Ministros do STF negociam aumento do próprio salário

 
Jornal GGN – Os ministros do Supremo Tribunal Federal negociam com o governo um aumento do próprio salário, defendendo um reajuste em torno de 16%. Se aprovado, o salário passaria de R$ 33,7 mil para mais de R$ 39 mil.
 
Como os ministros do STF ganham o teto do funcionalismo público, o aumento teria um efeito cascata, impactando salários de ministros de outros tribunais superiores, desembargadores e juízes. Os servidores do Judiciário também negociam um reajuste salarial com o governo, que pode ficar entre 41% a 44%.
 
Do Valor
 
 
Em pleno momento de crise econômica, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) negociam com o governo um aumento no próprio salário. Os ministros defendem um reajuste de cerca de 16% — que, se aprovado, passaria o salário atual, de R$ 33,7 mil, para mais de R$ 39 mil.

 
O aumento teria um efeito fiscal em cascata, já que os ministros do STF ganham o teto do funcionalismo público. O impacto mais imediato seria nos salários de ministros de outros tribunais superiores, desembargadores e juízes. A proposta está em negociação com o Palácio do Planalto, mas ainda não foi fechada. O impacto do reajuste não foi divulgado. 
 
O Judiciário também negocia uma proposta de aumento no salário dos servidores. Em reunião esta manhã com a presidente Dilma Rousseff, o presidente do STF, Ricardo Lewandowski, acertou o que chamou de “linhas básicas” do reajuste dos funcionários. Segundo a assessoria da Corte, o aumento do salário de ministros não foi tratado na reunião.
 
“Teremos o reajuste o melhor possível [para os servidores] dentro das circunstâncias atuais. A presidente garantiu que a maior parte da inflação será reposta”, disse Lewandowski esta tarde, durante reunião administrativa no STF. As negociações para reajuste dos servidores envolvem percentuais que giram em torno de 41% a 45%. 
 
Na reunião, Lewandowski anunciou que o Supremo contará com previsão de R$ 624,8 milhões na proposta orçamentária de 2016, incluindo verbas de custeio, investimento e pessoal. “Apesar da crise, logramos um aumento de 3,47% em relação ao ano anterior”, disse o ministro, referindo­-se à proposta orçamentária de 2015.
 
A proposta básica tem que ser enviada ao Congresso até o dia 14 de agosto, e não inclui a previsão de reajuste salarial de servidores e ministros. A expectativa de gastos com reajuste pode ser encaminhada posteriormente ao Congresso, de forma separada. 

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Corte no Bolsa Família no nordeste "revela tempos estranhos", diz Marco Aurélio

35 comentários

  1. Defasagem dos salários dos

    Defasagem dos salários dos servidores: 56%.

    Proposta de recomposição salarial para servidores: 40% (em 4 anos).

    56% – 40% = 16%.

    Nossa! que coincidência. 

    • Defasagem em relação a que

      Defasagem em relação a que ?

      Os servidores ganham muito acima do que ganham funcões similares, de auxilicar administrativo, na iniciativa privada.

      • Será que você tentou, mas não

        Será que você tentou, mas não conseguiu entrar nesse seleto clube? 

        MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO CONCURSO PÚBLICO PARA INGRESSO NA CARREIRA DE ANALISTA DE INFRA-ESTRUTURA E PARA O CARGO DE ESPECIALISTA EM INFRAESTRUTURA SÊNIOR EDITAL N.º 8, DE 2 DE JUNHO DE 2008 O MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO (MPOG) torna públicos o resultado final na prova dissertativa, a convocação para a prova oral, somente para o cargo de Analista de Infra-Estrutura, a convocação para a defesa de memorial, somente para o cargo de Especialista em Infra-Estrutura Sênior, bem como a convocação para a prova de títulos, para os cargos de Analista de Infra-Estrutura e de Especialista em Infra-Estrutura Sênior, referentes ao concurso público para ingresso na carreira de Analista de Infra-Estrutura e para o cargo de Especialista em Infra-Estrutura Sênior. 1 Resultado final na prova dissertativa, na seguinte ordem: cargo/área/especialidade, número de inscrição, nome do candidato em ordem alfabética e nota final na prova dissertativa. 1.1 ANALISTA DE INFRA-ESTRUTURA – ÁREA: CIVIL E AQUAVIÁRIO (…) Daniel Quireza Pinheiro, 6.96.

        • Jà prestei para a minha área,

          Jà prestei para a minha área, nunca para auxiliar administrativo com salário muito superior ao de mercado.

          E também a culpa não é de quem presta. O problema são os valores oferecidos, que quem paga somos todos nós.

          E o que voce tem a ver com isso ?

          Estou comentando algo geral para o País, não entrei em sua vida particular nem na de minguem aqui.

          Isso é coisa de gente sem caráter..

          E ainda vem aqui como anomimo para atacar outros comentaristas.

          O blog, infelizmente, cada vez mais, baixa o nível, ao dar guarida a esse tipo de comportamento, de tentativa de intimidar comentaristas. 

          Se o Nssif não ficar atento isso aqui vai direto para o esgoto.

        • E viva o Google !

          O Google é um santo remédio contra memória curta e hipocrisia. Não tem mais como se esconder.

           

          Aqui é assim: odos acham que o funcionalismo público é mamata até passar no concursos. E enquanto não passa fica repetindo as palavras do Andre.

           

           

          • Deixe de ser ridículo

            Deixe de ser ridículo camarada.

            Em momento algum falei contra os servidores que prestam concursos.

            Falei contra os altos salários sem justificativas que são pagos por todos nós.

            Só faltava essa, não podermos mais criticar salários de órgãos públicos.

          • Claro que pode criticar !

            Só acho que logo você vai parar de fazer isso….coincidências da vida…

            Quando acontecer eu te mando os parabéns pela aprovação !

            Foco nos estudos e não desista camarada! E lá da repartição você terá tempo de sobra de postar seus comentários pseudo politicamente corretos.

            Boa sorte

      • Defasagem em relação à

        Defasagem em relação à inflação. Os salários do nobres magistrados são reajustados todos os anos. Provavelmente o seu também, com toda justiça. Mas sevidor público não tem data base. Serve de moeda de troca de votos. São chantageados com funções para se submeterem aos caprichos da nobresa. Assédio moral, depressão, suicídio, tudo isso no lombo do servidor público que é massacrado pela mídia apenas para favorecer interesses escusos. Mas não me curvo, vou contiunar lutando por tudo aquilo que acredito. Acho até que só deveria existir uma regra salarial no serviço público: A maior remuneração não poderar ser superior a cinco vezes a menor. Pronto.

    • Não há defasagem nenhuma. Os

      Não há defasagem nenhuma. Os salários do judiciário devem ser congelados até chegarem a um valor compatível com o da iniciativa privada. Quem não estiver contente, que saia.

      • Não existe “função” no

        Não existe “função” no judiciário, ou no serviço público, similar a nenhuma outra da iniciativa privada. Todas as que “funções” similares já são objeto de terceirização, ou seja, já são da iniciativa privada.

  2. Aumentaram os proprios

    Aumentaram os proprios salarios em dezembro, qual a justificativa para novo aumento seis meses depois? Tudo isso enquanto dizem aos servidores que não dá para para defender o reajuste já aprovado aos servidores do judiciario por causa da crise, quer dizer há crise para uns e não para outros?

  3. Melhor seria uma ajuda de custo

     

    Seria melhor uma ajuda de custo para os ministros do STF, visto que a Câmara já aprovou uma PEC que vincula o salários dos procuradores federais,  estaduais e municipais e delegados federais e estaduais aos salários de ministros do STF.

    • Aliás, aprovou essa PEC 443

      Aliás, aprovou essa PEC 443 com apoio maciço não só da base aliada como também da bancada do PT ( parece que foi tipo 56 a favor e 3 contra ). Quando esses ventos amainarem, vou cobrar que alguém me explique isso.

  4. Imorais! Que momento triste
    Imorais! Que momento triste de nossa tão noviça historia!Desejo que tudo sobre, para envergonhar os netos desses homens e mulheres lesa patrimônio de nosso país! Eles contam com o esquecimento crônico que ainda impera por aqui, mad irão quebrar a cara!

  5. É simplesmente inacreditavel

    É simplesmente inacreditavel a alienação completa em relação ao Pais. Tem salario, viagem de primeira classe em seminarios no exterior, carro de luxo com motorista 24 horas, apartamento funcional, segurança em Brasilia e na cidade onde moram, o salario é um detalhe MAS vira um gatilho para MILHARES de outros servidores, liquidam com a arrecadação em um momento onde esta está canindo mês a mêsTeve um presidente do tribunal que foi a uma “homenagem” no exterior,

    ele e a esposa de Primeira Classe, colocou a passagem da esposa na conta do tribunal, na Suprema Corte americana ganham muito menos, não tem carro com motorista, alguns juizse vão trabalhar de metrô e de onibus, outros a esposa vai guiando o carro, apartamento funcional ninguem sabe o que é.

    • Tem razão, mas já que no

      Tem razão, mas já que no Brasil é assim o Governo poderia usar essa unfluencia para alguma coisa né.

      E nem isso vão fazer.

  6. Quem foram os jenios que

    Quem foram os jenios que disseram que o Governo não tem interferencia no judiciário ? Para quem o judiciário está pedindo aumento ? Com quem está negociando ?

    Existe hora melhor para acabar com a lava jato que essa ?

    Será que Dilma vai perder mais essa chance, em um reunião a dois com o Lewandowisk, que é presidente tanto do CNJ, quanto do STF ?

    Quanto será que ele quer de e o aumento ?

    Lembrando que precedentes não faltam, como prisões inconstituicioais e erros crassos como no caso da cunhada do Vaccari. Sem contar a questão da jurisdição imlimitada. Teses jurídicas não faltam.

     

    • Pera aí, você está sugerindo

      Pera aí, você está sugerindo que a presidente proponha ao ilibado líder sindical Lewandowski uma barganha tipo : você intervém na lava-jato e leva um aumento nos vencimentos seus e de seus colegas? É assim que vai subir o nível na política ? Nem o realismo socialista chegou a tanto, pelo menos em termos de manifestação pública.

      Um pouco de calma nessa hora.

      • Não imagina, o que é isso

        Não imagina, o que é isso ?

        Longe de mim pensar algo nesse sentido. Que absurdo !!!

        É preciso sempre agir com Republicanismo não é mesmo ?

        Como voce acha que a política funciona ?

        Ora, ora, o Jn todo dia fala dos cagos que a base aliada pede, qual é a diferença ?

        Política é negociação e barganha, o que voce acha que é política ?

        • Comprar juizes não parece ser

          Comprar juizes não parece ser nada de mais a vista de mensalão, petrolão….etc e outros “ãos” que podem ainda aparecer.

        • Dessa argumentação eu tiro

          Dessa argumentação eu tiro sua noção de ética e sua credibilidade para argumentar em qualquer coisa que envolva justiça. Vergonhoso.

          Felizmente o sistema jurídico é tocado por gente um pouco mais preocupada com o Direito, “graças a deus” a maioria concursados, e poucos politiqueiros calculistas. Não é excelente, mas poderia ser ainda pior.

  7. Caro Jorge Furtado, a

    Caro Jorge Furtado, a corrupção, vê-se, age de diversas formas e nos mais variados locais. Mas, sempre para e com os mesmos.

  8. Lewandowski

    E pra muita gente gente daqui o Lewandowski é o mais justo e sábio dos homens…

     

    Cada vez mais me convenço que construir Brasilia foi uma jogada de mestre. Afinal isolou o poder do resto do país, criou uma ilha da fantasia onde tudo pode e a falta de reação do povo está garantida porque a grande maioria está envolvida nos privilégios. 

    Queria ver o presidente do STF, do Congresso ou a presidenta circulando pelo RJ ou SP

  9. A informação do Valor está

    A informação do Valor está completamente errada no que tange aos servidores, sequer apuraram.

    A categoria já rechaçou qualquer iniciativa do sindicato que não seja a derrubada do veto absurdo, que viola a autonomia administrativa e financeira do Judiciário. Estão abrindo uma fresta para o pé na porta que virá, e sequer são gente de carreira, são indicados políticos. Os ministros não têm legitimidade para negociar por cima da categoria.

    Não faz um mês que a categoria cobrou os ministros para que não excluíssem os representantes da Fenajufe, legitimamente eleitos para representar a categoria. Exigiam reunião, e precisaram pressionar muito para serem recebidos, porque estavam tentando colocar a pelegada petista da Fenajufe do RJ para atravessar a vontade de outros 25 estados, mais o SINDJUS-DF, que acaba de ser tirado das mãos do PT.

    O que acontece se o diretor do Bradesco ou o presidente da Volks resolver escolher entre os empregados aquele com quem prefere negociar aumento de salário, sem ser o dirigentes eleito pela categoria? Corre o risco de tomar uma condenação por conduta antisindical. Pergunte ao Lula, o Lula sabe. Se ele continuar não sabendo, pergunte à Rosa Weber. Gente para perguntar, não falta.

  10.  Caro Nassif, a

     Caro Nassif, a contra-proposta do executivo deveria ser a de diminuir o teto e aumentar o piso. Esses nobres precisam trabalhar. Dia desses, o príncipe Ricardo “facanopescoço” Lewandowski encontrou-se com Elisabete da Inglaterra, o que me fez perguntar: que diabos o presidente do stf foi tratar com a senhorinha?

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

  11. O problema não é o salário

    O problema não é o salário dos ministros. Da mesma forma que os presidentes dos outros poderes, se considerarmos as responsabilidades o salário do ministro do STF não é alto. Qualquer diretorzinho de empresa estatal ganha mais que isso. O problema é o sistema de vinculação com os salários de várias cargos do setor público. Isso sim deveria ser terminantemente proibido como cláusula pétrea da constutuição. Os salários de ministros do STF, presidentes da república, da câmara e senado não poderiam ser usados como referência, sob qualquer forma de vinculação, para definir remuneração de nenhum cargo ou categoria de trabalho do serviço público. 

    Existe uma PEC no congresso pela qual os auditores da receita terão seus salários vinculados ao dos ministro do STF como teto.  Por ai compreende-se o nível de absurdo reinante no serviço público federal. É um trem da alegria atrás do outro.

    • Concordo com tudo.
      Menos com

      Concordo com tudo.

      Menos com a questão dos diretores de estatais. Um diretor de uma Petrobras, de um BB ou de uma CAIXA detem um cargo de grandíssima responsabilidade e geralmente operam na lógica privada, por isso ganham mais.

  12. Na reunião, Lewandowski

    Na reunião, Lewandowski anunciou que o Supremo contará com previsão de R$ 624,8 milhões na proposta orçamentária de 2016 

    Quase 630 milhôes por ano para ficar julgando furto de par de chinelos e de pacote de biscoitos. São 57 milhões por ministro. Quanto custa o minuto de sessão de julgamento no supremo??

  13. Ministro do STF negociam aumento…..

    Este Célio Silva deveria ser automaticamente eliminado desta comunidade. É de uma vilania e indignidade seu ato, que fica até difícil comentar.

  14. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome