“Muita alegria de ser golpista ao lado do STF”, afirma senadora pró impeachment

Jornal GGN – Numa tentativa de provocar os senadores que são contra o impeachment de Dilma Rousseff por vislumbrar falta de embasamento jurídico para a denúncia de crime de responsabilidade fiscal, a senadora Ana Amélia (PP) usou a tribuna da Casa para dizer que tem orgulho de dar o “golpe” do impeachment ao lado do Supremo Tribunal Federal. Ela se referiu ao fato de o STF ter ditado as regras para o processo sem emitir juízo sobre o mérito. O presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, não reagiu à fala.

Do Justificando

“Muita alegria de ser golpista ao lado de ministros do STF”, afirma senadora

Ontem (10), o Senado aprovou, por 59 a 21 votos, o julgamento de Dilma na Casa. A sessão plenária foi inteiramente presidida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandowski, cuja função foi apenas de coordenação e a observância de que os preceitos constitucionais fossem respeitados. Para isso, o ministro pediu que os senadores agissem com “coragem e independência” em seu papel de julgadores.

Nessa esteira, a senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS) aproveitou a participação de Lewandowski para mostrar que a “fraude, ou o golpe, incrivelmente tem a cobertura da Suprema Corte de nosso país. Se não fosse isso, não estaríamos hoje aqui, nesse julgamento, porque se fosse inconstitucional o nosso trabalho o Supremo já teria suspenso esse processo. Não venham me falar em golpe ou em fraude”, disse.

https://www.youtube.com/watch?v=YHIN6sqv9oc width:700 height:392

Em seguida, disse que tem “muita alegria de ser golpista ao lado de ministros como Carmen Lucia, como Antonio Dias Toffoli, e todos aqueles que declararam que o impeachment é constitucional”. A reação do min. Lewandowski foi essa:

Leia também:  Garantindo comissões, PT decide apoiar candidato do DEM na Presidência do Senado

Desde que o processo de impeachment foi recebido pela Câmara, muitos acadêmicos e advogados têm se pronunciado sobre essa participação do Supremo Tribunal Federal de legitimação do processo em andamento. O colunista do Justificando Frederico de Almeida foi um deles. Em sua avaliação, o STF começou a participar como um agente das ilegalidades cometidas no processo, sendo parte decisiva do processo.

O tribunal fez uma opção clara por agir ou deixar de agir convenientemente de maneira a impedir a reação do governo por meios próprios do jogo político, contribuindo de maneira definitiva para a destituição de Dilma por meios extraordinários e atendendo a intuitos assumidamente golpistas. O STF não vai barrar o golpe porque ele é parte do golpe.

Jogos de Poder analisou o papel do Supremo no impeachment

Apresentado pelo diretor executivo do Justificando, André Zanardo, o programa Jogos de Poder explicou a participação do Supremo no processo de impeachment. Uma delas seria a presença do Presidente do Supremo na sessão do Senado, para que um “verniz” de legalidade seja conferido à sessão, como ficou claro na fala da senadora Ana Amélia

“Lembre-se o Presidente do STF estará lá, oficialmente passando o pano para todos os procedimentos que ocorrerão. Daí vem o papel simbólico do Presidente do STF no impeachment: falar Amém.”

Assista:

 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

24 comentários

  1. Conheço pouco a Sra. Ana

    Conheço pouco a Sra. Ana Amélia, portanto não me arvoro o direito de analisar sua atuação no golpe. Quanto ao senador Cristóvam, não creio que se possa atribuir ingenuidade política ou ignorância jurídica como possíveis  causas para o seu posicionamento. No caso dele, é problema de caráter, mesmo.

    • ana amélia, com minúsculas

      Essa, digamos, senhora, é cria da globo, serviçal, no Senado, da rbs, a globo do sul do país. E não, não lhe atribua ingenuidade política ou qualquer traço que possa ser desculpável. É uma velhota lamentável e asquerosa, exemplar que retrata bem o meio canalha e nauseabundo de onde se origina, é só mais uma global. Infelizmente, o eleitorado do Rio Grande do Sul elegeu esse ser,. Esse mesmo Rio Grande do Sul que arrota tradição, justiça e valentia, estando escondida no meio de sua “magnífica” história de tradições a de ter entregue mais de trezentos lanceiros negros, que combateram os imperiais, ao final da Guerra dos Farrapos, para serem chacinados pelas tropas imperiais, negociados que foram pelo grande “herói”, Dadid Canabarro, com o “insigne” Duque de Caxias (sim! Caxias!), a fim de que, terminada a guerra, os negros não se pusessem a “pensar”. Portanto, a megera que você não conhece é fruto dessa terra racista, conservadora e tacanha. Não me surpreendem suas palavras e sua postura.

      • Puro preconceito!

        Nossa, você conseguiu produzir declarações ainda mais estapafúrdias  que as da própria Ana Amélia !! Jair Bolsonaro é paulista e nem por isso eu acho que todo paulista é fascista. Eduardo Cunha é carioca e nem por isso se deve achar que todo carioca é…tudo de ruim !!

        • Nasci e vivi no Rio  Grande

          Nasci e vivi no Rio  Grande do Sul até hoje, portanto, não me venha falar em preconceito. Se vivessem hoje e fossem parlamentares, os “grandes herois” do Rio Grande estariam votando com Ana Amélia. Com exceções, evidentemente, é uma terra de gente conservadora, racista e tacanha. Mas, se quiser, o estado é todo seu. Sinta-se em casa.             

  2. Essa frase é ontológica. Resume bem o escárnio e o desprezo dos

    Essa frase é ontológica. Resume bem o escárnio e o desprezo dos golpistas pelo país e pela democracia. Assim como Jarbas Passarinho resumiu o golpe militar de 64 com a célebre frase: “às favas com os escrúpulos”, a senadora Ana Amélia sintetizou o golpe de 2016 de forma clara e com um macabro cinismo.

  3. Quem escreveu isso aqui?
    “O

    Quem escreveu isso aqui?

    “O tribunal fez uma opção clara por agir ou deixar de agir convenientemente de maneira a impedir a reação do governo por meios próprios do jogo político, contribuindo de maneira definitiva para a destituição de Dilma por meios extraordinários e atendendo a intuitos assumidamente golpistas. O STF não vai barrar o golpe porque ele é parte do golpe.”

    É uma acusação grave chamar o STF de golpista.

  4. Minha senhora. Freud

    Minha senhora. Freud explica,

     

    e o pior, a senhora acaba de se declarar golpista incluindo o stf nessa armação, ao final, foi apenas um laivo de sinceridade com a qual o insconsciente dos golpista não pode lutar, foi um jorro de alívio,  a senhora acabou de entrar para a História doBrasil sintetizando nesse chiste infeliz  mas, verdadeiro, o momento em que vivemos.

    Muitos desses senadores vão ter graves crises de consciência, digo os que têm uma nesga de vergonha na cara, os canalhas dormirão tranquilos……

  5. E depois o pessoal diz que o

    E depois o pessoal diz que o diabo não existe, não é? Pois existe, está ali, naquele recinto.

    • golpe

      Essa mulher é o supra sumo da desfaçatez ( RBS botou ela lá justamente pra isso).Depois foi o outro, graxaim  manso, lasier.

      Ela omitiu  informação ao TRE, e depois a candidatura desabou.Impressionante como golpistas se sentem poderosos e insolentes.

  6. A senadora Ana Amélia é a escória do Golpe

    Como Jarbas Passarinho, ficará lembrada, mesmo depois de sua morte, como a golpista cínica que escarneceu a Democracia Brasileira, no Golpe Judiciário de 16.

    O Levante Popular da Juventude (mai 2016) fez escrachos na porta de seu gabinete e em frente à sua residência. Segundo os jovens, a senadora é corrupta, sonegadora, omitiu patrimônio em sua declaração de renda e representa os interesses da família Sirotsky, dona da RBS, afiliada da Globo no RS, e não o interesse do povo gaúcho.

    Aplica-se à senadora, a máxima do Barão de Itararé: De onde menos se espera, daí é que não sai nada.

  7. In loco

    In loco, a senadora GOLPISTA porque diz que é, cagou na cabeça do Ministro LEWANDOSWKI presidente do STF..ahahhaha  Realmente está um circo, agora, com a chancela cinco estrelas da CORTE SUPREMA do BRAZIL….

  8. Ponham ana amélia no lugar

    Ponham ana amélia no lugar que ela de fato ocupa. Uma mandelete da RBS (associada à globo).

    A RBS tem história de compor sua própria bancada no senado. Dos seus quadros de funcionários sairam ana amélia e Lasier Martins, na legislatura atual. Antes já haviam emplacado José Bisol (o único que agiu com relativa independência), José Alberto Fogaça e Sérgio Zambiasi. Alem destes elegeram muitos deputados federais e estaduais.

  9. Agora os bandidos estão todo

    Agora os bandidos estão todo juntos mas quero ver quando for para repartir o produto do roubo…

    Aliás essa hora já está chegando: o PSDB de Alckmin-Aécio-Globo começa a dar sinais de que não poupará Temer, apesar de temerem Eduardo Cunha.

    • Ana Amélia


      Ridicula e oportunista esta típica representante da mídia golpista. Não é bajuladora dos poderosos do Judiciário, mas sabuja do Golpe.

       

       

  10. Senadora da globo ( em minúsculo, sempre).

    Nada que se diga ou escreva nos comove e surpreende hoje. Nem as mortes, as mentiras e, muito menos, a verdade. Estamos sem rumo. E não foi o governo Trabalhista que fez isso. O nível sócio cultural da elite é constrangedoramente medíocre. Prova disso é terem, desde os anos de 1990, maiâmi/disney seus centros de cultura e lazer.  Depois chegaram os remediados assalariados. Temer é perfeito para essa elite-ralé.

  11. Pois esta senhôra está

    Pois esta senhôra está fazendo justamente o que eu esperava dela: nunca esperei nada que prestasse e estou recebendo exatamente isso. Mas o pior de tudo é o descarramento cínico dessa nojenta.

  12. Mas o PP é o partido com

    Mas o PP é o partido com maior participação na lava jato. Do que mesmo esta pata esta falando???

    Cada dia mais acho que estou em um conto do Kafka.

    Não existe possibilidade de discussão dentro do surrealismo.

  13. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome