Helena Chagas: STF pode, enfim, admitir suspeição de Moro sobre Lula

 
Jornal GGN – A guerra em torno da ordem de liberdade que o desembargador Rogério Favreto concedeu a Lula serviu para levantar mais uma prova da suspeição de Sergio Moro em relação ao ex-presidente. O fato do juiz de piso ter se arvorado em atropelar decisão de um magistrado jurisdicionalmente acima dele acendeu um sinal de alerta na última instância e, segundo artigo de Helena Chagas, uma ala do Supremo Tribunal Federal pode dar um basta em parte dos abusos.
 
A ideia seria acolher a tese de suspeição e de que Moro não é um super-juiz, dono de todos os processos contra Lula, retirando de suas mãos o processo envolvendo o sítio de Atibaia.
 
A segunda turma do Supremo já decidiu que as delações da Odebrecht que não tenham ligações estritas com a Petrobras devem ser encaminhadas à Justiça de São Paulo. Mas Moro se recusa a abrir mão do caso do sítio com base nessa decisão. Ele diz que ainda vai analisar o caso.
 
Retirar de Moro a competência da terceira ação penal em andamento contra Lula seria uma derrota para a República de Curitiba.
 
Por Helena Chagas
 
 
Em Os Divergentes
 
Lula segue preso e são remotas as possibilidades de o STJ ou o STF o livrarem da cadeia no curto prazo, até agosto ou setembro. Mas nunca foram tão reais as chances de o ex-presidente se livrar do juiz Sérgio Moro nos processos curitibanos em que ainda será condenado – alguém duvida? – como o do Sítio de Atibaia e o da suposta compra do terreno para o Instituto Lula pela Odebrecht em SP. 
 
Leia mais aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Juiz anula sua ridícula sentença contra Lula, por Marcelo Auler

9 comentários

  1. É triste vê o PT e seus

    É triste vê o PT e seus principais dirigentes sendo tratados como cachorro morto. Todo mundo bate, chuta, pisa e faz o que quer e ninguem defende, principalmente no judiciario. Tudo isso é fruto de escolhas equivocadas e descabidas feitas no passado longo e mais recente também. Sinceramente é esdruxulo  vê ministros da direita como gilmar e marco aurelio sendo os principais aliados dos petista hoje no STF. Escolhas como carmem lucia, rosa weber, fachin, fux e barroso, sem falar no barbosão dizem muito como é a esquerda em geral, conseguem chegar ao poder mas, por não saber usá-lo, terminam se enrolando e caindo em armadilhas bobas e fazendo infantilidades políticas.

      •   Credo! Sua dificuldade na

          Credo! Sua dificuldade na interpretação de um texto chega a assustar. É efeito de medicamentos ou disfunção cognitiva?

  2. Chega a ser comovente a

    Chega a ser comovente a ilusão, o auto engano desses analistas políticos…

    E isso era apontado quando ficou publico que analista que assina participava do circulo intimo da presidente deposta.

  3. A esquerda é, de forma geral,
    A esquerda é, de forma geral, cristã, acredita no bem, na bondade, na sinceridade, no perdão…; e tem dificuldade de lidar com o fato de que muitos da direita (não todos), tem mesmo pacto com o outro lado.
    A esquerda tem errado porque sempre acha que, “deste limite eles não passam”…

    Sabemos que existem vários tons e variações, mas nas horas duras, como as que vivemos, o preto e branco se tornam reis.

    Parte da esperança esta na direita que pensa, e sabe que este caminho só leva a perdas generalizadas.

  4. Verbos e tempo

    Se não estivéssemos num estado de exceção ou, em outras palavras, se a lei fosse igualmente aplicada para todos os cidadãos como manda a Constituição, em lugar de pode o STF admitiria a mais do que provada suspeição de Moro para julgar Lula. E ainda avocaria a análise da condenação absurda, porque completamente infundada, no processo farsesco do triplex.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome