STF abre ação contra deputado acusado de bater na ex-mulher por 40 minutos

Brasília – O Supremo Tribunal Federal (STF) abriu hoje (5) ação penal, com base também na Lei Maria da Penha, envolvendo o deputado federal Arthur Lira (PP-AL) por lesão corporal contra ex-mulher. Por maioria de votos, os ministros entenderam que as acusações apresentadas pelo Ministério Público Federal são suficientes para abertura da ação.
 
De acordo com informações do processo, Arthur Lira foi à casa da ex-mulher, Jullyene Lins, e a agrediu fisicamente, com chutes e tapas durante 40 minutos. Os fatos ocorreram em 2006, sete meses após o fim do relacionamento, e foram presenciados pela babá de um dos filhos da vítima. 
 
Em defesa enviada ao STF, o deputado negou as acusações e disse que o laudo do exame de corpo de delito não comprovou os fatos. “Jamais o acusado praticou qualquer ato de violência contra sua mulher. As acusações formuladas pela suposta vítima foram realizadas em momento de extrema tensão entre o casal e, certamente, tinham por objetivo atingi-lo em razão da disputa pelo patrimônio e guarda de filho comum”, argumentou a defesa.
 

25 comentários

    • É que a gente já te de

      É que a gente já te de implicância com os ministros do STF mas, a verdade é que ele, Fux, não se convenceu, exatamente, por conta do tempo da surra, do tal de punho fechado que não deixa marcas e hematomas de coloração que indicariam alguma coisa anterior ao dia da briga… O que eu acho que aconteceu é que ele pensou no sentido de desqualificar tudo por conta de eventuais exageros; tipo, ah isso aqui, com certeza, não aconteceu, então deve ser tudo mentira… Imagino que os que o acompanharam seguiram o mesmo raciocínio… De qq forma, não havia qq razão para que não se apurasse melhor, já que o laudo indicava mesmo hematomas nos braços e pernas, como explicou o Ministro Teori. Depois a Ministra Rosa Weber, ainda mandou bem, tentando alertar para a pouca importãncia da duração e perguntando qual o tempo de um tapa…  Ministro Barroso, voltou atrás, e eu não muito bem pq… ele havia entendido que os dois ainda estavam casados e por isso, teria acompanhado o relator mas como a advogada esclareceu que eles estavam separados, acabou acompanhando o Min. Teori…. Mas voltando ao Fux, para mim, ele estava achando que era armação. Ele não estava diminuindo a agressão sofrida, ele não se convenceu que ela ocorreu. 

  1. Muitos comentaristas estão

    Muitos comentaristas estão falando da “expertise” do Barbosão nesse área aí. Eu normalmente não tocaria nesse assunto que é de fórum íntimo, “briga de marido e mulher não se mete a colher”.

    Mas ele merece. Um patrulhador implacavel da moral alheia deveria ter um telhado de vidro menos visível. Bate em mulher, reforma banheiro por 90 mil com dinheiro público, compra ap. em Miami por 10 dollares e usufruiu de mordomias proporcionadas pelo Huk, empregador de seu filho.

    Ministro, nós sabemos o que o senhor fez no verão passado. Está tudo registradinho

  2. O relator amicíssimo do pai

    O relator amicíssimo do pai da advogada de defesa, como ele mesmo declarou. Gilmar acompanha o relator. Dias Tofoli acompanha Gilmar no mesmo muxoxo. Se não fosse o Marco Aurelio – ele conhece o machismo e a prepotencia dos poderosos alagoanos – como ressaltou – e o Celso de Melo, teria sido mais um caso vergonhoso do STF, se não tivesse recebido. Mas agora vai para a gaveta e tudo acabará bem para oi denunciado.

    • Os grandes problemas da

      Os grandes problemas da violência contra a mulher neste país, de fato, se limitam ao “…machismo e a prepotencia dos poderosos alagoanos”. Se não fosse isso, a violência contra a mulher no Brasil não existiria. Todos nós sabemos que nos outros estados do Brasil não existem “machismo” e a “prepotência de poderosos”. Esse é um problema só dos alagoanos.

      Quando o machismo e a prepotência dos poderosos surgem em outros estados, é coisa besta, não tem qualquer peso.

  3. Forja

    Calma, pessoal!

    O boletim de ocorrência da ex-mulher de Joaquim Brabosa foi forjado por uma office-girl do Banco Rural, com indícios de DNA e assinado por um tal de Genoíno. Tudo sem um tênue domínio dos agressivos fatos .

    E foi devidamente arquivado pelo promotor De Pequenis.

  4. Barbosão meteu o pé pq sabia

    Barbosão meteu o pé pq sabia que se ficasse presidindo ia ser piada pronta…

    Mas… por onde anda a Ministra Camem Lucia, tá em missão oficial? Oxi, tem um tempo que eu não vejo a ministra… será que tá acontecendo alguma coisa???

    Aliás, qdo é Mensalão, ninguém falta, sai  no meio, tá em missão oficial, sente dor nas costas, deixa outro presidindo a sessão… Curioso isso… parece dia de prova, qdo a gente descobre que aquela turma de 20, tem na verdade 80 alunos..

  5. 40 MINUTOS ??????????? E O

    40 MINUTOS ??????????? E O PRESIDENTE QUE ENCHEU A MULHER DE PORRADA ??????????????????? . . . . . K K K K K K  . . . . .  . . . . . . . .  .

+ comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome