newsletter

Assinar

Armado por Toffoli e Gilmar, já está em curso o golpe sem impeachment

Gilar e Toffoli planejam golpe do impeachment

Atualizado às 09:50

O processo de impeachment exige aprovação de 2/3 do COngresso. Já a rejeição das contas impede a diplomação. A decisão fica com o Judiciário. Este é o golpe paraguaio.

Já entrou em operação o golpe sem impeachment, articulado pelo Ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) presidente do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Antonio Dias Toffoli em conluio com seu colega Gilmar Mendes. O desfecho será daqui a algumas semanas.

As etapas do golpe são as seguintes:

1. Na quinta-feira passada, dia 13, encerrou o mandato do Ministro Henrique Neves no TSE. Os ministros podem ser reconduzidos uma vez ao cargo. Presidente do TSE, Toffoli encaminhou uma lista tríplice à presidente Dilma Rousseff. Toffoli esperava que Neves fosse reconduzido ao cargo (http://tinyurl.com/pxpzg5y).

2. Dilma estava fora do país e a recondução não foi automática. Descontente com a não nomeação, 14 horas depois do vencimento do mandato de Neves, Toffoli redistribuiu seus processos. Dentre milhares de processos, os dois principais - referentes às contas de campanha de Dilma - foram distribuídos para Gilmar Mendes. Foi o primeiro cheiro de golpe. Entre 7 juízes do TSE, a probabilidade dos dois principais processos de Neves caírem com Gilmar é de 2 para 100. Há todos os sinais de um arranjo montado por Toffoli.

3. O Ministério Público Eleitoral, através do Procurador Eugênio Aragão, pronunciou-se contrário à redistribuição. Aragão invocou o artigo 16, parágrafo 8o do Regimento Interno do TSE, que determina que, em caso de vacância do Ministro efetivo, o encaminhamento dos processos será para o Ministro substituto da mesma classe. O prazo final para a prestação de contas será em 25 de novembro, havendo tempo para a indicação do substituto - que poderá ser o próprio Neves. Logo, “carece a decisão ora impugnada do requisito de urgência”.

4. Gilmar alegou que já se passavam trinta dias do final do mandato de Neves. Na verdade, Toffoli redistribuiu os processos apenas 14 horas depois de vencer o mandato.

5. A reação de Gilmar foi determinar que sua assessoria examine as contas do TSE e informe as diligências já requeridas nas ações de prestação de contas. Tudo isso para dificultar o pedido de redistribuição feito por Aragão.

Com o poder de investigar as contas, Gilmar poderá se aferrar a qualquer detalhe para impugná-las. Impugnando-as, não haverá diplomação de Dilma no dia 18 de dezembro.

O golpe final - já planejado - consistirá em trabalhar um curioso conceito de Caixa 1. Gilmar alegará que algum financiamento oficial de campanha, isto é Caixa 1, tem alguma relação com os recursos denunciados pela Operação Lava Jato. Aproveitará o enorme alarido em torno da Operação para consumar o golpe.

Toffoli foi indicado para o cargo pelo ex-presidente Lula. Até o episódio atual, arriscava-se a passar para a história como um dos mais despreparados Ministros do STF.

Com a operação em curso, arrisca a entrar para a história de maneira mais depreciativa ainda. A história o colocará em uma galeria ao lado de notórios similares, como o Cabo Anselmo e Joaquim Silvério dos Reis.

Ontem, em jantar em homenagem ao presidente do STF, Ricardo Lewandowski, o ex-governador paulista Cláudio Lembo se dizia espantado com um discurso de Toffoli, durante o dia, no qual fizera elogios ao golpe de 64.

Se houver alguma ilegalidade na prestação de contas, que se cumpra a lei. A questão é que a operação armada por Toffoli e Gilmar está eivada de ilicitudes: é golpe.

Se não houver uma reação firme das cabeças legalistas do país, o golpe se consumará nas próximas semanas.

Imagens

Média: 3.6 (81 votos)
598 comentários

Comentários

Espaço Colaborativo de Comentários

Opções de exibição de comentários

Escolha o modo de exibição que você preferir e clique em "Salvar configurações".
imagem de MIGUEL BARBOSA
MIGUEL BARBOSA

golpe gilmar d´antas

Atualizando 22/08/2015 00:02   ........O gilmar d´antas tenta retornar no tempo......já que golpe algum cola.......ele tenta a sua cartada...representante que é dos NEOS-FACCI-NAZZIz ..................................quase um ano depois ele pede pra investigar a CAMPANHA DA DILMA .............................................ironia é que ....esse mesmo ser, desprezível,  alegara....em um pronunciamento .....ai pelo tempo  adentro...que estavam, aqui, tentado por em prática métodos dos TRIBUNAIS NAZIzTAS

Seu voto: Nenhum
imagem de Carlos Dassid da Cunha
Carlos Dassid da Cunha

O Grande Problema no Brasil é a Desinformação do Povo

Sim, esse é o GRANDE problema no Brasil: A Desinformação do povo. Isso que impede a maioria de se dar conta da realidade dos Governos que governam o Brasil.

NA atual conjuntura, o povo NÃO APRENDE ou aprende de forma ERRÔNEA na Escola (especialmente depois que a Esquerda tomou o poder derrubando Fernando Collor de forma muito similar):

1)A diferença entre Direita e Esquerda política, de forma PROPOSITAL jamais é ensinada nas Escolas ou pela Grande Mídia.
2)Os Valores Morais são demonizados.
3)A Família é a tiranizada e não tem qualquer valor.
4)O Ser Humano vale tanto quanto um cachorro.
5)E a "Mentira e o Engano se tornaram sagrados".

Esses políticos e juristas "corruptos" saíram do povo, e no povo ninguém consegue dar o que não tem. Resultado: Povo e Políticos corruptos e incompetentes.

Nota: Toffoli é do PT, e foi advogado do sr. Lula no Escândalo do "Mensalão", e foi colocado no STF não por mérito próprio, mas por indicação do PT. E o PT sabe muito bem quem indica para estes cargos...

Seu voto: Nenhum
imagem de Alex Oliveira
Alex Oliveira

Viagem na maionese

Só para provar como esse texto do Nassif foi uma tremenda "viagem na maionese" (com direito a mostarda e ketchup), bem como de seus "leitores-comentaristas": estamos no dia 02 de fevereiro, muita água passou por baixo da ponte e nada do que foi falado aconteceu. E sem essa de que "o risco iminente existiu"!

Meu conselho é que, na próxima vez, viagem bem menos na maionese!

Nassif, Você pode muito mais que isso!

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Armado por Toffoli e Gilmar, já está em curso o golpe sem impeac

Postei agora há pouco, comentando uma matéria da Carta Capital sobre o ministro Gilmar Mendes, -que versa sobre a judicialização da política brasileira -, a importância de abrirmos a "Caixa Preta" do Judiciário brasileiro.

 

A matéria logo abaixo do Luis Nassif, sobre o golpe pensado pela direita brasileira, com apoio de parte dos juízes de direita no Brasil, só fortalece minha tese da urgência em abrir a tal "caixa".

 

Juízes que se vendem, que fazem do Supremo Tribunal Federal, bancada para expor à opinião pública brasileira seus juízos de valor sobre partido A ou B, políticos A ou B, é fascismo puro, além de autoritário e não ajudar em absolutamente nada o país.

 

Os Movimentos Sociais de todo o país precisam se preparar para garantir na rua a posse e o governo de Dilma Roussef. Vamos, para iniciar, colocar 200 mil pessoas na posse dia 1° de janeiro 2015.

 

Os Movimentos Sociais e os Trabalhadores e Trabalhadoras de todo o país, precisam entender o que está sendo articulado pela direita no Brasil e ir para as ruas, de forma clara e objetiva, não da forma de fomos em junho do ano passado - sem bandeira definida, sem organização e direção - por que assim, desorganizados e sem uma pauta definida podemos ser usados pelos conservadores como fomos no junho de 2013.

 

A clareza do Projeto que queremos para o país vai nos ajudar a defender o governo de Dilma Roussef.

 

Trabalhador e Trabalhadora, você encontra aqui no nosso blog - blog do professor Gilbert -, farto material de mídias alternativas sobre o que está acontecendo no país. A "grande" mídia não informa trabalhador e o povo. Desinformação, acomodação aos nossos interesses é que pregam de forma subliminar, a gente não percebe bem e, quando nos vimos, estamos defendendo interesses das elites achando que defendemos os nossos. Leia mais, leia material de mídias alternativas, temos centenas de blogs, revistas virtuais, jornais que são engajados na luta para melhorar o país para todos. Entenda isso, não vamos entrar na dos caras, o que é bom para eles, pode ter certeza, não é bom para o Povo.

Seu voto: Nenhum

Bugs e Sugestões diversas:

Bug: 1 ) - às vezes, não se pode ir aos posts do dia anterior, mesmo clickando em semana, mesmo clickando em mês. Procurei um comment q ele postou e hoje diz (no post de Hortencio) que sumiu do Multimídia do Dia. 2 ) - Gostaria tb. de resposta da Equipe sobre as sugestões de Layout pra destacar o link "Posts Recentes". É desgastante e chato (mais do q sou) eu repetir tais sugestões publicamente nalguma seção sob algum post-título. 3 ) - Tb. anteontem ou ontem, um participante usou termos como IDIOTA, PQP (apesar de eu ter sido extremamente delicado com ele, mas nunca aperto o botão de Denunciar usuário). Termos idênticos ás vezes são trocados em "debate" entre outros participantes. Isto afugenta a participação, creio q há um bocado de visitantes que por essas e outras, nunca se manifestarão, alguns poderiam trazer novos ares na linha editorial, mesmo; claro que outros trariam (daí uma regulamentação mais clara) inapropriedades, xingamentos. 4 ) - Não me incomodo de me chamarem de chato publicamente, é uma falha minha (não só por isto) a de bater em mesmas teclas e sob posts-títulos que pouco têm a ver. Reitero q até pra evitar essas chatices minhas ou de outros, um AVISO deveria ser mais claro, não precisa serem 10 Mandamentos. 5 ) - Por último, há comentaristas não cadastrados ou cadastrados que escrevem (como eu, outra falha) sem pensar duas vezes, e, mesmo depois de terem se dado conta da bobagem, não deletam - eu não deleto, só excepcionalmente, pq. acho boas pessoas exporem também seu lado não elogiável, é a pluralidade que existe nos seres humanos. - Receberei resposta privada? Ou pública? Pra mim, tanto faz. O que espero também criticas às sugestões e ao que aqui exponho. Humberto, Recife e Porto Alegre (NICKNAME).

Seu voto: Nenhum

"A fidelidade muitas vezes não passa de falta de imaginação " - Oscar Wilde

imagem de Joao Marcelo Patriota
Joao Marcelo Patriota

Mutreta no supremo II

Como dizia "Getúlio Vargas" :

Os interesses internacionais Subvencionarão brasileiros inescrupulosos, seduzirão ingênuos e inocentes. E em nome de um falso idealismo e de uma falsa moralização, dizendo atacar o sórdido ambiente corrupto, que eles mesmos, de longa data, vêm criando, procurarão, atingindo minha pessoa e o meu governo, evitar a libertação nacional e prejudicar a organização do nosso povo. Terei que lutar. Até quando resistirei? Se não me matarem, até que ponto meus nervos poderão agüentar? Uma coisa lhe digo. Não poderei tolerar humilhações"

 

Por isso acredito que os interesses de paises poderosos nao estao contentes de ver um povo brasileiro aguerrido, com orgulho de ser brasileiro. Ver uma PEtrobras forte e independente seria uma desgraça para as empresas de petroleo Anglo Americanas.

Por isso vejo tanto investimento contra a democracia, da mesma forma que ocorreu na epoca de Getulio Vargas.

Seu voto: Nenhum
imagem de Joao Marcelo Patriota
Joao Marcelo Patriota

Mutreta no supremo

Pode parecer neura de teoria da conspiração ala filme "Uma mente brilhante", mas na minha opiniao a CIA pode estar por tras disso.

Todos documentos foram digitalizados, portanto talvez tenham tecnicos nos EUA analisando os documentos para acharem muitos pelos em ovo.

O BRICS ter criado um banco foi um tiro na hegemonia americana. O investimento na campanha do Aecio foi uma quantidade absurda de dinheiro. 

Temos que orar pela nação, esta é minha esperança.

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de FabioT22
FabioT22

não vamos esquecer quem

não vamos esquecer quem indicou dias tofoli ? e joaquim barbosa, fux, ayres brito, eros grau, gurgel ???? alias seria dt um infiltrado ?

Seu voto: Nenhum
imagem de Luís Henrique Donadio
Luís Henrique Donadio

Olha, nunca vi contas de

Olha, nunca vi contas de campanha serem aprovadas sem o menor questionamento.

É a regra. Mesmo quando não há desonetidade alguma, há falhas técnicas, esquecimentos, extravio de documentos, desorganização, etc, etc, etc.

Seria um absurdo completo se problemas com contas de campanha impedissem a diplomação e a posse de qualquer governante. Não teríamos governo. Simples assim: não haveria prefeitos, presidente da república, deputados federais, vereadores, governadores de estados, senadores, deputados estaduais. Estaríamos vivendo sob a ditadura provisória e permanente do Poder Judiciário.

A que serve esta discussão absurda, senão para perpetuar o inconformismo dos derrotados?

Inexiste a possibilidade de golpe, como inexiste a possibilidade de impeachment (qual o "crime de responsabilidade" que teria sido cometido?), como inexiste a possibilidade de não diplomação por rejeição das contas de campanha.

Para desenhar:

O ministro Gilmar Mendes encontrará alguns problemas menores nas contas de campanha da presidente eleita. Como encontraria nas contas de campanha do Sr. Elienas Lucindo Ferreira Rocha, que concorreu a vereador no município de Alhandra, Paraíba em 2012 mas não foi eleito. Considerando que o ministro Gilmar Mendes tem julgamentos preconcebidos contra o partido da presidente eleita, é possível e até provável que vote pela rejeição das contas no seu voto.

Se o Ministro Gilmar Mendes votar pela rejeição das contas, o assunto irá ao plenário do TSE. O TSE é composto, neste momento, por seis ministros, havendo uma cadeira vaga. Os ministros são:

José Antonio Dias Toffoli (Presidente);
Gilmar Ferreira Mendes (Vice-Presidente);
Luiz Fux;
João Otávio de Noronha (Corregedor);
Maria Thereza Rocha de Assis Moura; e
Luciana Christina Guimarães Lóssio.

É provável que até o momento do julgamento da prestação de contas, o sétimo ministro já tenha sido nomeado.

Somente se quatro destes ministros votarem pela rejeição das contas é que estas serão rejeitadas.

A rejeição das contas não é empecilho para a diplomação e posse. Ela pode ser usada como embasamento para uma ação interposta pela oposição, no sentido de anular a eleição. Se a oposição fizer isso (de todo o processo, esta é etapa mais provável, mas mesmo assim depende do entendimento político da oposição a respeito de suas chances de ganhar a ação e depois de ganhar a eleição extraordinária), a ação será julgada pelo TSE (que nesse momento quase com toda certeza já contará com seu plenário completo), cabendo recurso ao STF.

A jurisprudência é de que a rejeição das contas, por si só, não constitui elemento para a anulação das eleições. É preciso que as irregularidades constatadas na análise das contas apontem para abuso de poder econômico, capaz de desequilibrar o pleito. No caso em pauta, considerando o enorme poderio econômico das duas principais candidaturas da oposição, é altamente improvável que as eventuais irregularidades na prestação de contas da campanha vencedora possam ser avaliadas como elementos de prova de abuso do poder econômico capaz de desequilibrar o pleito eleitoral.

A discussão deste assunto, sem levar em conta as enormes dificuldades jurídicas de contestar uma eleição com base na prestação de contas do candidato vitorioso, e as dificuldades políticas ainda maiores para montar um consenso, incluindo a cúpula do Judiciário e a cúpula do Legislativo, em prol da anulação da eleição, serve apenas para transformar um tema banal - a prestação de contas - em um tema político central, atrapalhando assim a montagem do novo governo e da sua pauta política.

Serve, assim, exclusivamente à oposição.

Seu voto: Nenhum
imagem de Zeza Estrela
Zeza Estrela

Luís Henrique, tem lógica

Luís Henrique, tem lógica suas colocações quando consideradas dentro da normalidade que todos nós esperamos e aspiramos, mas infelizmente não é esse o caso atual; qualquer um que tenha acompanhado a campanha (incluindo o episódio 'bizarro' da Veja) e os desdobramentos após o resultado, tem motivos de inquietação. 

Como já foi colocado aqui mesmo no blog o receio é que se tente jogar a Lava Jato dentro das doações da campanha de Dilma, ou pelo menos levantar suspeição sobre isso.

Pelas suas próprias colocações sobre a necessidade de 4 votos para rejeição das contas, se contarmos Gilmar Mendes, Luis Fux e a se confirmar a 'má intenção' de Toffoli, só aí já teríamos 3 votos. Quem pode garantir como votarão os restantes juízes e juízas?

Minha sugestão ao Nassif é que já que todos sabemos em que time Gilmar Mendes joga e do que ele é capaz, se não seria ideal tentar uma entrevista com o ministro Toffoli; sei que para os blogueiros isso é mais difícil do que para os veículos da mídia convencional, mas não custa tentar, né? :)

 

Seu voto: Nenhum
imagem de MARCELO santos
MARCELO santos

o MAIS IMPORTANTE é deter o

o MAIS IMPORTANTE é deter o AVANÇO do BOLIVARIANISMO no Brasil....as INTENÇÕES GRAMSCISTAS....sabemos que o PT e seus aliados não tem INTERESSE em seguirem com a DEMOCRACIA .....idiotas se fazem SOLDADOS petistas aos montes, lobotomizados pela CÚPULA do PARTIDO......mas CUIDADO...temos PATRIOTAS aqui, MILHARES e MILHARES.

Seu voto: Nenhum (8 votos)
imagem de Cintra Beutler
Cintra Beutler

Isso aí!

E vamos pedir intervenção militar, pedir aos Estados Unidos para invadir o Brasil, vamos lamber os coturnos dos mariners, vamos parar esse processo de cubanização e coreiadonortização dos malditos social-comuno-petralhas comedores de criancinhas, vamos distribuir livros do Olavo de Carvalho e dar revistas Vejas grátis nas escolas para que seja impedida a vermelhização comunista bolivariana do Brasil, vamos fazer bustos do Roger Moreira, Danilo Gentili e Lobão e colocá-los em praça pública!

Isso aí, meu patriótico defensor da moral e bons custumes dos homens de bem! Vamos à luta contra essa gente que quer sovietizar o Brasil. AAAAAAAhhhhhhh!!!

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Álvaro Noites
Álvaro Noites

Putz, um Olavista aqui!

Putz, um Olavista aqui!

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Nunca se pode esquecer que o

Nunca se pode esquecer que o mensalão começou com um vídeo dos correios do Roberto jefferson e acabou no colo do PT!

Por isso, não acredito em bruxas, mas que elas existem, EXISTEM...

Seu voto: Nenhum (4 votos)

"As notícias do PIG são cheias de: vírus, malwares, worms e spywares - você tem que ter muito cuidado para NÃO SER CONTAMINADO!"

"Os dois mais importantes dias em sua vida são o dia em que você nasceu e o dia em que você descobrir o porquê... - M

imagem de mario antonio bavaresco
mario antonio bavaresco

Graças a Deus que surgem

Graças a Deus que surgem estes homens iluminados.

Seu voto: Nenhum (12 votos)
imagem de Edilson 64%
Edilson 64%

Basta cumprir a LEI.....

Gostaria de entender:

A motivação do medo é a rejeição das contas de campanha?

Se esse é o problema é porque tem problema. Certo?

Não entendo tanta gritaria quando as pessoas se posicionam para fazer cumprir a LEI.

Tudo passa a ser interpretado como golpe!! Traição!! Antipetistmo!!

Basta CUMPRIR A LEI..... será que é muito difícil isso para um PETISTA??

Neste caso o governo pode mandar um urgente projeto para alterar a lei eleitoral permitindo o “caixa dois”, o “recurso não contabilizado”.... assim como fez na LDO... fica fácil.   

A capacidade de imaginação é incrível dessa turma.

Seu voto: Nenhum (18 votos)
imagem de Paulo A P
Paulo A P

Vivem na lua

Caro edilson golpista e partidários de 64, esqueçam o golpe militar, não há espaço pra isso na agenda global. Voltem pra terra e especialmente para o Brasil. Aqui a corrupção é endêmica desde o inicio e em todas as esferas, não existe partido honesto, NEM UM, caixa dois é regra. O que mudou, foi que, agora, temos mais investigação e ao menos se começa a punir alguns culpados "de cima", só isso. Já na "parte de baixo" houve uma melhorazinha. Se vcs são dessa parte baixa, sejam gratos, se não, sejam caridosos, já se deu e se dá muito dinheiro aos ricos desse país. E, por favor, trabalhem e tentem dar exemplo de honestidade, porque até agora só morador de rua e funcionário da limpeza tem dado! Se não entenderam não sejam mal educados, se informem mais, leiam mais e se esforcem mais.

Seu voto: Nenhum
imagem de Cintra Beutler
Cintra Beutler

Leia de novo

"A motivação do medo é a rejeição das contas de campanha?"

Não, gênio. Seu raciocínio raso e a sutileza da estratégia golpista te levam a essa conclusão. O fato não é a rejeição das contas de campanha. O fato é que esse é mecanismo unilateral, que visa não o cumprimento estrito da lei, é uma manobra que visa isolar as contas somente do PT para justificar a legitimidade de um movimento golpista travestido de legalidade. Esse é exatamente o estratagema para envernizar de legalismo o real intento que é atrapalhar a posse de Dilma. Parece que você não entendeu o texto.

Vou explicar pra você entender: é justamente nisso que consiste o golpe. A Operação Lava Jato, se é que você se dá ao trabalho de ler a respeito, não visa investigar exclusivamente as empresas que financiaram a campanha do PT. Até porque pelo menos 6 das empreiteiras investigadas forneceram verbas para a campanha de Aécio Neves e o PSDB, o segundo colocado nas eleições. É o uso político e interesseiro da possibilidade de rejeição das contas de campanha do PT e a associação exclusiva da Lava Jato com a campanha do PT de que se trata o golpe.

Isso porque, gênio, as contas do PSDB deveriam ser rejeitadas do mesmo modo, pelos mesmos motivos. E a imprensa, que parece que é de onde você se informa exclusivamente, só informa um lado da questão que é exatamente esse que eu te expliquei.

Só que a sua malícia e moralismo seletivos não o permitem ver além do cabresto que você usa.

---------------------------------------------------------

"Basta CUMPRIR A LEI"

Sim, e para que ela se cumpra é necessário impugnar as contas de campanha de pelo menos mais três partidos que disputavam a corrida presidencial.

------------------------------------------------------

"A capacidade de imaginação é incrível dessa turma."

Seria imaginação mesmo se essa mesma manobra não tivesse sido usada em outros países com fins de derrubada de poder, como no Paraguai.

--------------------------------------------------------

Continua aí lendo a Veja e assistindo ao JN te mostram. É o máximo que vai conseguir.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Generoso e inocente...

Caro Cintra, para esta gente "nem desenhando adianta", eles não têm a menor condição de entender qualquer coisa. E também pra que se a VEJA já manda tudo mastigado? 

Seu voto: Nenhum

Generoso e inocente...

Caro Cintra, para esta gente "nem desenhando adianta", eles não têm a menor condição de entender qualquer coisa. E também pra quese a VEJA já manda tudo mastigado? 

Seu voto: Nenhum
imagem de Paulo A P
Paulo A P

Cintra, parabéns!

Cintra, parabéns! Resposta concisa e crítica, típica de quem consegue ler a realidade e interpretá-la fora "da caixa".

Seu voto: Nenhum
imagem de luis claudio fernandes
luis claudio fernandes

Golpe????????????

Não cumprir a lei, é a mesma coisa que matar sem causa, e não ser preso. Tenho a certeza que se esquecerem partidos políticos, e julgarem os homens, seja de qualquer partido, cumprindo a lei doa a quem doer. Não é golpe tirar do poder pessoas que não querem cumprir a lei. O país está dividido sim, 30% das pessoas votantes, e que não votaram em nenhum dos dois partidos(PSDB e PT) representam muito, e esses representam um terço que são contrários ao que está aí. E se eles são contrários, se somam de qualquer maneira aos que são contrários, e votaram em Aécio, pois se aceitassem o PT votariam na Dilma.

 

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Cintra Beutler
Cintra Beutler

Mais um gênio...

Mais um que não entendeu o mote real do que o Nassif chamou de golpe. "Não é golpe tirar do poder pessoas que não querem cumprir a lei." Concordo com você, mas, novamente, vou explicar que o ponto não é esse. Esse é o lastro de legalidade que traveste as reais intenções da oposição e do nada imparcial GM. Querer anular as eleições se valendo de um artifício disfarçado de legalismo e que oculta o intento verdadeiro, que é a derrubada de poder, pode ser chamado de golpe, sim. Isso porque ainda que se valham desse artifício, essa eventual rejeição das contas da campanha petista por conta de uma suposição da origem incerta dos financiamentos, com a quase certa vinculação, por parte de GM e da imprensa, dos resultados da Lava Jato exclusivamente com a campanha do PT, tal instrumento deveria se estender aos outros partidos que, como mostrado em outros veículos, que não a imprensa tradicional, mostram que houve financiamento para o PSDB, por exemplo, por parte das empreiteiras investigadas. Assim como foi o PT. Desse modo, partindo desse pressuposto: a rejeição das contas embasada na suposta ilicitude da origem do dinheiro para a campanha do PT, também deve ser aplicada às contas de campanha de pelo menos mais 2 partidos, notadamente o PSDB e o DEM, que TAMBÉM tiveram as campanhas financiadas por empresas mencionadas em depoimentos e documentos da Lava Jato. Assim, é chamada de golpe tal manobra pelo simples fato dela objetivar uma ÚNICA campanha: a do PT. E para que não se levante suspeição da legalidade do golpe, o pano de fundo é justamente esse que foi mencionado. Pouco importará para GM e a imprensa saber que outras campanhas de outras siglas também foram lubrificadas pela mesma fonte. Os direcionamentos suspeitos por parte de Tofolli e GM indicam que há algo no mínimo estranho nesse sentido. Deu pra entender o porquê agora?

Seu voto: Nenhum
imagem de Fabio Nogueira
Fabio Nogueira

Ótimo...

Seja um impeachment por improbidade administrativa no Congresso, exatamente dentro da lei e como aconteceu com Collor, seja um impedimento por falta de clareza na prestação de contas (exatamente dentro da lei também), o fato é que o país poderá finalmente se ver livre dessa quadrilha que ocupou os altos postos do país e vem dilapidando a economia, as empresas públicas, as contas nacionais, as obras de infra-estrutura, etc.

Tirar gente corrupta e desonesta do governo não é golpe. A própria constituição prevê isso. Trata-se de moralização pública. Tiramos Collor. É hora de tirar Dilma

Seu voto: Nenhum (28 votos)
imagem de Cintra Beutler
Cintra Beutler

Adorei a sua clareza

Nobilíssimo comentarista néscio: sabia que o partido do segundo colocado nas eleições para presidente, o PSDB, também é alvo das investigações da Lava Jato? Pois é!

Até esse partido ilibado, probo e honesto que você não mencionou, recebeu dinheiro de empreiteiras investigadas. Assim como as que financiaram a campanha do PT. Não é incrível?

Dê-se ao trabalho de reler o artigo (parto do pressuposto que leu ao menos uma vez) para ver se entendeu direito o que foi colocado.

Mas concordo com você:

"Tirar gente corrupta e desonesta do governo não é golpe."

E quem se salva da lama da corrupção e da desonestidade? Pode dar um exemplo claro, ó guru?

Seu voto: Nenhum (14 votos)
imagem de altamiro
altamiro

se mulplicarmos um pouco

se mulplicarmos um pouco esses quase seiscentos

comentaristas, fromaríamos uma boa base de

resistencia a esse golpe absurdo.

ou já formamos?

Seu voto: Nenhum (9 votos)

se fosse participante a dizer isso aki seria tido c/ troll

http://jornalggn.com.br/blog/antonio-ateu/entrevista-rui-falcao-vai-de-r... qui, 20/11/2014 - 21:56  - Se "a direita"  do blog - expressão q já vi de ultraativista e benquisto participante, do qual às vezes discordo - quando tenho saco de elr - e silencio. Noutras palavras, há exceções q manifestaram mesma opínião ou hipótese,expulsar, usei re- centemente expressão de Brizola, o PT precisa ser lavado,e "com soda cáustica".Triste é ver coroinhas de uma irmandade q não vê a fraqueza de um Emir Sader, idolatrado pelo baixo clero simpatizantes, seja petista, seja esquerda (e me situo entre as esquerdas,se me rotularem disso e daquilo... acho divertido - devem achar o mesmo tb). Laritas.

Seu voto: Nenhum (1 voto)

"A fidelidade muitas vezes não passa de falta de imaginação " - Oscar Wilde

imagem de Martha
Martha

FORA DILMA

Que caia Dilma e PT juntos, fora do Brasil. Chega de corrupção e desmandes.

Seu voto: Nenhum (35 votos)
imagem de olivires
olivires

esse discurso é muito

esse discurso é muito parecido com o de 1964, contra jango e seu "comunismo".

será que para tirar um governo eleito do poder é necessário sacrificar as instituições e o processo democrático?

aceite a decisão das urnas e trabalhe mais pelo seu candidato nas próximas eleições (a proposta dele era um retorno ao neoliberalismo de fhc).

mas o pt é tão pior assim que os outros partidos, como panfletam as revistas semanais?

ou será que o projeto de pais independente é que incomoda aqueles que alardeiam tanta "corrupção".

psdb falando de corrupção (mala de dinheiro para comprar reeleição, privataria); demos falando de corrupção (mensalões e coronéis); famílias donas da mídia corporativa falando de "liberdade da imprensa".

dá pra acreditar nesse discurso tão parecido com o da golpista udn, nos recentes anos 1960?

a história se repete como farsa, para aqueles que não a conhecem.

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de samnema
samnema

Não seria um peso da consciência que atingiu Tofolli.

Talvez a não diplomação seja uma salvação para o pais, imaginem se as investigações que ocorrem la fora ( USA - Alemanha _ Holanda e sei la mais qual ) vierem a condenar nossos governantes e comparsas por crime de corrupção ou sei la o que, vamos virar piada internacional por causa de uns poucos. è justo isto?

Seu voto: Nenhum (22 votos)
imagem de Álvaro Noites
Álvaro Noites

Injusto é tapetão por parte

Injusto é tapetão por parte de DERROTADOS democraticamente.

Agora, defesa de golpe fazendo-se uso de trolls é mau-caratismo mesmo.

Seu voto: Nenhum (17 votos)
imagem de edwardk
edwardk

Tapetão com LDO vale?

Tapetão com LDO vale?

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Sergio l
Sergio l

Então se é  assim, já viramos

Então se é  assim, já viramos piada internacional faz tempo. Lembra do tribunal suiço que mandou pra cá cópias do processo em que brasileiros ilustres receberam propinas? E que forM devidamente esquecidas na gaveta de um prucurador.

Seu voto: Nenhum (15 votos)
imagem de Clever Mendes de Oliveira
Clever Mendes de Oliveira

Para haver o impeachment o conluio teria que ser no PT

 


Dario Achkar (quarta-feira, 19/11/2014 às 20:15),


Antes de mais nada achei um texto muito fraco de Luis Nassif que na melhor das hipóteses deve ser tomado apenas como mexerico da candinha e ainda assim é bem destruído pela Conversa Afiado, que é muito criticado como não sendo um blog eclético como o seria o de Luis Nassif.


E vim de elogiar o Luis Nassif pelo ótimo post “A guerra dos “malacas" da real politik contra Dilma” de segunda-feira, 17/11/2014 às 12:23, como se pode ver em meu comentário enviado para ele segunda-feira, 17/11/2014 às 14:27, e que se encontra na segunda página do post no seguinte endereço:


http://jornalggn.com.br/noticia/a-guerra-dos-%E2%80%9Cmalacas-da-real-politik-contra-dilma?page=1


Então como um post fraco não creio que valeria a pena criticá-lo. É perda de tempo, e que só servirá para que o post atenda o único objetivo a que ele pode destinar-se sem que se o possa criticar por isso, qual seja criar polêmica e encher-se de comentários.


Sou desconfiado dos sorteios do STF. O mais importante deles, indicou o ex-ministro Joaquim Benedito Barbosa Gomes como relator do julgamento da ação Penal 470 e o ministro Enrique Ricardo Lewandowski como ministro revisor. Dificilmente teríamos conseguido o que se conseguiu como o julgamento da ação Penal 470, se não estivessem na relatoria e na revisão respectivamente o ex-ministro Joaquim Benedito Barbosa Gomes e o ministro Enrique Ricardo Lewandowsk. A nova interpretação do crime de corrupção, que equipara o crime de corrupção ao crime de caixa dois (aumentando a pena do crime de caixa dois sem precisar aprovação do Legislativo), dando a ao crime de corrupção caráter de crime formal que necessita apenas que o funcionário público que tenha na sua área de atuação poderes suficientes para praticar algum ato sobre o qual haja suspeição receba vantagem indevida, então digo, a nova interpretação do crime de corrupção só foi obtida com a experiência de Joaquim Benedito Barbosa Gomes como uma espécie de promotor na esfera federal e com a lapidação que Enrique Ricardo Lewandowski, com a experiência de professor e de juiz, fez na sessão de julgamento da Ação Penal 470 de 20/09/2012, como pode ser vista no endereço a seguir:


http://www.youtube.com/watch?v=m6uyOzTG2T8


Há, entretanto, um defeito neste post de Luis Nassif “Armado por Toffoli e Gilmar, já está em curso o golpe sem impeachment” de terça-feira, 18/11/2014 às 08:20, e que consiste em não ter apontado para a única possibilidade de prosseguimento do intento de impeachment. Para que haja o impeachment, a decisão terá que passar do TSE e ir até ao STF. E mesmo no TSE, a intenção do impeachment só prosperará se tiver havido algum conluio da banda podre do PT que não quer a Dilma Rousseff como presidente. Disse banda podre porque este grupo estaria fazendo tudo de modo irregular para tirar a presidência da Dilma Rousseff. Então falar no conluio de Toffoli e Gilmar (Mesmo se houver ele de pouco serve) serve apenas para esconder o conluio (se é que houve) muito mais nocivo, pois se ele ocorreu o impeachment seria inevitável.


Clever Mendes de Oliveira


BH, 19/11/2014

Seu voto: Nenhum

Correção de informação

Prezado Senhor,

Lendo seu texto, de qualidade ímpar, sugiro que seja corrigida a seguinte informação:

"Com o poder de investigar as contas, Gilmar poderá se aferrar a qualquer detalhe para impugná-las. Impugnando-as, não haverá diplomação de Dilma no dia 18 de dezembro."

É que a simples impugnação das contas ou mesmo a sua rejeição pela desaprovação, não impedirá a diplomação da Presidente eleita, sendo necessária uma ação eleitoral (Representação pelo art. 30-A, AIJE ou AIME) para que ela viesse a perder o mandato no futuro, caso julgada procedente por todo o TSE.

A única hipótese de Dilma não ser diplomada é se ela não apresentar as contas, o que, certamente, não ocorrerá.

Muito obrigado pela atenção!

 

Seu voto: Nenhum (2 votos)

tem uma versão nova no Conversa Afiada

olhando o Conversa Afiada, encontro uma nova versão para o caso:

 

"Segundo fontes do Conversa Afiada, não houve conluio entre Toffoli e Gilmar, para que este, republicanamente escolhido por FHC, fosse o relator das contas do PT.


(Como se sabe, a história de vida de Toffoli se distingue bastante da de Gilmar.)

Diante da omissão da Casa Civil, Toffoli procedeu de acordo com o regulamento: fez um sorteio.

SORTEIO !

E deu Gilmar.

A apreensão de Nassif com um Golpe deve se tomada também nos seus devidos termos.

Quem disse que Gilmar, com certeza, vá vetar as contas da Dilma?

Vai impedir que ela assuma no dia 1º. de janeiro?

E quem disse que a relatoria do Gilmar será aceita pela maioria do TSE?

Toffoli tem vinte anos de Ministro do STF pela frente.

Não se permitiria cair num deslize dessa gravidade: dar um Golpe de Estado.

O Conversa Afiada revê a sua posição.

E, com todo o respeito e admiração, discorda frontalmente do Nassif – e de suas respeitáveis fontes de informação.

Paulo Henrique Amorim"

 

http://www.conversaafiada.com.br/brasil/2014/11/19/nao-e-bem-assim-nassif-toffoli-nao-errou/

 

Será?

 

De qualquer forma, os dados andam meio viciados no STF... 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

Francamente:1. ACreditar que

Francamente, acreditar que

1. Gilmar não trabalhará pela rejeição das contas

2. foi mera coincidência o "sorteio" dos dois principais processos (dentre centenas do Naves) terem caído com o Gilmar Mendes

3. o sorteio foi mera concidência, quando o regime interno do TSE mandava passar os processos para o juiz da mesma classe

4. havia atraso na distribuiçào, que ocorreu apenas oito horas úteis após o final do mandato do Henrique Neves...

é demais.

Com todo respeito. 

Seu voto: Nenhum (19 votos)
imagem de Abdias
Abdias

Quem não deve, não teme!

Por que o temor com o ministro Gilmar Mendes? Há alguma coisa para se preocupar, por acaso? Quem não deve, não teme........

Seu voto: Nenhum (6 votos)
imagem de Ricardo S
Ricardo S

Como se vc não soubesse quem

Como se vc não soubesse quem é Gilmar Mendes Henrique Cardoso...

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Abdias
Abdias

Quem não deve, não teme! Por que tanto nervosismo?

Repetirei a pergunta: Há algo para se esconder? Por que tanto nervosismo? 

Seu voto: Nenhum (2 votos)
imagem de Ivan de Union
Ivan de Union

Nassif, tem outra

Nassif, tem outra "coincidencia" que todo mundo ta esquecendo:  Nem no Brasil ela estava!

Dilma estava na Australia!

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de EUSTAQUIO SOUZA
EUSTAQUIO SOUZA

golpe

Caro Luis Nassif, não foi possível deixar de ver a parcialidade com é tratada as ações desse governo. por qual motivo eu devo duvidar do meio eletrônico de distribuição dos processos no STF. e acreditar por exemplo na lisura da apuração das eleições no Brasil? Os meios de distribuição estão sendo usados para distribuir os processos de todos os brasileiros e não tem empresa da Venesuela no comando como é o caso do controle das urnas eletrônicas. Como posso acreditar que uma empresa comandada pelo um governo que é considerado pelo resto do mundo como ditatorial "menos pelo PT." que por todos os lugares que passou formou essa vitaliciedade que a meu ver é nocíva à Democracia mas que é vontade expressa do PT? Me ajude preciso entender o porque que mesmo o resto do mundo falando contra, eu devo dar créditos ao governo que tem deixado clara a intenção de acabar com a alternância que a meu ver é um dos pilares da Democracia? Aguardo resposta

Seu voto: Nenhum (1 voto)

de fato...

o fato de o impedimento da posse não ser um processo tão simples, não apaga as coincidências exdrúxulas dessa história...  a celeridade na distribuição (e no encaminhamento que Gilmar Medes deu ao processo), além da coincidência do sorteio de fato deixam muitas dúvidas sobre estes acontecimentos... 

 

tem coisa aí...

Seu voto: Nenhum (3 votos)

Rejeição de contas não impede que o presidente tome posse.

Nassif, a decisão é colegiada e é difícil que a maioria encampe esse suposto entendimento do Gilmar. E por que? Porque seria uma decisão inédita na jurisprudência. Rejeição das contas não impede que o presidente tome posse.

Seu voto: Nenhum (5 votos)
imagem de Edgar Costa
Edgar Costa

Por que golpe?

Caso Gilmar Mendes julgar improcedentes as contas de Dilma, devido a provas cabais, como acreditar em golpe?Todos nós sabemos que há grandes chances do Petrolão ter financiado a campanha dela. Ora, caso seja provado, ao impugnar a cadidatura da Presidente, ele não estaria cumprindo a lei? Seá que fosse o próprio Toffoli , ou qualquer outro ministro, que averiguasse irregularidades e impedisse a diplomação, também seria um golpe?Acredito que o cumprimento da lei não pode ser julgado como golpismo.

Seu voto: Nenhum (18 votos)
imagem de Fabio Nogueira
Fabio Nogueira

Exatamente. O que seria golpe

Exatamente. O que seria golpe é o Supremo descumprir um dispositivo constitucional e deixar de utilizar fatos  comprovados para impedir um governo de continuar a espoliar a nação. Collor foi impedido por ter armado um esquema de corrupção. O governo Dilma segue pelo mesmo caminho. E tudo isso está dentro da lei e representa o melhor do Estado de Direito

Seu voto: Nenhum (3 votos)
imagem de josé adailton
josé adailton

Ricardo Noblat

 

http://noblat.oglobo.globo.com/meus-textos/noticia/2014/11/com-medo-de-q...

Com medo de que haja irregularidades nas contas de campanha de Dilma, PT inventa o fantasma do golpe

..........................................................................................................................................................................................

O PT acionou sua rede de blogueiros chapa branca para disseminar nas redes sociais o fantasma de um golpe planejado por Tóffoli para que as contas da campanha de Dilma sejam rejeitadas. Assim ela não poderia ser diplomada no próximo dia 18.

..............................................................................................................................................

Se as contas de Dilma estão em ordem por que o medo do PT e do Ministério Público Eleitoral de que elas sejam relatadas por Gilmar?

Como relator, Gilmar só tem o próprio voto. Que será submetido ao exame dos demais ministros do TSE.

Seu voto: Nenhum (1 voto)
imagem de Ricardo S
Ricardo S

O Noblat mudou sua estratégia

O Noblat mudou sua estratégia em relação a Toffoli?

Seu voto: Nenhum

O Noblat é um jornalista

O Noblat é um jornalista leviano, 

Seu voto: Nenhum (5 votos)

Explicação para os atos de Toffoli e as chances de Dilma

Blog da Cidadania


 

toffoli

 

 

Segundo as lendas, o presidente do TSE, José Antonio Dias Toffoli, teria se irritado com a presidente Dilma por ela não ter reconduzido ao cargo naquela Corte o ministro Henrique Neves e, em retaliação, entregou a apreciação das contas de campanha da petista ao notório desafeto do PT Gilmar Mendes, também membro do TSE.

Mendes tem se notabilizado por decidir sistematicamente contra o PT seja qual for o caso envolvendo o partido que chegue às suas mãos. Além disso, esse ministro vive dando declarações públicas contendo ataques ao PT. Desse modo, e dado o clima político tenso que vive o país, o que se espera é que ele dê um jeito de reprovar as contas de Dilma.

Houve, então, difusão da informação de que, se isso ocorrer, a presidente Dilma não será diplomada e, assim, estaria aberto, automaticamente, um “processo de impeachment”.

Antes de entrar no assunto, vale esclarecer que as informações que darei a seguir foram obtidas na tarde de 3ª feira (19) junto à fonte mais confiável que se possa imaginar. E, claro, não darei pista alguma de que fonte é essa, mas posso garantir que é muitíssimo confiável.

Em primeiro lugar, não procede a informação de que Toffoli entregou as contas do PT ao único ministro que com certeza arrumará pelo em ovo simplesmente porque Dilma, então fora do país, não reconduziu Neves ao cargo imediatamente.

Vejamos o caso de Toffoli. Entre 1995 e 2000, foi assessor jurídico da liderança do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados. Também foi advogado do PT nas campanhas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 1998, 2002 e 2006. De janeiro de 2003 a julho de 2005, exerceu o cargo de subchefe da área de Assuntos Jurídicos da Casa Civil da Presidência da República, durante a gestão de José Dirceu. Em março de 2007, foi nomeado Advogado–Geral da União por Lula, função que exerceu até outubro de 2009, quando o ex-presidente o indicou como ministro do STF, em substituição ao ministro Carlos Alberto Menezes Direito.

Quando Dirceu foi apeado do cargo de ministro-chefe da Casa Civil devido ao mensalão, em 2005, Dilma assumiu seu posto e exonerou Toffoli, que ficou sem cargo no governo até 2007, quando foi convidado por Lula para ser o AGU e depois, em 2009, para assumir a vaga no STF.

Em resumo: Toffoli não gosta de Dilma por tê-lo exonerado da Casa Civil em 2005, após Dirceu perder o cargo.

Com o presente que Toffoli deu ao PSDB ao entregar a um dos maiores inimigos do PT as contas de campanha de Dilma, imediatamente o ministro começou a trilhar o caminho já trilhado por Joaquim Barbosa. A trajetória de ambos vai ficando muito parecida.

Barbosa, como Toffoli, chegou a ser considerado um despachante de Lula no STF – a direita não acreditava que Lula nomearia ministros do STF independentes até que Barbosa, decidido a se tornar “popular”, possibilitou a condenação sem provas de alguns réus do mensalão, como Dirceu.

Com Toffoli, o roteiro está se repetindo. Pela sua trajetória supracitada, foi considerado outro braço de Lula no STF. A imprensa tucana, assim como fez com Barbosa, fustigou Toffoli por anos. O blogueiro da Globo Ricardo Noblat chegou a relatar um episódio de discussão entre ambos em uma festa e deu detalhes pouco abonadores ao ministro, como o de que teria se embriagado e dado escândalo.

O fato é que Toffoli, decidido a se “reabilitar” como Barbosa, aproximou-se de Gilmar Mendes e companhia.

O novo Toffoli, agora reabilitado, já foi até levado ao programa Jô Soares na madrugada desta 3ª feira. Na entrevista, endossou a tese da PEC da Bengala, que pretende estender para 75 anos a idade de aposentadoria de ministros do STF a fim de retirar de Dilma a possibilidade de nomear mais 5 ministros para aquela Corte até 2018.

Eis a verdadeira motivação de Toffoli para atacar o partido a que serviu um dia: não gosta de Dilma, quer ficar amiguinho da mídia e da classe média como Barbosa e sonha em ficar mais 28 anos no STF em vez de mais 23.

Agora, uma boa e uma má notícia. Segundo minhas fontes, não procede a informação de que Dilma não será diplomada caso Gilmar Mendes encontre um pelo no ovo de suas contas de campanha. Haveria a diplomação e o processo de impedimento não seria automático, mas qualquer pedido nesse sentido terá chance de êxito.

O roteiro do golpe é simples. Dilma não pode ser impedida de assumir o segundo mandato, mas esse mandato estaria sujeito a questionamento.

O PSDB, claro, pedirá o impedimento dela por suas contas terem sido reprovadas, ou parcialmente reprovadas. A tendência do TSE, com Toffoli ao lado dos ministros Gilmar Mendes, João Otávio Noronha e Luiz Fux, todos antipetistas, daria maioria ao golpe em um colegiado de sete pessoas.

Haveria, porém, um recurso do PT ao TSE arguindo suspeição de Mendes dado o largo histórico de ataques verbais públicos desse ministro ao PT, facilmente comprovável. Nesse ponto, a verborragia dele poderá ser útil ao seu alvo petista. Contudo, essa discussão vai acabar mesmo no STF, presidido por Ricardo Lewandowski.

O poder do presidente do STF é a pauta, mas em um caso dessa gravidade não haveria como um pedido do PT contra a rejeição arbitrária e politicamente motivada de suas contas não ir para o topo da pauta, de modo que esse poder não ajuda muito.

Por conta disso, o risco que o Brasil corre é o de o segundo mandato de Dilma começar com essa espada de Dâmocles sobre sua cabeça, tendo que lutar por seu mandato no Supremo. Mesmo que a nova composição daquela Corte impeça o golpe, a economia brasileira irá se ressentir, o que pode aumentar o desemprego e reduzir salários, criando clima para mais golpismo.

Esses são os fatos, goste-se deles ou não. Mas vale refletir que o golpismo destro-midiático irá ferir, antes de qualquer um, a sociedade brasileira. O povo irá pagar pelas estratégias golpistas da mídia, do PSDB e companhia limitada. E o mais irônico é que muita gente que irá sofrer com esse abalo do país a esta hora está comemorando o próprio infortúnio futuro.

http://www.blogdacidadania.com.br/2014/11/explicacao-para-os-atos-de-toffoli-e-as-chances-de-dilma/

 

Seu voto: Nenhum (1 voto)

webster franklin

Comentar

O conteúdo deste campo é privado e não será exibido ao público.