fbpx
segunda-feira, julho 6, 2020
  • Carregando...
    Início Coluna Econômica

    Coluna Econômica

    Sem vacina, a guerra contra o Covid 19 se arrastará por todo o ano

    Assim, caso não surja nenhuma vacina nova nos próximos meses, o isolamento se estenderá pelo segundo semestre.

    Os economistas iluministas e a hipocrisia fiscal, por Luis Nassif

    Sem uma forma de justificar as iniquidades fiscais, eles teriam que deixar os holofotes dos cargos políticos, dos convites para palestras para públicos leigos e levar a disputa para o terreno pedregoso dos trabalhos acadêmicos aprofundados.

    Nova Lei do Saneamento permitiu passar a boiada da privatização da água, por Luis...

    Nas próximas décadas, a água será a mais importante commodity do planeta. O Brasil possui água em abundância, aquíferos, rios. É um bem público. Por isso não pode ser propriedade nem de estados, municípios, menos ainda de empresas privadas.

    As discussões sobre a privatização do saneamento, por Luis Nassif

    Por esse modelo, não apenas haveria a privatização da distribuição da água, mas também a concessão do uso da água para setor privado. Aí começa um tema complicado.

    Os fakenews de Paulo Guedes em relação à carga tributária, por Luis Nassif

    Em relação a tributação sobre Renda, lucro e ganhos de capital, Brasil ocupa a 34ª posição, com apenas 6,5% do PIB, contra uma média de 11,4%

    A redução da Selic não alterará em nada a recessão

    A Teoria Monetária Moderna é praticamente ignorada nos debates públicos, de uma opinião pública e midiática extraordinariamente presa a ideias passadas. Por outro lado, até agora não saiu um estudo rebatendo de forma sólida os argumentos levantados por seus defensores.

    A demissão de Mansueto de Almeida, o lugar-tenente de Paulo Guedes, por Luis Nassif

    Saindo, Mansueto se preserva para um eventual movimento liberal não-fundamentalista,  na companhia da Casa das Garças e de outros templos mais racionais.

    A CNN Brasil marca o início do fim dos grupos nacionais de mídia

    Mas é apenas o capítulo inicial em uma caminhada que tornará o mundo mais integrado e os grandes grupos globais dominando cada vez mais os mercados nacionais.

    Os cabeças da planilha, a Lei do Teto e as metas inflacionárias, por Luis...

    Os notáveis apresentadores poderiam simplesmente perguntar aos sábios qual a razão do sistema de fixação dos juros se chamar “metas inflacionárias” e não “meta Lei do Teto”? Se @ comentarista teimar, peça para [email protected] mostrar, na pesquisa Focus - o grande referencial do Banco Central para fixar os juros - onde entram as previsões de déficit ou superávit fiscal.

    Alemanha abandona o austericidio fiscal, por Luis Nassif

    100 bilhões de euros foram utilizados para recapitalizar e comparar participações em empresas afetadas pelo coronavirus.

    Paulo Guedes anuncia novos programas e não convence ninguém

    Com essa postura passiva, as estimativas de queda do PIB continuam aumentando. Há apenas duas certezas: A retomada da economia não ocorrerá com Paulo Guedes. A saída da crise de saúde e política não se fará com Bolsonaro.

    O mundo discute formas de reanimar a economia; Guedes, não.

    Enquanto o mundo discute formas de reanimar a economia, e chega-se ao consenso que o apoio às empresas e ao emprego são condições essenciais para vencer a crise, o Brasil afunda em depressão.

    Os cenários de difícil previsão para a balança comercial

    Na contagem geral, as exportações caíram quase US$ 3 bilhões e as importações US$ 2,2 bilhões.

    Xadrez do cenário econômico, à luz do aumento do Covid-19 e da queda da...

    As quedas de março e abril fragilizaram enormemente parte relevante da indústria – e da economia. Consumiram capital de giro, reservas financeiras, desmontaram forças de trabalho, criaram a inadimplência secular, reduziram a demanda globalmente.

    Começa a discussão sobre o pacto nacional pós-Bolsonaro, por Luis Nassif

    Para ser eficaz, o pacto não pode abrir espaço para espertezas. A bandeira anti-Bolsonaro está se tornando um poderoso aglutinador de reações. Mas, assim como o pacto que garantiu Itamar Franco, após o impeachment de Fernando Collor, não pode abrir espaço para manobras oportunistas.

    Xadrez da cassação de Bolsonaro e a incógnita militar, por Luis Nassif

    O relevante é que parece ter caído a ficha geral do risco da prorrogação do governo Bolsonaro. Não há acordo possível. E não há empate. O STF e o Tribunal Superior Eleitoral têm que pagar para ver.

    SP não está pronto para fim do isolamento, por Luis Nassif

    Mas a análise dos novos casos mostra ainda uma curva em ascensão.

    O Plano São Paulo e o fim gradual do isolamento, por Luis Nassif

    Mesmo assim, não aposte em volta rápida ao trabalho. Os últimos indicadores da pandemia, divulgados na noite de ontem, mostram a doença em evolução.

    A insistência em um ajuste fiscal impossível, por Luis Nassif

    Para um Presidente primário, como Bolsonaro, basta sentar e aguardar o milagre que ocorrerá quando das nuvens descerem investidores externos sequiosos em investir no Brasil por causa da Lei do Teto.    

    Como resolver a crise dos estados, por Luis Nassif

    Tem-se, então, com a economia em crise, com as finanças estaduais em pandareco, o setor mais dinâmico e mais rentável – depois dos bancos – não contribuindo em nada para o esforço fiscal.

    Mais comentados

    Últimas notícias