Globo comanda a marcha da insensatez nacional, por Luis Nassif

Por Luis Nassif

As Organizações Globo tornaram-se uma estrutura tão sem-noção, inclusive sobre seu poder de influência, que fica-se sem saber o que pretende com essas entrevistas com candidatos no Jornal Nacional. É de uma irresponsabilidade a toda prova, desde a forma de tratar os entrevistados até a intenção explícita de criminalizar mais ainda a política.

Ontem, a entrevista com Geraldo Alckmin foi o ápice dessa estratégia anti-jornalística. O PT comemora quando o PSDB é atacado. O PSDB comemora (e conspira) quando o PT é poder. Ambos celebram quando o alvo é Ciro Gomes ou Marina. Que tiram suas casquinhas quando o tiro é disparado contra adversários.

Não se dão conta, todos eles, que o alvo central da Globo é a política. Sua obsessão em criminalizar alianças políticas – sabendo que são essenciais para garantir a governabilidade do eleito -, sua ênfase única em denúncias e suspeitas, seu desinteresse em discutir propostas, sua arrogância, de se apresentar como a representante maior dos eleitores, tudo isso têm um efeito fulminante sobre a imagem da política.

O que querem? Entregar o país a Bolsonaro? Eleger um candidato sem alianças, sem governabilidade, para ser melhor manobrado?

As entrevistas atropelam regras mínimas de entrevistas. Nelas, cabe aos entrevistadores buscar o maior número possível de informações dos entrevistados. Consegue-se isso com perguntas objetivas sobre temas relevantes. E, principalmente, com a educação de não utilizar o entrevistado como escada para se promover, sendo senhores do espaço e do tempo do programa.

Leia também:  Não são as urnas quem definem as eleições, mas sim o sistema, por Armando Coelho Neto

Em todas as entrevistas sobressaíram perguntas longuíssimas, pegadinhas, com a intenção objetiva de encurralar os convidados e nenhuma objetividade para extrair o que mais importa para o eleitor: as propostas de campanha.

O que pretendem? Consagrar Bolsonaro? Ele foi o único que escapou do bom-mocismo de não confrontar os donos da casa. E venceu o debate. Afinal, ele representa tudo o que a Globo considera virtude na política: não faz alianças, é de uma sinceridade brucutu nas suas posições.

Não é necessário nenhum tirocínio em especial para prever o que seria o governo Bolsonaro. Ao menor embate com a política – ou com a mídia – convocaria imediatamente as Forças Armadas. Até agora elas não se imiscuíram na política porque não foram convocadas pelo chefe maior, o Presidente da República. É um fio tênue de legalidade que impede sua volta, ante a desmoralização completa das instituições, Judiciário, Executivo, Legislativo e MÍDIA.

Os valentes da Lava Jato, do Judiciário, da Procuradoria Geral da República – e da mídia -, imediatamente se recolheriam ao primeiro toque de clarim.

Será que os gênios que definem a linha editorial das Organizações Globo não têm noção do que estão plantando? Ou julgam que criminalizando todos os políticos, mostrariam isenção? Não querem mostrar isenção, querem mostrar poder, um poder que os coloca acima do Executivo, que os permite manobrar o Judiciário e a Procuradoria Geral da República. O que pretendem não é a isenção, é se colocar como um poder maior, acima da política, dos partidos e dos candidatos. Por acaso julgam que sairiam incólumes do caos nacional que se seguiria à desmoralização final da política?

82 comentários

  1. REspondendo a última pergunta

    REspondendo a última pergunta = Claro que a família Marinho já sabe e antemão que se sairia muitíssimo bem. Perderiam a Globo, mas tudo na vida tem um fio, nada é eterno. E além do mais eles veem a ‘saga’ dos Civittas = deixam pros empregados as migalhas, se muito, e saem livres e bilionários. Acho que nossa elite ligou um foda-se geral – vejam a simbologia de um STF votar na mesma semana seu aumento salarial na base da chantagem com um presidente que não passa de um cadáver político e depois votar pró terceirização . Bem, isso não é coisa do Brasil = a elite alemã abandonou seu povo após a primeira guerra mundial. Bem, o resto é história – e das mais macabras. 

  2. Já tem um vice militar

    Nassif,

     

    já tem um vice militar. Não demora para o General mandar o Capitão pro mato.

  3. RESPONDENDO AO FRANCI

    MAS NÃO ADIANTA GANHAR SETECENTOS MIL, FRANCI, DEPOIS DE LEVAR UM TIRO NO MEIO DA CARA….e uma hora isso acontece e vão criticar a violência…HIPÓCRITAS QUE SÃO

  4. Terminou agora há pouco a

    Terminou agora há pouco a entrevista com Marina Silva. O mesmo tom inquisitório, a mesma empáfia dos entrevistadores, a mesma pauta rasa e centrada na criminalização dos atores e da práxis política. Enfim, o mesmo anti-jornalismo e o mesmo desserviço ao processo democrático. Só faltou a palmatória à disposição dos aprendizes de Torquemada para castigar o(a)s infiéis, digo, entrevistado(a)s. 

     

  5. Ridículo!

    Comportamento lamentável dos entrevistatores nos quatro casos. Não serviu para nada além de mostrar que todos os políticos têm seus mal feitos e nem deveriam concorrer. Saiu-se melhor o Bolsonaro porque mais acostumado com a truculência e o comportamento brucutu.

  6. Já faz um tempo (os últimos

    Já faz um tempo (os últimos seis meses) que a Globo demonstra estar perdendo o controle sobre a narrativa do que está acontecendo no Brasil.

    Um dos principais braços do golpe, a rede Globo parece estar ficando sem ideias, principalmente quando se trata do candidado Bolsonaro, o animal favorito do fascismo nacional. Se o capitãozinho for eleito, está ferrada, pois vai ser difícil ficar encima do muro enquanto o país é devastado por sua corja.

    Se Lula estivesse solto e ganhasse, a esquerda em geral iria exigir represálias contra essa corporação criminosa. O candidato da Globo era Alckmin, mas o sujeito é tão medíocre que não consegue nem 10% de intenções de voto.

    A Globo está desnorteada, sem saber o que fazer. E isso é ótimo. Se desse caos todo, tivermos a rede Globo diminuída (ou, que deus queira, destruída), o golpe e toda sua tragédia não terão sido em vão.

    • Fake é ela.
      Depois que a Globo anuncioui a obrigatoriedade de se cumprir a liminar da ONU como fake news, ela escorregou ainda mais na própria mentira.

      De um modo geral, já há alguns anos, a credibilidade da Globo caiu e vem caindo mais, lhe restando as chantagens..

      Perdeu o protagonismo devido ao desmascaramento das redes sociais que magalomaníaca que é, pois representa a cabeçà de seus donos, acha que ainda tem. Delira!

      Por fim, jamais poderiam prever Lula tão consolidado na liderança enquanto preferência do eleitorado após a fajuta condenação e a prisão ilegal e, pasmaram, Lula com uma liminar obrigatória da ONU garantindo a participação nas eleições!

      Nunca nos piores quadros pensados pelo golpismo isso aconteceria.

      O inesperado puxou o tapete. Sim, o jogo político começou depois da liminar. Globo nunca poderia imaginar que o PT iria seguir em frente, que Lula iria lutar e ganhar moralmente.

      (Mudaram a pauta do TSE da extraordinária reunião de hoje? Huumm)

      O apoio internacional a Lula aumenta, está vindo a OEA agora, se Lula continuar sendo prejudicado na campanha talvez outra determinação a seu favor.

      Perderam o discurso moral. É isso, resta à Globo criminalizar a política. O discurso é patético Tal qual o discurso de quem votou no Aécio depois das revelações; É tudo farinha do mesmo saco. Político é tudo igual.

      Inclusive a Globo, caiu na vala comum. Fake, fake, fake.

      Não se brinca com a democracia. A democracia encontra o caminho.

  7. Semeando tempestade

    Pois é, a Globo me lembra a burguesia alemã dos anos 20 e 30 do século passado que achava que podia controlar e manipular Hitler e seus asseclas. Deu no que deu como todos sabemos! É bastante previsível que uma eventual ditadura Bolsonaro certamente fecharia a Globo e mandaria encarcerar toda a família Marinho. Assim, a Globo ajudou a criar o monstro que a devorará!

    • Vai ser interessante ver uma

      Vai ser interessante ver uma ditadura em que, do outro lado, o povo estará armado… O clima de violência fomentado inclusive por datenas da vida (mas por todos os meios de comunicação de forma geral) e a população empobrecida é o caldo ideal para os que querem revolução socialista. E creia: há ditador achando que será uma ´tima oportunidade para fuzilar qualquer um bantando para isso que as firmas de comunicação os vendam como “comunistas”. Ninguém lembra do que fizeram com a Elisa Quadros? Mas há revolucionário apostando que dessa vez o povo ganha o poder de forma definitiva…

      O capitalismo não adora ficar chacoalhando a turma, impondo medo e terror para vender segurança? Então…

  8. Marcha
    Caro Nassif,
    Se o período que a Globo cresceu foi nada ditadura militar é natural trabalhar para o Bolsonaro vencer as eleições.

  9. Desculpe, mesmo sendo

    Desculpe, mesmo sendo petista, não comemoro quando Ciro é atacado. Em vez disso, lamento muito quando ele e o PT trocam varpas. Lamento também a tremenda ingenuidade de Ciro, achando que por saber ser honesto, não seria atacado pela mídia, MP e judiciário, caso representasse uma ameaça real.

  10. A Grobo ,

    A Globo hoje é sustentada pela fábrica de biscoitos…

     Na realidade é um bando de gayzistas , abortistas e esquerdopatas à serviço do grande capital nacional e estrangeiro…

    Apoiaram a Copa no Brasil e escolheram o Felipão…

    Entre dois anuncios de sabão em pó eles botam no ar um jornal pois daria na vista só vender Omo…

    Mantém a Miriam Leitão só para o Paulo Henrique Amorim ter assunto…

     🙂

  11. Trata-se até aqui de uma

    Trata-se até aqui de uma marcha inglória. Está difícil ganhar a eleição, impedir que o PT volte ao poder com Lula e Haddad, ou Haddad e Emanuela. Até aqui a candidatura PT está firme, e a perspectiva é crescer mais ainda. Sobra Bolsonaro, este em melhor posição e o PSDB com Alckmin se digladiando, lutando entre si para, se houver segundo turno, vale dizer o Judiciário largar sua atuação político-partidária e assumir suas responsabilidades na defesa da Constituição e da Democracia, disputar, no caso contra Lula, que vencerá o pleito. Se, identicamente à Globo & cia. o Judiciário continuar contra a decisão já tomada pelo povo e afastar Lula da disputa, as pesquisas eleitorais estão mais do que mostrando,os esforços do situacionismo e da mídia não estão surtindo o efeito desejado de afastar Lula e o PT, já que Haddad está surgindo como uma possibilidade concreta de disputar para vencer, quando não seja no segundo turno. Já está.escancarando, que não existe apoio popular para continuar o golpe, vale dizer não realizar as eleições. Isso não quer dizer que a hoje sabidamente nau dos insensatos não decida continuar seu caminho, por sua conta e risco.

  12. Globolixo
    Não esquecer que Lula deixou a presidência, após 2 mandatos, com 80% de aprovação.
    Somente ele tem a receita pra tirar o BR dessa lama.

  13. “Sem querer”?!

    A firma “Globo” não faz nada, quem faz é quem a dirige e quem dela é empregado. E é difícil acreditar que os diretores da “Globo”, os irmãos Roberto Irineu, João e José Marinho, o Ali Kamel e outros, não sabem o que estão fazendo, bem como que seus empregados não estejam alinhados com os diretores, sabendo muito bem o que devem e o que não devem fazer.

    Os diretores dessa firma não têm problema com desprezo à Democracia, com militares, ditaduras… pelo contrário: foi por causa de um cenário assim que Roberto Pisani Marinho, o pai, ganhou poder econômico e político, num troca-troca indecente.

    “Você me ajuda, eu te ajudo.”

    E mais: não creio que os Marinho filhos toquem a firma de forma diferente do que fez o pai, tomando a dianteira no esquema de arrasar a Democracia, o país, transformar cidadão em operário-padrão e mero consumidor. Só não aparecem como os que estão à frente porque… oras, a firma deles trabalha justamente com comunicação, aparecem como e quanto quiserem. Mas o grande tesão dessas firmas agigantadas é mais do que influir, é mandar no estado. Decidir. Criar a celebridade tanto faz se na música, no teatro ou na política. Modelo padrão do dólar, dos EUA… “Quem manda no estado é a iniciativa privada. E não a pequena ou média mas a agigantada, oligopolizada, tacitamente cartelizada.”, querem essas pessoas quando constituem o que ingenuamente pode-se chamar de “clube” mas que é uma máfia, mesmo. E quanto mais manipulável for o candidato, mais fácil dessa firma apadrinhar e daí, claro, cobrar.

     

  14. Toda pessoa grossa,
    Toda pessoa grossa, prepotente e arrogante esconde uma máscara. A máscara da insegurança.

    A Globo está visivelmente insegura e apreensiva do que poderá acontecer num futuro próximo.

    Eles já não tem o discurso único, o domínio e exclusividade da informção. A internet, redes sociais e blogs pulverizaram a informação.

    A Globo não controla mais o grande público brasileiro. A situação do PT/Lula nas pesquisas provam isso.

    A Globo está indo para o tudo o nada. Ela quer controlar este processo eleitoral, quer ter protagonismo

    A Globo sabe que se entrar um governo e um Congresso Democrata poderá ser o início do seu fim. A Globo deve 1 Bi de DARF.

    O desepero da Globo é visível. Está chantageando todo mundo. Ou faz o que quero ou então vira notícia no JN.

    A Globo é igual ao cara arrogante, fala grosso e alto, mas está se cagando de medo.

    Os Marinhos devem ter pesadelo com Lula, José Dirceu e Dilma no governo.

  15. Choque
    Lula continua isolado em curitiba, provavelmente amanha, 31/8 (dia do meu aniversário) vao impedi-lo em definitivo. STF se dá aumento de 39 mil, e aprova terceirização da atividade fim. Ou seja, estão literalmente cagando e andando. As pessoas ao meu redor comentam, viu como o bozonaro arrasou no “debate” ? Uma sensação ruim vem me tomando conta. Vão tirar Haddad da jogada também, por qualquer motivo, não importa. Agora, hoje, cai a ficha em definitivo: o tal diabo bolsonaro vai ganhar a eleição. A globo controla a cabeça das pessoas. Não existe senso critico, nada, zero. As pessoas são adestradas pela globo. Não vão permitir que o PT volte à presidência. É como se LULA não existisse mais. Estava me iludindo em minha bolha. Desculpem o desabafo. No dia 07 de outubro vou votar no número 13, mas sinceramente espero pelo pior. A não ser que… Tá na hora do imponderável aparecer…

  16. Lembrei de um post

    Lembrei de um post ‘profético’  do Jorge Furatdo, de 2011, aqui mesmo no GGN, sob o título “O declínio do jornalismo de ofensa 2” (clique AQUI), que foi na verdade uma resposta ao post original do Nassif sob o mesmo título (clique AQUI). Naquela ocasião, a preocupação era com os perigosos rumos que a imprensa estava tomando – e levando junto, no roldão, o debate político ladeira abaixo no tocante à criminalização da política Vou colar, abaixo, o texto. Vale a pena ler de novo: 

    TER, 19/04/2011 – 21:35ATUALIZADO EM 20/04/2011 – 14:50Jorge Furtado

    Alô Nassif 

    Parabéns pelo post, acho que este tema é central para que o país supere a fase de radicalismo tacanho a que foi empurrado, pela criminalização da política e pelo baixo nível do debate.

    Escrevi algumas vezes sobre isto no meu blog, a quem se interessar, aqui vai:

     “É da qualidade do debate político que virá o aperfeiçoamento da nossa democracia. Acho que esta qualidade, por sua vez, virá do bom senso da mediação de editores, jornalistas que assinam seus jornais, revistas, sites e blogs, selecionam comentários e se responsabilizam pelo que nele é publicado. Não dá para deixar uma máquina fazer este serviço, nem esperar que um enorme coletivo de leitores tenha o bom senso exigido para – quando e se lhe der na telha – editar e publicar textos jornalísticos. A tendência é que os radicais, os mais agressivos e com mais tempo livre, acabem dominando o debate, e passem a mandar “calar a boca” quem não concorda com eles.”

    http://www.casacinepoa.com.br/o-blog/jorge-furtado/qualidade-do-debate

    “Se quer reconquistar o respeito de seus leitores, a antiga imprensa precisa eliminar de suas páginas – de papel ou digitais – a calúnia, a difamação, ofensas, grosserias e xingamentos. A pluralidade de opiniões é vital para o aperfeiçoamento da democracia, mas estas opiniões precisam ser expressas racionalmente, respeitando a lei e a civilidade. Por falar nisso, pediria ao editores que eliminassem também os palavrões, que andam frequentando inclusive suas edições impressas, alguns leitores tem crianças em casa. Se o problema é o volume de opiniões, que tal formar um conselho editorial de mensagens dos leitores? Estudantes universitários de direito, letras, ciências políticas, filosofia, sociologia, poderiam ler e filtrar todas as mensagens e só publicar o que tem algum interesse público, não ofende o bom senso e a boa educação, enfim, o que é publicável.”

    http://www.casacinepoa.com.br/o-blog/jorge-furtado/al%C3%B4-elite-preconceito-%C3%A9-com-c%C3%AA

     

  17. Ah, Nassif!
    Ah, Nassif!
    Essa sua insistencia em clamar por uma “direita bem pensante” já virou teimosia.
    Falam mal da Politica, do Estado e do Governo porque querem a Politica, o Estado e o Governo para si.
    Como dizia “o velho deitado”, “quem desdenha quer comprar”.
    O Boçalnaro hoje se diz “liberal”! Será que não está claro o suficiente esse movimento?!
    O Roberto Campos abusou do “planejamento” em uma di-ta-du-ra. E morreu se dizendo “liberal”.
    Quantas provas mais sao necessarias? A direita brasileira é feita de materia antissocial até a medula.

    • Perfeito

      A direita brasileira só é “civilizada” se ela não se sentir ameaçada. No instante que ela se sentir ameaçada, todas as regras, protocolos, tradições, bom senso, etc vão para o espaço e é força bruta mesmo, doa a quem doer. Isso no Brasil e no mundo, com algumas pequenas diferenças de país para país.

      Naturalmente a direita não tem mais tanto poder assim, além de tudo, no momento, está extremamente fragmentada para a maioria dos temas, inclusive para as eleições.

      A Globo é uma mistura de fantasia de um poder que não dispõe há muito tempo com senso comum no urtimo. Qual mídia no Brasil e no mundo que não criminaliza a política? Estava assistindo a CNN hoje e vi que ela não fica devendo nada à mídia brasileira.

    • Chute no saco

      Uma vez o meu filho, pequeno, me deu um chute no saco….Ele foi o único que fez isso, e achei depois até engraçado.

      Dar a bola dominada para Bolsonaro e este chutar na sua direção é algo que a gente inclusive faz com o cachorro em casa.

    • Globo comanda a marcha da insensatez nacional

      -> Bolsonaro foi até agora o único que atacou fortemente a Globo. Como pode ele ser o candidato dela?

      apesar de estar cumprindo seu 7o. mandato, e ter colocados os filhos na carreira da política profissional, BolsoNazi representa o papel de outsider e anti-sistema, para assim atender uma demanda fortemente presente no eleitorado.

      pela coerência com o script, é imprescindível atacar a Globo em pleno horário nobre.

      BolsoNazi já tem apoio declarado de boa parte do lumpen-empresariado brasileiro.

      denomina-se lumpen por serem desvinculados da atividade produtiva (como Amoedo com milhões aplicados no over), ou a esta exercendo de modo predatório (como os exportadores de commodities, incluindo o agronegócio).

      em tempo: não é a Globo quem manda no Brasil, muito embora ela faça parte do conglomerado dominante. quem manda no Brasil são os banqueiros, associados ao mega interesses transnacionais.

      .

    • Simples, Ana.

      A extrema-direita tem ódio da Globo. Com a entrevista, Bolsonaro consolida seus 20% e a Globo se garante caso seus planos A ou B fracassem – o que é o mais provável. Cuidar deste ódio depois não será problema para a Globo. Manipular neonazistas é muito fácil. É igual gado.

      Plano A: Alckmin

      Plano B: Marina

      E caso PT consiga emplacar um candidato (tenho receio disto não acontecer), se prepare: a Globo vai apagar a luz do quarto e rodar a foice!!

       

    • Globo

      Símbolo, Ana, símbolo, mais forte que qualquer outro ente: Bolsonaro saiu como símbolo (você mesma percebeu) e a Globo também, o de democrata. E, claro, o objetivo foi cumprido: força pra Bolsonaro. Acredito piamente que o candidato dela é este, afinal ele representa o caos – e a Globo não vai pedir desculpas de novo!

  18. Troféu

    A Globo é um troféu para qualquer um que chegar ao Planalto. Bolsonaro precisaria da Globo para governar, assim como fizeram os governos militares. Já o PT gostaria de contar com a rede Globo sobcontrole estatal, para comunicação rápida e abrangente com o povo.

    A rede Globo é tecnicamente perfeita, mas a sua atuação depende dos seus donos. 

  19. Politica ou judiciário?
    O que é pior do que a política que um judiciário criminoso, que aposenta com vencimentos integrais como “punição”, que se dá aumento não vinculado a produtividade, que se dá benesses (auxilios moradia, educação, alimentação, vale terno, vale peru!) enquanto não resolve as milhões de ações do povo, que não se renova democraticamente, um feudo na realidade, e ainda se espera que julguem e com isenção?

    Dilma caiu porque não quis dar o aumentp que Temer deu. Dilma caiu porque tinha um MJ fraco, JEC, que deixoi o monstro correr solto. Dilma caiu porque ela e Lula não conseguiram indicar um único Gilmar para defender a causa do PT

    E agora o PT faz alianças pra reeleger congressistas que apoiaram o golpe. É um realpolitik irreal, alianças com quem não merece confiança alguma. Ouso dizer que o PT fez por merecer o que aconteceu, até pelo plano Levy mas também pela aliança com o PMDB de calheiros, de cunha, de temer, ao invés de ter por vice um Requião

    Nós progressistas com idéia de país colocamos nossas fichas em Lula que o judiciário não aceita, pela legalidade, muito embora eu ache praticamente impossível que, eleito, ele retalie a imprensa golpista ou mesmo o judiciário

    Talvez o Brasil precise de um Bolsonaro enquadrando o judiciário. Pena que Lula não é general nem Dilma teve coragem de fechar o congresso usando os militares e fazendo o judiciário, com fuzis na porta, afastar os mais de 200 golpistas envolvido em denúncias. Provavelmente teria o apoio do povo, mas preferiu se esconder e deixar Cunha passar 2 anos criando o clima de inferno entre os paneleiros que a derrubou

  20. Lula livre
    Qual é a novidade sobre a Globo?
    Não entendi o ar de espanto de Nassif.
    É a Globo sendo a Globo.
    #HaddadNoGovernoLulaNoPoder

  21. Nao seria um direcionamento ao “novo”?
    Grande Nassif, nao seria uma tentativa inconsciente de empurrar para esse tal de “novo”. a primeira pergunta feita ao Bolsonaro enfatizaram a questao do Novo com ate tom diferente nas palavras. porem nao me lembro dele se lançar como novo, mas sim como “diferente e honesto”. Na mesma pergunta no contexto do “novo” colocaram em contraponto a questão dele utilizar os privilégios como auxilio moradia e etc, bandeira essa que o Amoedo defende acabar e tem sido seu carro chefe de midia.
    estou indo longe demais?

  22. Desculpe, mas só alienados comemoram
    Eu falo por mim e pelos petistas que conheço, só alienados batem palmas “pra maluco dançar”. Essa estratégia da Globo é tão óbvia e surrada que só pessoas que não sabem nada de política caem. Infelizmente o número dessas pessoas, reconheço, não é pequeno.

  23. sobrevivência

    È  uma questão de sobrevivência  ..pois sequer esta rede, nos moldes tradicionais e enfrentando uma NOVA concorrência (tecnologia), pode ser colocada a venda.

    As acusações que pesam contra este conglomerado são gravÍSSIMAS

    ..gravitam desde a sonegação fiscal, passando por ROUBO de processos, fraude licitatória internacional, chegando ao papel de órgão golpista, conspirador, agressor do Estado de DIREITO DEMOCRÁTICO, somado ainda a incansáveis manipulações jornalísticas com o fito de artificializarem uma revolta com base na exploração da boa fé e da comoção social.

    A coisa é grave diante de qq governo MINIMAMENTE ético que, em assumindo, se NEGUE a usar dos mesmos métodos até hoje empregados contra opononentes da Venus e seus associados

    A GLOBO sabe que não vai mais poder ser o que sempre foi e que MUITOS dos seus “profissionais” correm o risco de serem ENJAULADOS (a bem da civilidade) 

    Forças reacionárias e dententores do VERDADEIRO Poder do Estado PERMANENTE (judiciário, Forças Armadas e corporações) também sabem do risco que lhes espreita pelos ABUSOS cometidos e escondidos por este poderoso órgão de imprensa.

    A VERDADE vos libertará  ..envene as notícias e toda sociedade se verá entorpecida

    Quanto às correntes políticas comemorarem (e INSUFLAREM) a desgraça dos seus adversários  ..isso é uma VERDADE INCôMODA  ..uma realidade que só facilita aos que carregam interesses contrários ao país

  24. Tenho pra mim que a globo,

    Tenho pra mim que a globo, tal qual a presenciamos nos últimos cinquenta anos, já foi. Segue ainda no ritmo inercial por seu tamanho mastodôntico. Sabem que qualquer dos dois blocos que vencerem as eleições – esquerda ou extrema-direita – não vão facilitar sua vida. Estão acuados e sabem disso. 

    E tal qual criatura criatura pré-histórica acuada, faz a única coisa que pode: reage com violência. Quanto mais acuada, mais agressiva.

    Não sabemos quanto ainda aguenta, mas é questão de tempo.

    Acho que falta pouco. 

  25. Pra mim sempre foi bastante

    Pra mim sempre foi bastante óbvio o que a Globo pretende fazer com a Lava Jato, judiciário et caterva: destruir nosso sistema político tal qual o conhecemos para colocar algo muito pior no lugar.

    E, pra meu desgosto e alegria dos néscios, estão conseguindo…

    Vai custar caro tamanha falta de noção.

  26. Globo comanda a marcha da insensatez nacional

    -> O que pretendem? Consagrar Bolsonaro? Ele foi o único que escapou do bom-mocismo de não confrontar os donos da casa. E venceu o debate.

    quando cai a máscara de Alckmin, surge a face de BolsoNazi, este com apoio já declarado de boa parte do lumpen-empresariado brasileiro. do mesmo modo como 1989 apoiaram Collor, agora irão apoiar BolsoNazi.

    tudo, menos o povo no poder.

    não existe Direita civilizada no Brasil. o projeto da classe dominante brasileira, atendendo a seus sócios internacionais, é neo-colonial e semi-escravagista. sem a ela impusermos uma fragorosa derrota histórica, continuaremos sendo uma sociedade de escravos e descendentes de escravos, com a economia parasitada por interesses externos.

    Haddad tenta ser a máscara de uma Esquerda palatável a este lumpen-empresariado. como se viu com o Lulismo, de tão palatável acabou devorado. e não pode ter resultado diferente qualquer “pacto civilizatório” firmado com necrófilos.

    a estratégia eleitoral de Lula e do PSDB (Alckmin) sé exatamente a mesma: uma extrema polarização no segundo turno com BolsoNazi.

    com a provável cassação dos direitos políticos de Lula, encarcerado sem provas mas também sem resistência, o que fará o Lulismo? admitir tardiamente mais um erro de análise de cenário?

    mesmo se houver o milagre da multiplicação dos votos de Haddad por obra e graça do capital eleitoral de Lula, como governar sem um amplo e capilarizado movimento de massas sustentado o mandato com o Poder Popular?

    seja como for, parece estarmos em rumo de uma destas inclementes ironias da História: o Lulismo vai acabar ou votando nulo (por ter sido a chapa impugnada) ou em Alckmin.

    .

  27. O PT, o Lula e o Haddad, não

    O PT, o Lula e o Haddad não estão perdendo absolutamente nada em não se submeter a essas baixarias que muitos chamam de entrevista. Quem está desempregado e com dívidas atrasadas não está preocupado em ouvir esses perguntas sem pé nem cabeça. O que os brasileiros querem saber é como o próximo governo vai resolver o seus problemas e do país. E para a maioria dos brasileiros a solução para os principais problemas que vivemos no país tem uma nome: Lula!

    A comparação com a atual crise com os tempos dos governos petistas é inevitável e não há nada que a globo possa fazer para mudar isso. A maioria do povo brasileiro não é tão imbecil a ponto de embarcar numa aventura que poderá piorar ainda mais suas vidas.

    Trabalho com administradora de condomínios e estou recebendo curriculos de pessoas com ensino superior completo, inclusive engenheiros com 10 anos de experiência, para trabalhar de porteiro, para receber um salário mínimo. Essa é a chocante realidade do Brasil do golpe, não dá para acreditar a que ponto chegamos.

    Uma coisa é certa, o que os brasileiros querem é emprego, pagar suas contas e ter um salário digno. E até agora só uma candidatura contempla os anseios dos brasileiros: a candidatura Lula ou do candidato que represente o lulismo.

  28. INGENUIDADE EM CAIXA ALTA.

    Sim Nassif. A resposta a todas as suas perguntas é num sonoro SIM! O trancamento em definitivo do regime, buscando consolidar na força bruta o golpe de2016, que segue derrotado e rejeitado pela maioria esmagadora da sociedade brasileira, é o que o grupo globo-mof-judiciário quer. Eles se deram bem no passado, sob o manto da ditadura, e defendem isso quase que abertamente. E tudo leva a crer que o trancamento do regime ocorrerá, pois o golpe, como sabemos, foi derrotado!

  29. “Eleger um candidato sem

    “Eleger um candidato sem alianças, sem governabilidade, para ser melhor manobrado?”

    Ué!? Já fizeram diferente ?

     

  30. O problema não é o que ela

    O problema não é o que ela faz agora. Vivemos um golpe de Estado em que ela foi um dos principais instrumentos. Portanto,não é de se espantar sua  postura pós golpe.

    O problema foi antes do golpe. Como concessionária pública ela e seus congênres da mídia golpista deveriam ter sido enquadrados de forma a não permitir que fossem utilizados como partidos de oposição,coisa admititda por  exemplo,pela presidenta,na época,da associação dos jornais e membro do instituto golpista do milênio atrás.

    A emissora golpista sempre teve como mantra repetido pelo patriarca golpista que empresa que não cresce morre.

    Assim,a emissora golpista está se lixando para o povo e para o país. O que importa é que a empresa entende que ela é um fim em si mesma.

    Quanto a ser atingida pelo tereemoto que se avizinha,não acredito. ela,como sempre,no primeiro momento,até sentir as fragilidades ou necessidades do governo de plantão,irá grudar como sempre fez com todos.

    A única forma dessa gente ser banida da vida do país é a revolução.

  31. globo, afiliados & vocês!

    As formas como tentamos manipular suas vidas revelam que queremos no fundo é ser adorados e tratados como um deus (uno, trino… e mais o que vier)!

  32. Estrada bifurcada

    Vai depender do eleitor, dos sentimentos que a maioria traz dentro de si.

    Caminho 1 – eleição do candidado do Lula: se não tiver maioria no Congresso, vai precisar de muita mobilização e confusão para fazer alguma coisa.

    Caminho 2 (acho o mais provável): ganha o Bolsonaro, entramos imediatamente num regime autoritário de direita. Vai haver muita confusão, até ser derrubado e aí vamos ter outro regime autoritário de esquerda. Neste caso, Congresso fechado ou “de fachada”. Com relação ao judiciário e MP, só Deus sabe, eles podem muito bem se associar ao Bolsonaro.

    Tempo calmo à frente.

     

  33. O sistema Globo faz parte do

    O sistema Globo faz parte do sistema que domina o poder e também é o protótipo do Grande Irmão. Nessa condição, a Globo encarna o sistema de poder que tomou para si o Estado brasileiro. Eleições e democracia são obstáculos ao controle total da sociedade, objetivo da classe dominante. A crise econômica global não deixa mais espaço para o 1% brincar de democracia.

  34. A volta de um passado ido.

     

    A volta de um passado ido. Ou o zumbi  da modernização conservadora.

    A Globo deseja a volta da “tecnocracia” do Regime de 64, onde ela sanciona os tecnocratas. Sem políticos , só técnicos sancionados pelo sistema esgoto de comunicações.

    Depois do Positivismo que viceja até hoje no Brasil, e alcançou no Brasil uma estatura muito maior do que na sua pátria-mãe, termos nesta eterna volta ao passado a reedição do novo-iluminismo esclarecido (pero no mucho) barrosiano. E da-lhe modernização conservadora!

    Estamos lascados! .

  35. Globo acusando apoio a Aécio.. como se ela não tivesse apoiado

    O mais curioso foi a hipocrisia de Willian Bonner ao acusar Alckmin de ser aliado de Aécio e, principalmente, Marina Silva de ter apoiado Aécio Neves. Boner chegou a citar as acusações do aeroporto de Claudio como prova de que Aécio era corrupto e todo mundo sabia:

    1-A GLOBO SERVIU DE PALANQUE PARA AÉCIO DURANTE TODO IMPEACHMENT. 

    Todo santo dia o Jornal Nacional transmitia minutos de discurso de Aécio atacando frontalmente o PT.

    2-A GLOBO ABAFOU O ESCANDALO DO AEROPORTO DE CLÁUDIO E DEU AMPLA DEFESA A AÉCIO

    A Globo foi uma forte porta voz da defesa de Aécio sempre explicando detalhadamente os argumentos da defesa, em lugar de apenas ler uma notinha rápida: “a defesa nega que houve ato ilícito” como costuma fazer.

    3-GLOBO CONTINUA APOIANDO AÉCIO NEVES AO EVITAR DESGASTE MAIOR DE SUA IMAGEM

    Agora Aécio Neves convenientemente desapareceu dos noticiários… como se sua defesa não estivesse usando todas as formas de manobras para evitar a cadeia… manobras que incluem ligações para ministros do STF. Aécio segue fazendo reuniões até mesmo com o presidente da república mas a Globo não noticia.

    4-CITAR AEROPORTO DE CLAUDIO COMO SÍMBOLO DA CORRUPÇÃO DE AÉCIO É QUASE ELOGIO

    O aeroporto de Cláudio??? Alguém ainda se lembra disso??? Dentre os vários crimes de Aécio o aeroporto virou piada!

     

  36. Na mosca.

    A insensatez  não é de agora,  apenas prossegue e agora em desespero, pois a Globo percebe que apesar de toda a carga golpista, não conseguiu destruir PT ou Lula. Como bem disse Nassif, pretendem destruir a política criando um clima para  um possível golpe e questionamento das eleições. Alimenta com seu noticiário de terror e crimes  o ambiente pró Bolosonaro, mas o faz sem dizer que o faz. Tenta se desvencilhar da cumplicidade, fingindo neutralidade apresentando uma agressividade patética e mediócre, através das perguntas de duas pessoas de marketing, fantasiados de jornalistas.

    Apesar da resposta das pesquisas eleitorais, ainda pretendem ser os criadores de opinião. Bolsonaro não é prodigo mas  voltou a Globo como um filho bastardo volta a famílias tradicionais. Ninguém o quer mas não podem negar a origem.

    Quanto a insensatez e irresponsabilidade  esta é uma marca registrada desta emissora que monopoliza, a informação

  37. Nassif do ceu!!!

    A Globo está sendo a Globo e nada mais. Ela é e sempre foi isso!!!

    Qual a diferença de Collor-89 para Bolsonaro? Ambos eram a não-política, Nassif. 

    A Globo vai radicalizar cada vez mais. Vai rodar a foice no escuro. Ela está no limite.

    E ainda vai investir alto para o PT não ter candidato.

     

     

  38. A realidade é que são uns

    A realidade é que são uns pobres imbecís que, para bajular os chefes e garantir seus empregos, se prestam a qualquer papel que seus patrões determinarem.

  39. A Globo e a necessidade da Eleição despolitizada e sem Lula

    Quanto de racionalidade e irracionalidade há neste mundo paralelo que tem a Globo como epicentro e engloba Judiciário, parcelas inteiras de nossas elites e das classes média e médio-alta tradicionais?

    Precisamos ir além, observar que se formou uma bolha, onde, há dentro dela, limites que são esgarçados ao limite dos desejos da Globo, capacidade possível de acontecer, pela própria grandiosidade da emissora (tamanho e alcance). 

    A Globo já de há muito habita uma realidade paralela, um mundo situado à margem do Brasil real interferindo negativamente no Brasil real, na realidade que ele é.

    A Globo vive em um mundo à margem do Brasil sem mais controle, porque a própria sociedade nunca limitou com regras e leis necessárias o papel da Globo na sociedade brasileira e a gigante se vendo gigante quer se manter gigante, como um Império, mesmo na sua derrocada próxima, e parte para guerras acima do limite da racionalidade contra o Brasil e os brasileiros, como tábua de salvação provisória da derrocada próxima.

    Lembrando que seu candidato tem 4% das intenções de votos para Presidente. É um Poder em declínio que se desespera a cada dia mais, por não falar a mesma língua da população nem conseguindo manter fiel os seus teleguiados e seus espelhos de classe representados em suas telenovelas e programas de auditório. 

    Não se questionou jamais no Brasil se ela deve ser uma empresa de comunicação ou um Poder Político, Econômico e Social. E ela foi se tornando tudo ao mesmo tempo agora, tornando-se a palpiteira dos destinos nacionais e impondo o seu desejo sobre os destinos do Brasil e fabricante do caos de hoje, o caos de um Golpe de Estado fracassado em um país sem rumo, indo à bancarrota.

    Toda liberdade irrestrita nos remete a poder não cumprir nenhuma das regras de convívio social com os diferentes, certo?

    A Globo é uma superestrutura sem finalidade social, é a anarquia, um Poder sem controle central, sem métodos nem leis a seguir. Fez-se na Ditadura e se tornou a Ditadora de plantão, ditando o comportamento, ameaçando o diverso, assustando o assustado, inoculando o vírus da ignorância nos seus teleguiados, soberanamente atravessando mais de 5 décadas sem alguém dizer o que pode e o que não pode. 

    O que ela mais teme hoje é não poder se sustentar nesse pedestal de Glória absoluta, da falsa Glória alicerçada na ameaça, no arbítrio de uma reportagem que chega aos lares de milhões e milhões de brasileiros instantaneamente.

    E esse pedestal encontrou nessas décadas todas um adversário à altura: Luiz Inácio Lula da Silva. Um Homem contra um Império. Por mais que se possa imaginar impensável esta possibilidade e que externou abertamente que vai acabar com o “Poder” da Globo.

    Como há chances de Lula conseguir vencê-la da cadeia, o máximo de martírio que a Globo conseguiu realizar contra o Homem que é maior do que ela mil vezes ao menos foi coloca-lo na cadeia, então, a Globo se desenha de General, de superiora, de Dona da ordem no processo eleitoral para deslegitimar uma possível vitória de Lula/Haddad ou destituir da vontade de votar os brasileiros, assim, deslegitimando o vencedor na quantidade menor de votos.

    É na Política que se pode frear a Globo, bem sabemos.

    O Judiciário é seu espelho, é a formatação classista dos escolhidos decorando leis em concursos e buscando louros de fama efêmera e sem conteúdo, 5 minutos de fama em premiações falsas de homem do ano da Globo.

    São em menor quantidade os não aderentes à bolha capitaneada pela Globo, que se tornam magistrados no Brasil, que não são teleguiados ou não têm ódio do diverso, dos pobres e dos trabalhadores braçais, representados institucionalmente e através da política pelo PT, Lula e as esquerdas em geral, que a Globo e seus parceiros buscam ferir de morte na insanidade de manter intacto seus privilégios, o “Poder” e o status quo, que observam escorrer pelas mãos com a força maior de Lula em 2018 do que o arbítrio poderia esperar.

    A Globo é a porta-voz da exclusão, da própria necessidade de autoafirmação de seu fabricado “Poder” no medo das reputações perdidas e na ameaça social, porque a Globo não pode aceitar a superioridade de Lula e do PT nas eleições, é doentia a coisa. Mistura de ódio com defesa de classe social traz a necessidade de vencer por orgulho e vaidade e não por competência e boas-intenções, mesmo que seja vitória no arbítrio, ao arrepio da Lei sobre aquele que é muito maior do que ela em honra e sucesso e inteligência no Brasil e Mundo afora: Luiz Inácio Lula da Silva. 

    E quanto menos chances ou quanto menos ver a chance de conseguir no arbítrio vencer Lula mais o arbítrio da Globo se consolidará, porque não se está falando de disputa eleitoral, de Brasil e suas necessidades socioeconômicas, se está falando nas entrevistas do JN, sem falar, em “Poder” e “controle social” e “econômico” das ações, transformando a discussão dos problemas do Brasil ao comezinho de um tema surrado: a corrupção na Política, como desvio para não se dizer o que não deu certo em nenhuma variável possível: o Golpe de Estado e nem apontar, discutir o Brasil que queremos, que não é o que a Globo quer.

    P.S: Um fato novo a constatar é que o universo classista que a Globo sempre representou nas telenovelas, programas de auditório, no estereótipo de seus artistas e apresentadores se descolou da emissora nesta Eleição, o candidato que ela planejou vencer tem 4% de votos em pesquisas eleitorais de agosto. O que não significa que as classes média, médio-alta tradicionais e as elites tenham pulado em peso para o lado de Lula, pode até haver uma porcentagem pequena; o ódio a Lula e o antipetismo seguem fortes nestes segmentos sociais mais abastados. O certo é que o Poder de persuasão da Globo, de controle social do voto se esfacelou na emissora e se aventa até a necessidade de estar ao lado da extrema-direita nos costumes, não só na economia e no social contra o PT no segundo turno. 

  40. custo zero.

    Perguntei esta semana a um amigo – progessista, nacionalista e atento, enfim de esquerda – qual o custo da globo apoiar o Bolsonaro (ou aliviar para ele), dado que o campeão prometido e anunciado deles – Alkimin – é um autentico pangaré. Temos a mrsma impressão: custo zero. O problema com o fascismo é nosso e da democracia; o problema deles é o retorno do PT e da sua perspectiva de política econômica e social. como eles não um TU, vai TU mesmo – o Bolsonaro. 

    O interessante – o que espero conferir nas próximas pesquisas – é o tamanho do descrédito da mídia (mídia golpista) revelado pela preferencia dada a Lula nas pesquisas, Não me parece ser um simples voto a favor do Lula, seu candidato, ao PT ou seu programa de governo (ou o que se imagina que vá ser), mas um voto marcado por grande desprezo, desconfiança ou descrédito mesmo a tudo que os canais “News” falam : “Lula, condenado em 2 instancia, num colegiado, preso, inelegivel pela lei da ficha limpa…” e etc.etc.etc. Um script a ser repetido em seguida a toda vez que o nome Lula é pronunciado por algum locutor ou comentarista politico (comentaristas…: quá, quá, quá!)  

  41. Imprensa hegemonica
    Quando foi que a imprensa hegemônica não fez o q está fazendo? Nassif talvez pensará nas diretas. Mas ela deu ao Brasil Collor, FHC e Temer.No passado rifou D Pedro II, matou Vargas e Goulart.
    As vezes em benefício próprio, mas a maioria por ideologia.
    Assim o PTB, PCB e o PT foram para o buraco!

  42. Globo comanda …
    Excelente texto. Não podemos esquecer frase famosa do Brizola. O que é bom pra Globo não é bom para o Brasil. Ela sempre atua preocupada com ela. Quando a audiência diminuiu após tanto ataque ao Lula ela começou a se aproximar das camadas mais pobres.A Globo é a pior coisa que esse país tem. O pior é que tem uma força enorme que poderia atuar a favor da nação.

  43. Faz de conta?
    Bolsonaro usa reportagem do UOL reproduzida pela Folha para atacar Globo.
    https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/08/bolsonaro-usa-reportagem-do-uol-reproduzida-pela-folha-para-atacar-globo.shtml
    “O candidato Jair Bolsonaro afirmou que a TV Globo recebe bilhões de recursos da propaganda oficial do governo. É uma afirmação absolutamente falsa. A propaganda oficial do governo federal e de suas empresas oficiais corresponde a menos de 4% das receitas publicitárias e nem remotamente chega à casa do bilhão”,

    • favorito???

      “O que querem? Entregar o país a Bolsonaro? Eleger um candidato sem alianças, sem governabilidade, para ser melhor manobrado?”

  44. O povo, mesmo da classe média

    O povo, mesmo da classe média letrada, tem a mente possuída pela Globo. É impressionante o nível de imbecilidade nacional. Conversar com procuradores, doutores, juízes, médicos hoje em dia é um sacrifício. Mediocridade pura e cristalina. São os homens de bem do Braisl que afundarão o país.

    • bom comentario

      Concordo consigo. Eu cada dia que passa me sinto mais excluido, mais diferente, mais esquesito!!!

      Meu cunhado veio aqui em casa e me disse que a economia vai muito bem, que não houve golpe, que Lula é culpado por tudo etc. 

      O cunhado vê a “grobo”, “grobonius” radio estilo JP. Considera-se informado.

      Pus meus livros de sociologia, economia à disposição para ler. Isso não o interessou!

      Bem mesmo é ouvir o PIG!!!!

    • Não se iluda. Curso superior,

      Não se iluda. Curso superior, dinheiro, estatus e posição social não tornam as pessoas menos estúpidas e vulneráveis a manipulação. Também conheço muitos excelentes profissionais, muito bem treinados tecnicamente que demonstram ter a capacidade cognitiva de uma criança de 2 anos quando se trata de assuntos altamente complexos. Adestramento tecnico é bem diferente de conhecimento e este esse tipo de gente não tem.

      Mas piora. O que esses idiotas diplomados nunca vão entender é que pensar é um privilégio pra pouquíssimos. Mais ainda. Jamais vão aceita o fato de que, além de não pensar podem ser enganados com incrível facilidade, pois existe alguém muito maior que pensa por eles e já controla seus cérebros diminutos.

      • Vc falou tudo o que penso

        Vc falou tudo o que penso sobre esses “doutores” que por ter um diploma de médico, engenheiro etc e um bom treinamento em suas respectivas profissões, se acham superiores aos demais. Foram comidos pelo sistema igualmente à grande maioria da população. Pensar é para bem poucos!

  45. BBB

    Para mim está claro que a globo quer tranformar a politica brasileira em um BBB.

    As entrevistas, mais se parecem com um confessionario! Só perguntas sobre intrigas.

    O que interessa é ibope, e nosso povo ama intrigas.

  46. Achaque em praça pública

    A Globo colocou no ar o achaque aos candidatos que só fazia a portas fechadas.

    É por isso que a dupla de achacadores fala mais do que os achacados! 

    Achaque funciona assim, na base da pressão e da intimidação.

    O achaque não é feito para agradar ou informar o público.

    É feito para assustar o achacado e subir o preço do resgate.

  47. Cão de rico

    Rosa Weber, capacho da Globo, no julgamento do mentirão o juiz de piso colocou o seguinte voto na boca dela; eu não tenho provas contra Dirceu mas literatura me manda condenar então eu condeno….agora ela repete o mesmo gesto ao retirar o direito de Lula se candidatar, assim ela e demais parasitas do TSE tiraram o nosso direito de votarmos em Lula, condenado com com base em fraude processual. 5 #CAOdeRICO usurpam a democracia. Por isso no mundo civilizado não existe justiça eleitoral

  48. Globo comanda a marcha da insensatez nacional

    arkx tem postado aqui neste Blog do Nassif desde 2015 (e antes entre 2006 e 2009) sobre a necessidade de um amplo e capilarizado movimento de massas, a única arma eficaz para derrotar o Golpe de 2016 e garantir o mandato de um governo de Esquerda.

    arkx tem também insistentemente alertado sobre os erros cometidos pela Esquerda no governo, com as trágicas consequências agora por todos nós vivenciadas.

    por defender esta linha de argumentação, arkx é muitas vezes aqui taxado de “delirante” ou até mesmo “agente infiltrado”.

    vejamos então as afirmações de José Dirceu no lançamento de seu livro de memórias (link):

    “Nós temos que criar um forte, poderoso, grande movimento de massas no Brasil.

    Nós não temos poder econômico, não temos poder militar, não temos as instituições. E vamos governar? Só seremos capazes de fazê-lo se tivermos força popular.

    Precisamos ter uma força de massas, a médio prazo. É a isso que quero me dedicar nos 10 ou 15 anos que me restam.

    Hoje eu me arrependo, porque o Frei Betto queria criar os Conselhos do Fome Zero. Aí começou aquela discussão que a direita e a esquerda adoram “mas e a Câmara Municipal? E o Poder Legislativo? … Podíamos ter hoje 10 ou 20 mil conselhos … Não teria acontecido o que aconteceu.

    Nós já conhecemos a nossa elite: não tem pudor nenhum de governar pela força. Não nos iludamos.

    Não subestimem o Bolsonaro. Eles entregaram o poder para Jânio Quadros, sabem o que é eleger o Jânio presidente do Brasil? E para o Fernando Collor. Entregaram o governo para o Michel Temer. Entregam para o Bolsonaro sem tapar o nariz.”

    .

  49. O povo tem em quem votar. O povo tem fé e esperança na política.

    NÃO HÁ DESESPERANÇA NA POLÍTICA, eles é que não querem os políticos

    que poderão transformar o Brasil. Eles não querem que o povo escolha seus políticos.

    Eles querem o poder, então querem destruir a política.

    Esse é o jogo dos golpistas, destruir a nossa democracia e implantar

    o caos onde eles poderão governar em cima da miséria do povo brasileiro.

  50. Máfia maçonaria tucana dos inférno! Tomaram os 3 poderes e tudo+

    ….”Não é necessário nenhum tirocínio em especial para prever o que seria o governo Bolsonaro. Ao menor embate com a política – ou com a mídia – convocaria imediatamente as Forças Armadas. Até agora elas não se imiscuíram na política porque não foram convocadas pelo chefe maior, o Presidente da República. É um fio tênue de legalidade que impede sua volta, ante a desmoralização completa das instituições, Judiciário, Executivo, Legislativo e MÍDIA.”…

    Nós, os militares, agradecemos ao Nassa por nos deixar fora dessa mérda que está o país, sem deixar de lembrar a todos os leitores que não estamos imiscuidos na política porque o Temer ainda não nos convocou…

  51. Bolsonaro e sua Guarda Pretoriana, o maior temor da direita.

    Bolsonaro e sua Guarda Pretoriana, o maior temor da direita.

    Bolsonaro já jurou ao mercado que satisfará todos os seus desejos da forma mais rápida possível como fala Paulo Guedes, o seu assessor econômico, e provável ministro de tudo se ele for eleito. Porém estas juras de amor que para outros candidatos seria suficiente para que as mãozinhas ávidas dos grandes capitalistas batessem ruidosas palmas.

    Porém o Império não quer Bolsonaro, a pergunta que deve ser feita é: Por que?

    Simplesmente porque Bolsonaro, surpreendentemente é o único candidato de todos os matizes políticos, os que concorrerão e os que não poderão concorrer, que tem uma base de militantes sólida, fiel e poderosa.

    Se analisarmos a trajetória política de Bolsonaro nas quase três décadas de sua vida como político, a única coisa que ele fez neste tempo todo, foi o apoio incondicional as polícias militares e visitas constantes aos quartéis onde era recebido com reserva pelos comandantes, mas com efusivo apoio pelos quadros operativos de baixo escalão, desde soldados até sargentos.

    Este longo trabalho político que o mesmo cultivou durante décadas, criou uma base política verdadeiramente sólida e leal que dá pesadelos as cabeças mais pensantes da direita brasileira.

    Se Bolsonaro fosse o candidato da direita mais articulada e pensante brasileira e principalmente a internacional, o problema estaria resolvido, mexendo os pauzinhos dentro das imprensa, do judiciário e demais forças direitistas, facilmente os vinte por cento dos eleitores fiéis a Bolsonaro, rapidamente chegaria a um número suficiente para que o mesmo após o primeiro turno chegasse numa posição confortável de vitória no segundo turno, entretanto no lugar de resolver os problemas aí começariam os mais graves.

    A base política de Bolsonaro não tem uma formação ideológica rígida, ou seja, se perguntar a estes eleitores bolsonaristas se eles são de esquerda (comunistas ou socialistas) eles rapidamente responderão que não, porém se perguntarem para os mesmos o que é ser um comunista ou um socialista as respostas sairão do ramo da racionalidade e atingirão a imagens fantasiosas e absurdas. Agora vem o pior, se perguntarem a estes mesmos eleitores sobre quem são os políticos e instituições que estão alinhadas aos socialistas e comunistas, as respostas entrarão no reino da insanidade.

    Porém, se não há uma identificação clara de quem são os inimigos e por consequência os amigos, qual o problema de uma base política composta de seres com o mínimo conhecimento político? Enorme, principalmente que esta base de apoio tem uma característica extremamente interessante, todos são armados e treinados para operações militares, e diferentemente da maior parte das forças armadas da imensa maioria dos países, são profissionalizados.

    Num exército convencional, a parte mais numerosa dos contingentes é formados por soldados jovens que ficam no máximo menos de cinco anos na função militar mesmo ascendendo a postos de suboficiais. Ou seja, soldados e cabos não veem na carreira militar uma profissão, logo não tem nos seus valores grandes pensamentos de classe, se o soldo ou as condições de trabalho são ruins a saída é o portão de entrada do quartel na direção de dentro para fora.

    Porém tropas profissionalizadas tem claramente posições de classe, ou seja, se enxergam como profissionais da segurança pública, e para exercerem esta profissão, num ambiente de clima de guerra deles versus população em geral onde quanto maior for a repressão empreendida pelos mesmos maior será a sua letalidade, ambições de ganhos e vantagens mais significativos é uma constante.

    As forças armadas de quase todos os países impedem a participação dos quadros mais inferiores das corporações em atividades políticas, permitindo algumas que oficiais superiores transitem nas diversas áreas políticas saindo provisoriamente e retornando aos quadros militares quando não tem mandato. O maior pesadelo de um exército é a politização de seus quadros inferiores.

    Por peculiaridades do nosso país, as forças policiais militarizadas são muito mais numerosas do que as forças do exército nacional, por isto geralmente em situações de conflito elas são colocadas a mando das forças armadas tradicionais.

    Porém até aqui não levantei o risco de Bolsonaro para a direita, mas podemos claramente estabelecer cenários baseados em experiências nacionais já ocorridas nos últimos tempos. Por exemplo, o caso do estado do Espírito Santo, quando uma greve chamada de paralização, colocou a população daquele estado refém das forças policiais, e o conflito demorou muito para ser minimizado. O importante é que durante a greve o exército através da polícia do exército simplesmente não confrontou os grevistas, simplesmente substituiu parte do efetivo da polícia militar. Ou seja, se fosse uma greve de metalúrgicos, bancários ou mesmo de trabalhadores da construção civil, as briosas forças armadas confrontariam centenas ou mesmo milhares de operários desarmados como não fez contra poucas dezenas de mulheres desarmadas que bloqueavam os portões dos quartéis.

    Voltando então ao cenário, com a eleição de um presidente identificado e apoiado cegamente por centenas de milhares de policiais militares, estes últimos se sentirão apoiados por um presidente que durante anos visitou quartéis e foi a enterros de policiais militares que morreram em ação. Ou seja, não há até o momento uma pauta pública de reinvindicações destas corporações. Porém, se não há uma pauta PÚBLICA, principalmente que isto é proibido por lei, nada indica que não haja esta pauta. Temos que nos dar conta que o início da vida política de Bolsonaro foi exatamente dado pela sua reivindicação de melhores salários para o exército, motivo pelo qual o mesmo foi punido.

    Poderíamos já adiantar, que uma remuneração mínima básica para todos os estados será rapidamente assumida. Muitos dirão que as forças de policiais militares têm já diversos representantes na política, porém como estes são geralmente oficiais superiores, ele na maior parte das vezes tem remunerações muito superiores aos quadros mais de base e por isto o interesse reivindicativo é mais transferido a pautas mais baseadas em impunidade dos quadros policiais do que outra coisa.

    Por mais que se dê liberalidade para policiais militares assassinarem quem eles acharem que são bandidos, isto não aumentará o seu soldo ou diminuirá o risco da suas próprias vidas, ou seja, apesar que ser extremamente importante uma política deste tipo, principalmente pelos grupos de risco que poderão ser atingidos por legislações esdrúxulas, anticonstitucionais e irracionais deste tipo, nenhum benefício trabalhista será conseguido pelos policiais militares.

    Tem-se que levar em conta que uma política ainda mais agressiva da já truculenta polícia brasileira, levará a uma reação também violenta e agressiva das populações alvo de uma nova política de liberação da caça de pretensos bandidos, logo a letalidade aumentará, o aumento de efetivos também aumentará, os custos aumentarão e haverá necessidade da intervenção da União nos estados em regime falimentar.

    Se poderia traçar uma linha de tempo dos problemas que poderão surgir num governo Bolsonaro; nos primeiros seis meses postulação de reivindicações, organização dos quadros de policiais em associações reivindicativas e algumas revoltas localizadas, até um ano teríamos a amplificação deste primeiro momento, com as primeiras negativas formais de solução para o problema. Ao fim de um ano, começarão os verdadeiros problemas, tendo que o governo federal ou romper com a política de austeridade ou simplesmente aderir a discursos econômicos diferentes. Em qualquer uma das duas situações citadas, já no início do terceiro anos começará a surgir movimentos organizados contra as promessas implicitamente feitas pelo governo. Como solução talvez se tente a colocação do exército para administrar a segurança em todo o país e daí por diante começa uma região de uma especulação em cima de outra, ou seja, nada real.

    Como foi mais ou menos descrito, um governo do tipo Bolsonaro no país, tem todo o potencial de levar a desordem exatamente naquilo que ele mais promete, a ordem. Ou seja, a guarda pretoriana formada pelas polícias militares no Brasil, só terá dois caminhos, ou a sua dissolução, ou o mesmo que ocorreu em Roma há dois mil anos, quem quiser entender que estude história.

     

  52. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome