Site bolsonarista usa perfis falsos para atacar políticos, juízes e ministros do STF

O site Jornal da Cidade Online, conhecido por publicar artigos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, pode ter usado perfis falsos para atacar políticos e magistrados.

do ConJur

Site bolsonarista usa perfis falsos para atacar políticos, juízes e ministros do STF

O site Jornal da Cidade Online, conhecido por publicar artigos de apoio ao presidente Jair Bolsonaro, pode ter usado perfis falsos para atacar políticos e magistrados. A denúncia foi feita pelo site Aos Fatos, que apontou uma série de indícios de que dois colaboradores do jornal seriam, na realidade, perfis falsos.

Ambos utilizam fotos modificadas. Uma pesquisa feita pelo Aos Fatostambém não conseguiu comprovar a existência dos colaboradores. Além disso, a Justiça não conseguiu localizar, nem notificar nenhum deles em processos em que foram incluídos como réus. Segundo o Aos Fatos, nem mesmo a advogada de defesa tem informações sobre o paradeiro dos clientes.

O editor do Jornal da Cidade Online, José Tolentino, disse que não conhece pessoalmente os colaboradores, pois mora no Rio Grande do Sul e ambos estariam em outros estados. Toletino afirmou ainda que se comunica com os colaboradores apenas pela internet e não quis passar mais informações sobre a dupla.

Os colaboradores publicam, em média, de quatro a cinco artigos por semana, sem qualquer tipo de remuneração. Eles foram responsáveis por exemplo, por matérias com ataques a desembargadores do Rio de Janeiro e até ao ministro do STF, Gilmar Mendes. Nos dois casos, o Jornal da Cidade Online foi processado.

Um dos repórteres publicou um artigo com duras críticas ao STF, intitulado “a dramática situação do STF: não prende ninguém, protege políticos, indeniza bandidos e solta assassinos”. O outro já usou palavras como “presunçoso”, “desonesto”, “psicopata”, “inútil” e “dotado de estupidez incomum” para se referir a figuras públicas. O Aos Fatos afirma que tentou, mas não conseguiu contato com nenhum dos colaboradores.

Leia também:  Preocupado com crise do PSL, Bolsonaro suspende indicação de Eduardo para embaixada nos EUA

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

6 comentários

  1. e estes sites de excrementos recebem grana para publicizar suas postagens em redes sociais. De onde vem a grana para defender-se de processos? A serviço de quais males estão, se o interesse é só difamar? Agora com o MJ nas mãos de um superministro que virou o capacho para limpeza das botas sujas de muitos desqualificados isto não para. Bem como as vendas de anti-ácidos que agora só crescem, já que não está sendo fácil para muitos terem de engolir o fel amargo que se forma em suas bocas.

  2. Como é que um blog,revista,jornal,divulga sem seus diretores verificarem se as notícias são verídicas???? E que são colaboradores que ninguém conhece! Ninguém sabe quem são de fato! Nunca tiveram uma reunião de trabalho! Sei que é muito estranho tudo isso,muito estranho mesmo,nenhum jornal divulga assim matérias desse porte sem averiguar! Ou seria de comum acordo entre colaboradores e direção do site??????

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome