O saldo comercial acumulado cai em relação a fevereiro, por Luís Nassif

Maiores quedas de exportações foram para os dois maiores parceiros comerciais brasileiros: China (-US$ 2,5 bi) e União Europeia (-US$ 2,59).

Agência Brasil

De fevereiro de 2024 a março de 2024, o saldo comercial acumulado, de 12 meses, caiu US$ 3,27 bilhões. As exportações caíram US$ 4,84 bilhões e houve um aumento de US$ 1,57 bilhões das importações.

As maiores quedas de exportações foram para os dois maiores parceiros comerciais brasileiros: China (-US$ 2,5 bi) e União Europeia (-US$ 2,59).

Em 12 meses, são significativos dois movimentos: a queda das cotações em 7 das 10 commodities mais exportadas. E o aumento da quantidade de 8 dos 10 produtos mais vendidos. Em dólares, houve alta em 5 produtos e queda em 5.

Se comparar os 12 meses encerrados em março de 2024 com os 12 meses até fevereiro, há um quadro pessimista no ar, que pode explicar a atual crise do agronegócio.

Leia também:

Luis Nassif

1 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. “America Under Attack”. Ficou na minha memória a legenda permanente durante dias na tela da CNN internacional em 2001, no dia e semanas posteriores ao ataque às Torres Gêmeas.
    Tivéssemos nós uma TV, digamos, patriota como a rede americana, e teríamos por vários momentos nesse ano algo muito parecido, em inglês mesmo: “PETROBRAS Under Attack”
    O nível de pressão, provocação, boatos, fake news e intensidade midiática me lembra dois acontecimentos. O ataque terrorista do 11/09 e o início da guerra, não menos terrorista, do mensalão.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador