Barroso nega pedidos de liberdade para indígena bolsonarista

Tatiane Correia
Repórter do GGN desde 2019. Graduada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Com passagens pela revista Executivos Financeiros e Agência Dinheiro Vivo.
[email protected]

Pedidos não possuem argumentos para esclarecer pontos que levaram à prisão de pivô de quebra-quebra em Brasília, diz ministro

TSE Divulgação

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou dois pedidos de liberdade para o indígena bolsonarista José Acácio Serere Xavante, detido na última segunda-feira.

Segundo o jornal Correio Braziliense, Barroso afirma em sua decisão que o habeas corpus não possui a argumentação necessária para esclarecer as questões que levaram à prisão do bolsonarista.

“Além disso, o Supremo Tribunal Federal consolidou orientação no sentido do descabimento da impetração de habeas corpus contra ato de ministro, turma ou do Plenário do Tribunal”, salienta a decisão de Barroso.

José Acácio, que também é pastor evangélico, foi preso pela Polícia Federal no último dia 12 por participar de antidemocráticos.

Ele foi o pivô dos atos realizados por bolsonaristas extremistas em Brasília, que não só tentaram invadir a sede da Polícia Federal como depredaram uma delegacia da Polícia Civil e incendiaram carros e ônibus.

Saiba Mais

Tatiane Correia

Repórter do GGN desde 2019. Graduada em Comunicação Social - Habilitação em Jornalismo pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (USCS), MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Com passagens pela revista Executivos Financeiros e Agência Dinheiro Vivo.

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador