou lucro líquido de R$ 3,4 bilhões, o primeiro desde 2011, apesar do prejuízo de R$ 6,26 bilhões no último trimestre do ano passado.
 
O resultado da Eletrobras foi ajudado pelo reconhecimento de indenizações que a empresa receberá pela renovação de contratos de concessão no final de 2012, que teve efeito líquido de R$ 18,88 bilhões.
 
De acordo com o balanço enviado para a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), os principais impactos negativos no ano passado estão relacionados aos prejuízos das empresas de distribuição que chegaram a R$ 6,9 bilhões.

Leia mais »

Média: 3.5 (2 votos)

Proposta de lei contra abuso de autoridade da PGR condenaria Moro

Jornal GGN - O procurador-geral da República Rodrigo Janot enviou ao Congresso, nesta terça (28), um anteprojeto de lei que estabelece penas duras para alguns dos expedientes adotados no decorrer da operação Lava Jato pelo juiz federal Sergio Moro e pela equipe de procuradores da República capitaneada por Deltan Dallagnol.

O projeto de Janot "inova" ao incluir dois novos crimes no rol de práticas consideradas abuso de autoridade: primeiro, a chamada "carteirada", ou seja, a "utilização do cargo ou função para se eximir do cumprimento de obrigação legal ou para obter vantagem ou privilégio". O outro crime é o uso abusivo de meios de comunicação ou de redes sociais para antecipar juízo de valor sobre investigados antes de concluída a formalização de denúncias.

Leia mais »

Média: 5 (10 votos)

Denúncia de abusos praticados por policiais cresce 78% em SP

pm_violencia.jpg

Da Ponte

 
Relatório anual de 2016 divulgado pela Ouvidoria das Polícias têm crescente de 132% em constrangimento ilegal; Maior parte das denúncias (87%) é contra PMs

Denúncias feitas à Ouvidoria das Policias de São Paulo registraram crescimento de 78% nos abusos praticados por policiais do Estado ao longo de 2016. O relatório anual divulgado nesta quinta-feira (23/3) pelo órgão contempla ações contra policiais civis e militares.

Fazem parte do levantamento casos de constrangimento ilegal, invasão de domicílio, abuso de autoridade/agressão e ameaça. O primeiro obteve o maior crescimento, com 562 casos no ano passado frente a 242 em 2015 (132,2% superior).

Leia mais »
Média: 1 (1 voto)

"Não há vazamento seletivo que esconda a dimensão dessa corrupção", diz Bob Fernandes

Jornal GGN - Apesar da seletividade da Lava Jato, que escolheu "quem investigar primeiro e quando", trazendo consequências "politicas, econômicas, eleitorais e sociais" para o tabuleiro nacional, a população já entendeu que a corrupção anunciada é, na verdade, sistêmica, ou seja, abrange todos os partidos, e não somente o PT.

O fracasso da manifestação convocada pela direita no último dia 26, em favor da Lava Jato e das reformas do governo Temer, mostra que a desilusão com o que fora prometido no impeachment de Dilma Rousseff é latente.

O "desencanto e a desesperança" são o mote de Bob Fernandes no comentário feito na segunda (27), para a Gazeta.

 

Leia mais »

Média: 4.6 (10 votos)

Hong Kong suspende embargo à carne de frigoríficos que não são investigados

carne_1.jpg
 
Jornal GGN - Nesta terça-feira (28), as autoridades de Hong Kong decidiram suspender parte do embargo à carne brasileira, e agora a restrição está limitado aos 21 frigoríficos investigados pela Operação Carne Fraca. 
 
Hong Kong, o segundo maior importador de carne brasileira no ano passado, havia determinado a suspensão das compras e também a retirada do mercado de produtos oriundos dos frigoríficos investigados pela Polícia Federal.

Leia mais »

Média: 5 (2 votos)

Atrasado, Censo Agropecuário corta questões relacionadas à agricultura familiar

Instituto afirma que orçamento liberado para pesquisa corresponde à metade do necessário / Agência Brasil

do Brasil de Fato

Atrasado, Censo Agropecuário corta questões relacionadas à agricultura familiar

Diretor do Sindicato Nacional dos Trabalhadores do IBGE afirma que perguntas sobre agrotóxicos foram retiradas

Rafael Tatemoto

O questionário do Censo Agropecuário 2017, que deve ser realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em outubro deste ano, cortará questões relacionadas à agricultura familiar. O Sindicato Nacional dos Trabalhadores do instituto (ASSIBGE) afirma que a modificação prejudicará séries históricas de dados. A pesquisa estava originalmente prevista para 2015.

“Nós tivemos acesso ao questionário. Há uma redução brutal do tamanho do questionário em relação ao feito em 2007, com referência a 2006”, diz o diretor da ASSIBGE Cassius de Brito.

Leia mais »
Média: 3.5 (2 votos)