Temer agora tem segurança de que não será cassado no TSE

temergil.jpg

Jornal GGN – Menos de uma semana atrás, jornais noticiavam que a cassação de Michel Temer no Tribunal Superior Eleitoral eram favas contadas. Até o presidente da corte, Gilmar Mendes, já lançava estratégias para ajudar Temer – como cassá-lo mas não torná-lo inelegível, para que ele pudesse ser alçado à presidência novamente pelo Congresso. De um dia para outro, porém, Temer acordou mais seguro de que estará a salvo do que nunca.

 
O destaque da coluna da jornalista Mônica Bergamo na Folha desta terça (14) é justamente este: Temer “tem segurança de que não será cassado por decisão do TSE”. E “ainda que a corte decida nessa direção, o que considera improvável, o presidente está confiante de que, no STF (Supremo Tribunal Federal), seu afastamento do cargo seria revertido.”
Ontem, o Estadão publicou reportagem afirmando ter ouvido, sob a condição de não revelar os nomes, cinco dos sete ministros do TSE, e todos disseram que antes de cassar Temer, levariam em conta o transtorno que a decisão poderia causar – como uma crise política similar a que permeou o impeachment de Dilma Rousseff.
 
Temer está tão tranquilo que Eliseu Padilha está de volta ao cargo mais forte do governo, mesmo que “por enquanto”. “O presidente concluiu que precisa manter o auxiliar no cargo porque ele tem o controle da administração. E Temer não tem ninguém com o mesmo perfil para colocar no lugar”, acrescentou Bergamo. 
 
Padilha, agora, só deixa o cargo se virar réu no Supremo. O mesmo escudo será empregado nos demais membros do primeiro escalão que estão na mira da Lava Jato.
 
Assine e fale com o editor

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora