Após escândalo sexual, Bolsonaro escolhe assessora de Guedes para presidência da Caixa

Embora assédio sexual seja crime, Bolsonaro ainda não demitiu nem afastou Guimarães do cargo, para que ele possa se dedicar à defesa

Secretária Especial de Produtividade e Competitividade, Daniella Marques Consentino, é a entrevistada no programa A Voz do Brasil. Foto: Agência Brasil
Secretária Especial de Produtividade e Competitividade, Daniella Marques Consentino, é a entrevistada no programa A Voz do Brasil. Foto: Agência Brasil

A substituta de Pedro Guimarães na presidência da Caixa Econômica Federal já está escolhida. Numa resposta política ao escândalo sexual, Jair Bolsonaro vai colocar Daniella Marques, ex-sócia e atual “braço direito” de Paulo Guedes no Ministério da Economia, no lugar do presidente acusado de assediar funcionárias do banco.

O escândalo sexual, combinado com assédio moral, veio à tona na noite de terça, 28. O site Metrópoles revelou que Pedro Guimarães está sendo investigado em sigilo por tocar partes íntimas, constranger e fazer convites inapropriados para funcionárias. Até agora, são cinco as vítimas que já falaram com as autoridades.

Leia também: “Você gosta de sauna?”: Presidente da Caixa é acusado de assédio sexual

Nesta quarta, 29, Pedro Guimarães apareceu em um evento da Caixa ao lado da esposa para dizer que sua conduta é pautada pela ética e moral. Segundo alguns veículos, funcionários do governo Bolsonaro admitiram que ele tinha fama de descontrolado e assediador.

Embora assédio sexual seja crime, Bolsonaro ainda não demitiu nem afastou Guimarães do cargo, para que ele possa se dedicar à defesa. O governo aguarda que o próprio suspeito coloque o posto à disposição.

Daniella Marques comanda, desde fevereiro de 2022, a Secretaria de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia. Até 2019 ela foi sócia de Paulo Guedes na Bozano Investimentos. Deixou a gestora para ir trabalhar no governo Bolsonaro.

Leia ainda: Bolsonaro acumula mais de 20 escândalos de corrupção. Confira a lista

NOVO DOCUMENTÁRIO DO GGN NARRA ESQUEMAS DA ULTRADIREITA MUNDIAL ATÉ A AMEAÇA ELEITORAL DE 2022. SAIBA COMO APOIAR AQUI

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador