Sabatina de Mendonça aumenta tensão entre Bolsonaro e Alcolumbre

Em entrevista, presidente afirma que senador à frente da CCJ atua fora “das quatro linhas” da Constituição brasileira

Davi Alcolumbre (DEM-AP) e Jair Bolsonaro - Foto: Abr

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro diz aguardar a sabatina de André Mendonça, ex-chefe da Advocacia Geral da União (AGU), pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal.

“Eu ainda aguardo a sabatina do André Mendonça no Senado Federal. Ele [Davi Alcolumbre] age fora das quatro linhas da Constituição”, disse o presidente, em entrevista à CNN Brasil.

Clique aqui e veja como colaborar com o jornalismo independente do GGN

O nome de Mendonça para o lugar do ministro aposentado Marco Aurélio foi oficializado em julho. Contudo, Alcolumbre declarou a aliados que pretende segurar a análise do nome até 2023.

Na prática, o senador pretende fazer com que a indicação de Bolsonaro perca a validade e a cadeira no Supremo Tribunal Federal (STF) seja ocupada por alguém indicado pelo próximo presidente, o que causou reações entre os senadores governistas, que já indicaram obstrução de votações no plenário caso a sabatina não seja marcada.

Leia Também

Bolsonaro barrado no jogo e TSE faz limited hangout dos “disparos em massa”, por Wilson Ferreira

Lewandowski nega pedido para forçar CCJ a marcar sabatina de André Mendonça

CPI não depende de Aras para denunciar Bolsonaro no STF, diz colunista

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome