fbpx
quarta-feira, outubro 16, 2019
  • Carregando...
    Início Coluna Econômica

    Coluna Econômica

    A falsa relação entre redução das desigualdades e preservação ambiental, por Luis Nassif

    A inclusão deve obrigar a uma radicalização nas outras formas de preservação ambiental.

    O jogo dos juros, o impacto na economia e na Globo, por Luis Nassif

    Vamos a alguns eventos que influenciarão a economia nos próximos meses.

    As razões da estagnação da economia brasileira

    Em vez de rever a teoria, à luz dos fatos, o governo muda as hipóteses. Agora, recorre aos argumentos ad terrorem, de que a flexibilização do teto de gastos transformará o Brasil em Venezuela em 24 horas.

    As perdas do Brasil com obras públicas entregues a estrangeiros, por Luis Nassif

    Analisamos o recente acordo com EUA de permitir a livre participação de empreiteiras americanas em licitações de obras púbicas brasileiras

    Recessão e o terraplanismo de economistas e empresários, por Luis Nassif

    Aqui criou-se a teoria da geração espontânea e das falsas identidades. Basta o Estado sair, que o setor privado ocupará o espaço. Assim, como se não houvesse nenhuma relação entre ambos.

    Entenda o que é a hipoteca reversa que o BC pretende implementar, por Luis...

    Em suma, qualquer boa ideia, para se transformar em bom projeto, tem que ser implementada por pessoas e governos confiáveis

    O acordo Mercosul-União Europeia reedita a tragédia do Tratado de Methuen, por Luis Nassif

    Se o país ainda não se industrializou – ou, como no caso brasileiro, sucessivas políticas econômicas equivocadas, especialmente no câmbio e nos juros, tiraram o dinamismo da indústria – entra-se no dilema do poder.

    Como Luís Roberto Barroso blindou a Castelo de Areia, por Luis Nassif

    Defendeu os atos extralegais da Lava Jato, sustentando a tese de que o combate à corrupção justificaria o atropelo do Estado do Direito.

    Guedes vai implodir o fundamentalismo de Bolsonaro, por Luis Nassif

    Aliás, o pecado fatal de Bolsonaro não é acreditar no terraplanismo, mas em Paulo Guedes.

    Roberto Campos Neto, o fundamentalismo supersticioso no Banco Central, por Luis Nassif

    Repito: não há a menor possibilidade da economia sair da recessão, com pessoas do nível de Campos Neto e Paulo Guedes à frente.

    Dez truques do mercado para justificar o fracasso de suas políticas, por Luis Nassif

    O mesmo ocorrerá com a reforma da Previdência. O Congresso vai entregar uma parte da reforma e a economia continuará em profunda recessão. A alegação futura do mercado será a de que a reforma não foi suficientemente radical.

    Os juros, a dívida pública e os terraplanistas do jornalismo econômico, por Luis Nassif

    Na entrevista com Mônica de Bolle, uma afirmação dela pode ter passado despercebida para a maioria dos leitores: a de que existe agora um ...

    O Pibinho de Paulo Guedes, por Luis Nassif

    Em pouco tempo, comandando o superministério que lhe foi conferido, Guedes conseguiu jogar fora até os 6 meses de bônus que acompanha todo início de governo.
    O velho está morrendo, mas o novo ainda é incipiente, não dispõe de poder de influenciar as políticas públicas. A única maneira de sustentar o novo seria a existência de uma estrutura de poder com visão do interesse nacional e relativamente imune aos interesses dos grupos.

    Xadrez da crise do pensamento macro econômico brasileiro, por Luis Nassif

    Há um longo caminho a ser percorrido, de definição do novo padrão de desenvolvimento, de retomada do tempo perdido. E o caminho da retomada será facilitado, mais à frente, pelo indefectível Sr. Crise.

    A nova velha revolução: em vez do corte de custos a gestão focada no...

    Fundação Dom Cabral oferece uma imersão a Executivos sob o tema “o que vou legar para minha empresa”. Ou seja, daqui a dez, vinte, trinta anos, o que do meu trabalho ficará registrado na vida da empresa. Trata-se de um valor intangível e extremamente relevante na motivação das pessoas

    Raio X do comércio com a China e a diplomacia fundamentalista bolsonariana, por Luis...

    Não se trata apenas de excentricidades de circo. Mas de um atraso que vai se consolidando, enquanto se tolera a manutenção do imbecil coletivo no governo.

    A entrevista de Sarney, o conceito de verdade e as mentiras que antecederam os...

    Enfim, antes que a “verdade” fosse destruída pelas “verdades” dos fake news , o país já estava exposto ao imediatismo, ao pensamento primário, a ponto da “racionalidade” do mercado apostar em um completo imbecil para dar ao Brasil o destino manifesto.

    O governo Bolsonaro se aproxima da hora da verdade, por Luis Nassif

    Hoje em dia, a crise fiscal – que se aprofunda – é função direta da queda da atividade econômica. E Guedes não tem a menor noção sobre políticas anticíclicas.

    Os gênios que entraram na garrafa e toparam com a Lei do Teto, por...

    Os gênios da economia acharam que poderiam ressuscitar o morto sem injetar oxigênio em seu pulmão. Política fiscal anticíclica é anátema. E a economia continuou caindo

    Um país dominado pela burrice institucional, por Luis Nassif

    Têm-se o caminhão sem freio em direção ao precipício e não há uma voz de racionalidade para apontar o desastre que vem pela frente.

    Mais comentados

    Últimas notícias