Um país que perdeu o medo do ridículo, por Luís Nassif

Em São Paulo, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima discorre sobre história do Brasil. Fala dos degredados que incutiram nos brasileiros a malandragem atávica, poupando apenas os procuradores.

Em algum lugar do Brasil, o Ministro Luís Roberto Barroso cita Faoro e Buarque e o grande pensador Flávio Rocha, dono das Lojas Riachuelo, para discorrer sobre reforma trabalhista e sobre a malandragem brasileira, que poupou apenas o Supremo  

No Twitter, o procurador Hélio Telho rebate o economista Paulo Rabello de Castro e diz que ele (Telho) precisa ensinar capitalismo de verdade a esses capitalistas de compadrio.

Seu colega goiano, Ailton Benedito, da Procuradoria dos Direitos do Cidadão, afirma, no Twitter, que os nazistas eram socialistas, porque seu partido se chamava Nacional Socialismo e em que breve os socialistas-nazistas brasileiros matarão os cidadãos nacionais.

Não bastassem os atentados ao estado de direito, a invasão da política, esses gênios do data vênia resolvem agora enveredar por todos os campos do conhecimento, com mesma desenvoltura de um Romário, de Neimar falando platitudes. Tornaram-se celebridades e se sentiram no direito de falar bobagens e não serem cobrados, como fazem as celebridades, que são inimputáveis.

Onde se vai parar esse exibicionismo maluco? Daqui a pouco estarão discorrendo sobre a Teoria da Relatividade, como Ayres Britto. Quando a imprensa terá coragem de dizer para esses gênios que o espaço dado a eles é apenas utilitarista, porque ajudam no seu jogo político e que sua militância intelectual é ridícula e expõe o próprio poder ao qual pertencem?

Leia também:  Hans River mentiu à Procuradoria antes de mentir no Congresso

Esse mundo de faz-de-conta da mídia criou egos tão monumentais, que, além de discorrer sobre os degredados portugueses, Carlos Fernando se viu com o poder de puxar a orelha da futura Procuradora Geral da República! E tudo isso do alto da autoridade conferida por uma cobertura displicente, que não consegue diferenciar o canto da cotovia do zurrar de um jumento.

Dia desses, um desses procuradores estava indignado porque a Polícia Federal tomou medidas internas sem pedir sua opinião.

Ontem anunciou-se que o bravo Ministério Público Federal está proporcionando cursos de Twitter para o procurador que quiser se aventurar. Para quê? Para que exercitem uma militância nociva, politizando as discussões, agindo como partido político com militantes de egos exacerbados?

Para prestar apenas contas de seus atos, não será, porque senão não se permitiria a Dallagnol e outros militantes o uso do Twitter para ataques ao Congresso, por pior que seja, aos advogados e aos críticos da Lava Jato.

É um pesadelo sem fim. Quando se envereda pelo caminho do ridículo, com a sem-cerimônia dos néscios, é porque se chegou ao fim da linha.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

111 comentários

  1. FEBEAPÁ

    É o Festival de Besteiras que Assola o País.

    Se Stanislaw Ponte Preta estivesse vivo, com a verve que lhe era peculiar, nenhum ignorante, decoreba de material de concurso público, passaria imune ao escracho do famoso colunista de “Última Hora”.

    Barroso investiu na defesa de Cesare Battisti e assim conseguiu credenciar-se junto a setores progressistas que apoiaram sua indicação ao STF.

    Ao fim e ao cabo tornou-se um dos Inimigos Públicos Nº 1 do trabalhador brasileiro. Nomear um elemento desses para o STF para depois o sujeito dedicar-se a fazer lobby para o capitalismo selvagem. É muita incompetência da esquerda.

    Paulo Rabello de Castro é quem deveria ensinar economia a esses patetas. Só fico imaginando a cena: um puxando o nariz do dois que dá um tabefe na orelha do três que dá um cascudo no cucuruto do um, enquanto Paulo Rabello tenta ensinar macroeconomia, microeconomia, economia internacional, etc aos palermas. Engraçado mas patético.

    Não há solução à vista.

    O abismo parece ser o nosso destino.

  2. Umberto Eco resumiu assim:

    “As mídias sociais deram o direito à fala a legiões de imbecis que, anteriormente, falavam só no bar, depois de uma taça de vinho, sem causar dano à coletividade. Diziam imediatamente a eles para calar a boca, enquanto agora eles têm o mesmo direito à fala que um ganhador do Prêmio Nobel. O drama da internet é que ela promoveu o idiota da aldeia a portador da verdade”.

     

    Umberto Eco,na Universidade de Turim em 2015.

  3. Já está na hora de se aprofundar nos estudos da direita pátria

    NASSIF,sugiro um trabalho jornalístico investigativo,para se entender certos conceitos direita/esquerda e o pensamento de fundo por trás de tais afirmações como a do promotor de Goiás.

    Gaste algum tempo lendo o livro : O Caminho da Servidão de Friedrich Hayek .A paritr da conclusão dessa leitura aprofunde sua pesquisa e assista os vídeos do Olavo de Carvalho,leia seus milhares de textos.Use de sua influência jornalística e reconhecimento profissional e consiga uma entrevista com ele via Hangout e permita a interação com outros pesquisadores e debatedores qualificados.

    Tentar entender esse fenômeno de extrema  polarização na vida nacional,sem analisar o papel e influência de um de seus maiores ideólogos não trará clareza alguma.Será apenas um exercício de ” testando hipóteses ”.

    Há,sugiro também assistir todos os vídeos e entrevistas por trás de um projeto de nome : Brasil Paralelo,já com lançamento dos vídeos para sua segunda edição em andamento.

    A direita se organizou,ganhou massa crítica e está disposta a disputar os espaços no que eles definem como : ”egemonia cultural da esquerda”.Farão isso em todos os locais possíveis. 

    Não fique preso em nehum estereótipo ou filtro da realidade imposto por crenças ideológicas,vá fundo na pesquisa dessa turma e entenderá as razões por trás de tais manifestações.Não julgue os personagens apontados no texto acima como figuras meramente caricaturais,alguns são mesmo,mas apenas como mero reflexo de algo maior,mais fluido e organizado.

     

  4. São imbecis , entretanto quem
    São imbecis , entretanto quem permitiu a eles o direito a dizer o besteirol institucional, foram os nobres políticos brasileiros, TODOS, alguns com mais notoriedade no campo da Santa ignorância, tal como Dilma e Lula. Fim

    • Comentário que exemplifica

      Comentário que exemplifica exatamente o que o Nassif escreve, a perda do medo do ridículo. Fim.

    • Dilma e Lula…

      Lula e Dilma também tem culpa no cartório por ter os judeus incitado o Pilatos a crucificar Jesus Cristo. Aliás, corre no PIG que aliena os imbecilizados, que foram Lula e Dilma  os responsáveis pela explosão que deu origem ao Universo.

      • Lula e Dilma tem muita culpa

        Lula e Dilma tem muita culpa no cartório pelo que está acontecendo, essencialmente pelo republicanismo imbecil !!! Olha as indicações para o STF e para a PGR.

        Maduro sob pressão muito mais intensa, resiste. 

         

    • Realmente fizeram nomeações

      Realmente fizeram nomeações aleatórias pra cargos chaves no judiciário e deram total liberdade pro ‘mp’ fazer o que quizer. Foi a insensatez apelidada de republicanismo.

  5. Entramos num ciclo que se

    Entramos num ciclo que se auto-alimenta das suas próprias aberrações, cada vez alargando e aumentando sua velocidade de giro, engolindo tudo a sua volta.

    Quem poderá quebra essa ciranda?

     

     

  6. Boçais

    O problema é que a boçalidade não tem limites – o que é agravado nos que bem decoraram apostilas e acham que são jênios. Se deixarem eles à vontade para soltar seus zurros, com certeza irá piorar.

  7. E olha que no post o Nassif

    E olha que no post o Nassif nem tocou na loucura econômica que Meirelles e Ilan estão impondo ao país (que hoje oficialmente se mostrará fracassada com o aumento da meta de défict )  O país é um paciente que está com um câncer no pulmão e precisa de transfusão de sangue. Mas os médicos,por ideologia, são contra a transfusão de sangue e então acham que a solução é remover o pulmão doente pra resolver de vez a doença. E detalhe = ainda por cima pensam que o pulmão doente é o esquerdo, mas só que é o direito. Enfim, o paciente vai morrer por falta de sangue ou por ficar sem o pulmão que funciona ou os dois. 

  8. Serpentario

    Eu disse numa lista espirita uma vez (ninguem entendeu muito bem!) que no futuro proximo voce teria um botao na sua casa que mataria todo mundo 200 metros aa sua volta se voce o apertasse…  so que todos os seus vizinhos tambem teriam o mesmo botao.

    Os unicos que nao estao estressados com a situacao do Brasil sao os que estao dispostos a apertar o botao, independente das consequencias.

    Ver tambem “Ilha das Cobras”, completo abaixo:

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=ElvyXB80W6s%5D

    ou um documentario mais aterrorizante ainda, em ingles e espanhol:

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=kjaz0mynQvk%5D

     

  9. Sugiro a esse tipo de gente,

    Sugiro a esse tipo de gente, assisitir o documentario do grande Michael Moore, intitulado em portugues O invasor americano.  Tem no youtube, porem devido aos direitos autorais, esta camuflado, com imagem e som distorcidos.  Pra quem tem Netflix, pode assistir com imagem e som de alta definicao.  O documentario e uma aula de como se deve fazer politica e de como se deve tratar sua populacao. Moore joga no esgoto o  way of life americano da atualidade, e mostra como outros povos estao se beneficiando dessa doutrina na sua essencia.  

  10. Prezado Nassif e camaradas do

    Prezado Nassif e camaradas do Blog

    Umberto Eco disse que a internet permitiu que qualquer imbecil falasse merda à vontade

    José Saramago, ao replicar um comentário de um sujeito falando das “belezas que o twitter permite expressar em 140 caracteres”, disse  que no futuro iríamos nos comunicar por grunhidos

    Esse gordo (que é a prova viva de sua tese, pois descende de um grande pilantra paranaense do século XIX – essas coisas grudam na Administração Pública para parasitá-la e infestar a Sociedade) comprova o que estes pensadores diziam há 20 anos. O gordo precisa tomar cuidado porque se cair de 4, pode pôr um canga e cabresto e puxar uma carroça; esse jumento

  11. ESTÃO EM PLENA VIGÊNCIA DO FE

    ESTÃO EM PLENA VIGÊNCIA DO FE BE A PA:

    FESTIVAL  DE  BESTEIRAS QUE ASSOLA O PAÍS….

    Mas o problema está mesmo na questão do regime estatutário. Onde qualquer concursado sabe que é quase impossível ser demitido e mais ainda: tem plena garantia de aposentadoria polpuda enquanto viver..Alguns até depois da morte tem essa malandragem assegurada.

    ABAIXO O CONCURSO PÚBLICO E A GARANTIA ETERNA DE EMPREGO PARA A CASTA. 

  12. Definitivamente, os concursos

    Definitivamente, os concursos para o Ministério Público e a magistratura precisam incluir provas de história. Assim não é possível, temos asnos de terno e gravata pontificando a respeito do que não entendem. E o pior é que as sentenças e os libelos acusatórios estão provavelmente sendo embasados nesse mar de ignorância, que envergonharia um gari ou uma vendedora de cosméticos.

    • e de ECONOMIA colega  ..pois

      e de ECONOMIA colega  ..pois os ESTRAGOS feitos a empresas, empregos e a riqueza do PAÌS, em todas as esferas diretas e INDIRETAS (como CAF e CADE tb) são gigantescas  ..quando feitos, demoram décadas pra serem remediados

      ..e isso pra não dizer dos malditos indexadores e PERCENTUAIS nebulosos, usados em tudo quanto é sentença indenizatória quando a viúva (o Estad) precisa bancar o rombo (vide VARIG agora)

      ..qual seja, falta ensinar-lhes, além do DATA VENEA, a matemática financeira ..ensino que se bem aplicado levaria MUITO DIRETOR DO BANCO CENTRAL pra CADEIA  ..ausados de lesarem a pátria e por empobreceram GERAÇÔES inteiras de brasileiros 

      • Sinceramente, não sei se

        Sinceramente, não sei se adianta incluir prova de história e economia, até por que pelo interesse de quem está lá, provavelmente a bibliografia de uma prova de hitória para o MP seriam os guias politicamentes incorretos do Narloch e na parte de economia iam cobrar Mises, Hayek e Friedman.

         

        • Põe matemática nas matérias pedidas

          Ai a grita vai ser ensurdecedora.

          Vai ter quem use os dedos dos pés e das  mãos  e as sincopes serão mais frequentes que espieeos!

    • Data venia

      De Ética e Cidadania também. Mas há a preferencia pela “entrevista” onde pode-se limar os indesejáveis…

  13. O procurador que diz que o

    O procurador que diz que o partido Nazista era de esquerda por causa da palavra “Socialista” que compõe o seu nome, deve estar no mesmo nível do nosso ex-ministro do supremo (Ayres Britto), que disse que a Visanet era estatal porque tinha “Brasileira” no nome da empresa (Companhia Brasileira de Meios de Pagamento).

    • É caro Jorge. O partido do

      É caro Jorge. O partido do nacional socialismo era tão socialista quanto o partido da social democracia brasileira, vulgo PSDB, é social democrata.

      E além disso, o Bolsonaro virou egologista, pois entrou no PEN, partido ecológico nacional. Isso apesar dele dizer que esse negócio de ecologia é coisa de viado

  14. O espetáculo dos horrores

    O espetáculo dos horrores começou pela omissão cúmplice do STF na farsa do impeachment mas antes no episódio do chamado mensalão teve um fato que transformou todo o direito brasileiro: a abolição da necessidade de prova para a condenação criação do ‘grande jurista’ e menino pobre joaquim barbosa.

    A folclórica rosa weber seguiu a jurisprudência barbosiana e cravou em sua sentença “não tenho provas para a condenação mas a literatura me permite” (sic) decisão que fez o grande Nelson Hungria se revirar no caixão.

    Por sua vez, seguindo a nova linha jurisprudencial, o TRF4 com sede em Porto Alegre, decidindo sobre a divulgação criminosa de conversas da presidente da república declarou “o combate à corrupção permite uma situação de excepcionalidade portanto não há crime” (sic)

    O Brasil, hoje, é a maior republiqueta de bananas do ocidente, um país sem lei, sem judiciário, sem ministério público, sem imprensa em que uma quadrilha de gangsters tomou o poder na mão grande graças a atuação decidida desse consórcio golpista que se faz de indignado com o governo temer mas, em verdade, é seu maior cúmplice.  

     

  15. O que eu acho risível é a injustiça que fazem com o Sérgio Moro

    O que eu acho ridículo não são os Prucuradores usarem seus twitters para atacarem quem quer que seja, mas as pessoas que atacam o Sérgio Moro, dizendo que ele é um juiz tabajara e que sua sentença no processo do triplex é um lixo. Acho que o Moro é injustiçado e incompreendido. Sua sentença sobre o triplex não é um lixo, é o chorume do lixo jurídico-processual brasileiro.

  16. Caro Nassif:
    Não lhe conheço bem, mas a julgar por esta matéria aqui, a “Lava Jato e o dia da infâmia”, a “Carta Aberta” ao Supremo, estou deduzindo que estás no limiar (de tudo, suponho).
    Ou então pressente algo mais grave por vir.

    • uai  ..não te avisaram não ?

      uai  ..não te avisaram não ? ..já esta entre nós, há questão de 2 anos, o GOLPE da direita  ..mancomunado com o Judiciário e boa parte dos Muilitares que fazem vistas grossas às investidas do Tio Sam tb  ..como sempre

  17. PÍLULAS : “degredados

    PÍLULAS : “degredados incutiram a malandragem atávica”.  “grande pensador Flavio Rocha”.  “Helio Telho rebatendo Paulo Rabello de Castro”.  “nazistas socialistas”.  “Ayres Brito e a teoria da Relatividade”. 

    CONCLUSÃO: O problema não é a ignorância, é ignorar que não sabe; pior, é pensar que sabe.

    E tenha santa paciência, caro Nassif, não seja injusto com Neimar e Romário, intelectuais de fina estampa em relação aos comparados !

     

    • Você esaqueceu-se de uma

      Você esaqueceu-se de uma sublimar Duduoutro.”Ouso pensar porque ouso pensar”.Você que acorda e dorme por aqui,pesquise os anais do Blog para você descobrir quem é o autor dessa perola.Nem Ayres de Brito que tu citou,chegou perto.

      • Essa é fácil, o autor é o meu

        Essa é fácil, o autor é o meu amigo Juninho. Ou você estaria se referindo a uma outra, “Ouso pensar porque ouso pensar que ouso pensar” ? Só não concordo que as duas ou uma delas tenha que perder o medo do ridículo, pois considero o ridículo muito longe de ambas as duas.

        • É por essas e outras que eu

          É por essas e outras que eu gosto de você.Toda vez que eu leio esse epitáfio,doi-me a região situada entre o fígado e alma,tanto assim que nunca aprendi.Escolha com critérios suas amizades,e não faça como Ricardo Kotscho,que eu descobri,na surdina,ser amigo de Alexandre Garcia.Agora,não tome a liberdade de ousar pensar porque se ousar a pensar,vai pensar que de pensar morreu um burro.Dificil,muito dificil,dificilimo debater comigo Duduoutro.Nem de longe sou o genio da garrafa,sou o da raça.”Que culpa tenho eu/Se tudo se perdeu/Se tu quiseste assim”.É uma singela homenagem que lhe presto.Que falta nos faz um Altemar,nem o vovô Hortelio lembra mais dele.

  18. 97 % dos procuradores de SP

    97 % dos procuradores de SP ganham acima do TETO  ..70% deles, de juízes, desebargadores e defensores, no BRASIL, também

    ..eles que querem nos fazer valer a lei (muitas vêzes saída da imaginação deles  ..vide S.MORO)

    ..eles que são julgados por seus pares  ..e quando condenados, sentenciam-se a aposentadoria precoce com proventos plenos

    ELES, onde o maior de suas Instancias, de vida NABABESCA, inimputáveis, ainda contam com a vitalicidade em seus cargos, sentados em processos sem tempo pra vistas dadas a amigos, e tomando o sempre presente chá das cinco 

    Realmente ..o JUDICIÁRIO BRASILEIRO, o PIOR dos 3 poderes  ..o MAIS caro e MENOS eficiente  ..precisa ser enquadrado nas possibilidades econômico-sócio-culturais e financeiras da NAÇÃO brasileira

    VEJA mais um exemplo que vem a se somar a seus penduricalhos permanentes (ajuda pra escola de filhos de 4.2 mil mensais, aquisição de livros, de equipamentos, aluguel, vestimenta etc)

     http://www.tijolaco.com.br/blog/coitado-do-juiz-injusticado-por-de-meio-milhao-de-reais/

     

     

    • Então trata-se do piso.

      Se 97 %  ganham acima do teto, então, como diz o Gregorio Duvivier, não estamos falando do TETO, mas do PISO salarial da categoria. Aliás, aí está uma questão que envolve a difícil distinção sobre o que é DIREITO e o que é PRIVILÉGIO. Então, o Greg News tenta esclarecer, se estamos diante de descuidos ou patifaria, mesmo:

      https://www.youtube.com/watch?v=qkiXcTp7lJk

  19. Esse procurador, Bigodinho,

    Esse procurador, Bigodinho, jamais teria declarado que fora convidado por Loures, amigo de Temer, para uma recunião do agora presidente ilegítimo, se não visse seus interesses e de seus comparasas contrariados. Tivesse aberto a boca ao tempo do impeachment, até que poderia se dar crédito à sua declaração. Agora, está muito mais se colocando como um dos arrependidos por ter dado asas ao governo. 

    Ficaríamos muito mais tranquilos se um dia, ao menos, ele e companheiros, viessem a público dizer porque não dão a mínima para as delações contra Aécio Neves. Enquanto agirem assim, com essa seletividade, não nos resta outra coisa, senão ver a Lava Jato como um palco para o exbicionismo, e a selvageria contra Lula e o PT.

  20. Humanidades e status “juridiquês”

    A formação em Ciências Humanas da grande maioria das pessoas é pífia, quando existe. Pois apenas não tendo noções básicas de história, geografia humana, sociologia, relações internacionais,  para não ter o mínimo de senso crítico para saber que há intelectuais capacitados e pesquisadores experientes para tratar de temas a respeito dos quais esses “doutores” (em quê mesmo?) se propõem a “refletir” e “ensinar”. 

    Ridiculamente, repetem o senso comum mais banal, historietas que se ouvia no ensino fundamental (ruim), os memes mais toscos vindo da direita mais tosca…e mal se dão conta do ridículo!

    E aí vem o outro problema: o status demasiado inflado que as carreiras jurídicas gozam, não como uma especialidade aplicada, mas como um salvo conduto legal-intelectual-moral para falar e reproduzir a respeito de tudo. Para esse pessoal não é a sociedade que produz o campo jurídico, mas o campo jurídico que antecede a sociedade e sua história, suas lógicas de funcionamento e as respectivas análises. Após ler Lenio Streck, sabemos que sequer sobre sua matéria prima esses doutores conseguem saber em profundidade.

    Seria uma serviço de utilidade pública (e uma chamada ao bom senso) enviar teses, artigos, livros e documentários para esses senhores. 

  21. Parabéns , conseguiram !

    Se o fenômeno se restringisse ao ridículo da instituição , seria de menos , sem maiores consequências . 

    A onda começou há pouco mais de dez anos , com a estratégia da grande mídia em turbinar nulidades que se dispusessem a atacar visceralmente o governo petista , de uma forma que jornalistas tradicionais não aceitariam praticar. Era o surgimento de Reinaldo Azevedo , Rodrigo Constantino, Marco Antonio Villa , até a coisa degringolar em tipos como Joyce Hasselman , e putrificar em emuladores do impeachment : Lobão , Danilo Gentili , Carioca do Pânico , o ex-ator pornô Alexandre Frota , militantes do MBL , todos com bordões soprados por Olavo de Carvalho . 

    Esse foi o ambiente que aos poucos se instalou no país , e acabou contaminando-o totalmente. Assim como os nazistas foram buscar nas prisões a pior escória para massacrar os judeus em campos de concentração , coisa que soldados tradicionais não consentem em fazer , a analogia se aplica à classe dominante brasileira : tiveram que recrutar uma escória e alçá-las à condição de celebridades , dar-lhes voz e destaque em sua programação, para conseguir instalar no pais esse clima . 

    Esse tipo de conversa já pode ser presenciado no transporte público e em bares de esquina. Parabéns , conseguiram !

  22. Sendo direto: são criminosos; pertencem a uma ORCRIM

    Caro Nassif, caros leitores.

    Tenho dito que os cidadãos brasileiros que prezam pela Democracia, pelos Direitos Humanos, pelos Direitos Individuais, garantidos na CF/1988 – antes dos estupros contra ela cometidos, por desrespeito ou emendas que a descaracterizaram, como aquelas perpetradas pelo nefasto governo de FHC – temos o dever ético, moral, histórico de combatermos não só o nazifascismo que como praga brota em todo o País, mas também as organizações criminosas, isso mesmo, as ORCRIMs institucionais que acometem a burocracia do Estado Brasileiro, sobretudo as instituições que compõem o chamado ‘sistema de justiça’ (polícias, MP e PJ).  

    Não podemos ser cerimoniosos, eufemísticos com servidores do Estado (policiais, procuradores ou juízes) que usam de suas funções para cometer crimes, para perseguir adversários políticos – por eles transformados em inimigos. Quando esses servidores descumprem a Lei, cometendo abusos, arbitrariedades e ilegalidades, ELES COMETEM CRIMES. Quem comete crimes deve ser chamado pelo nome: CRIMINOSO. Os que integram a força-tarefa da Fraude a Jato (pois é uma Fraude Política, uma ORCRIM institucional a chamada  força-tarefa da “Lava  Jato”, essa operação midiático-policial-judicial perpetrada por servidores desse ‘sistema de justiça’, para derrubar um governo legítimo, aniquilar um partido político, o PT, e um espectro da Política, a Esquerda) cometem crimes de forma reiterada, contumaz; devem ser denunciados de forma incisiva, clara, direta, contundente. Não podemos nos acovardar e ter medo desses servidores públicos, por mais poder que eles tennham; temos de usar de TODOS os meios de que dispomos, para denunciar os crimes que eles estão cometendo há muitos anos. É muito clara a associação entre essa burocracia jurídica do Estado com as oligarquias escravocratas, plutocratas, cleoptocratas, privatistas e entreguistas da velha política brasileira, sempre dominada pela casa grande, hoje composta pelas oligarquias rural, empresarial, mas sobretudo financeira, com sede em Pindorama e no exterior. 

    As oligarquias e a a burocracia estatal cooptada são parceiras subalternas do alto comando internacional do golpe – que fica nos EUA. Nunca é demais ou repetitivo mostrar que as agências e departamentos de investigação e espionagem dos EEUU cooptaram, municiaram e controlam as ações dos burocratas do ‘sistema de justiça’, para aplicarem no Brasil o chamado ‘soft coup’, que é a nova forma de golpe de Estado patrocinada pelos EUA em países e regiões em que eles tenham interesses econômicos e geopolíticos, mas que estejam sob governos progressistas, de Esquerda ou não alinhados e submetidos a esses interesses dos estadunidenses. Há vários exemplos desse tipo de golpe, seja no Oriente médio, seja na América Latina, onde podemos citar Honduras e Paraguai, como antecessores do caso brasileiro. Na Venezuela, que ainda não caiu sob essas ações golpistas patrocinadas pelos EUA, o atual ocupante da Casa Branca ameaça uma intervenção militar, para garantir a posse das maiores reservas petrolíferas das Américas. Sem nunca sair do radar, o Brasil se tornou alvo da sanha estadunidense depois de descobrir, quantificar e anunciar a descoberta do Pré-Sal. O governo dos EUA pressionou o Brasil a abrir a exploração dop Pré-Sal às empresas estadunidenses; diante da negativa, os EUA intensificaram as espionagens e sabotagens contra o governo da Presidenta Dilma, como se viu em 2013, municiando os agentes públicos (na PF, no MPF e no PJ) com informações que incriminassem agente públicos ligados aos governos petistas, causassem prejuízos financeiros e de imagem à Petrobrás e outras grandes empresas brasileiras – sobretudo as de construção e engenharia, fortes competidoras das estadunidenses e européias não só no Brasil, mas no mundo. 

    Por tudo isso não é exagerado e muito menos leviano chamar de ORCRIM institucional a Fraude a Jato. Estão enganados os que atribuem o golpe de Estado apenas à ação das oligarquias brasileiras (sejam elas da política, do latifúndio, do empresariado ou da banca financeira) sem levar em conta a ação da burocracia do Estado (PF, MP e PJ) cooptada pelo alto comando internacional do golpe e, claro, as ações e controle estratégico exercidos por esse alto comando. Michel Temer e sua camarilha não têm a competência que alguns lhes atribuem para engendrar essa trama golpista, que alguns chamam de “sofisticada”; prova disso é a forma como caíram na armadilha preparada pelo consórcio Globo-PGR-JBS-DoJ. Nem mesmo o tucanato tem essa inteligência e sutileza; Aécio Cunha, com seu diálogo de gângster travado com um executivo corruptor da JBS, assim como na conversa nada republicana que teve com Gilmar Mendes, pedindo a este para se encontrar e orientar o voto de outro senador tucano, Flexa Ribeiro, mostram que sem a simpatia/identificação político-ideológia e de classe/proteção/blindagem/paceria criminosa dos agentes da burocracia JAMAIS conseguiriam escapar incólumes, já que as evidências e provas de prática criminosa por parte da direita golpista, oligárquica, escravocrata, plutocrata, privatista e entreguista são muito maiores e robustas do que que os fracos indícios obtidos contra a Esquerda e seus agentes políticos.

    Quanto à ação de outra ORCRIM institucional, o PIG/PPV, ela sempre foi agente/parceira do alto comando internacional nos golpes de Estado aplicados no Brasil ao longo da era republicana. No golpe atual a simbiose entre PIG/PPV e burocracia estatal é absoluta, sendo impossível dissociar ou isolar as ações de cada uma dessas ORCRIMs. A separação que se faz na análise tem apenas finalidade didática. Nas ações abusivas, arbitrárias, ilegais e criminosas, tanto a ORCRIM midiática como da burocracia estatal se retroalimentam se protegem e se blindam. Muitas análises foram feitas sobre essa parceria nefasta e criminosa, de modo que não é necessário detalhá-la neste comentário.

    Enfim: PF, MP e larga parcela do PJ deixaram de exercer suas funções (investigar suspeitas de prática criminosa, fiscalizar a aplicação da Lei e aplicar corretamente a Lei com objetivo de alcançar a Justiça) e como facções criminosas brigam pelo controle absoluto do Estado, concedendo-se privilégios e mamatas, total poder e nenhum controle por parte dos outros poderes (Executivo e Legislativo) ou da sociedade civil, como conquistadores que disputam entre si os despojos da cidade ou país vencido pela guerra, cada uma dessas instituições gritando mais alto e querendo a maior parcela do butim como sói acontecer com leões famintos que brigam para comer maiores e mais suculentos nacos da presa abatida. A presa abatida é o Brasil, o Estado e de Direito Democrático e  Projeto de Desenvolvimento Soberano e Inclusivo, cujos primeiros passos foram dados nos governos de Lula e Dima.

  23. O cidadão comum entende mais do assunto que os especialistas

    O Brasil chegou nesse ponto de demência… o cidadão comum, minimamente inteligente e culto, se depara com imbecis liderando todos os setores da sociedade:

    1-Ao ligar a TV é fácil perceber que o “economistas/comentaristas/especialistas” são meros panfleteiros do liberalismo utópico patronal… que não é aplicado nem na Inglaterra nem nos USA… mas repetem os jargões diariamente como se fossem os únicos defensores dessas pasmaceira. Nunca ouviram falar do endividamento público, juros da dívida e da sociedade do Bem estar… coitados.

    2-Qualquer pessoa com acesso à internet pode ver as imbecilidades jurídicas de Moro, Dallagnol e companhia… o básico de direito foi totalmente abandonado pelas pessoas que deveriam defende-lo. Moro, o maior nome da justiça nacional, não conseguiria defender suas teses em um debate aberto com diversos comentaristas de blogs em geral.

    3-Os religiosos, pastores, pentecostais reinventaram o cristianismo ou não tem a mínima idéia do que se trata essa religião. Qualquer idiota que leu a bíblia percebe que os líderes religiosos nacionais são as pessoas menos indicadas a falar de cristianismo e de outras religiões em geral.

    4-Nossos políticos são o excremento máximo da sociedade… simplesmente temos uma câmara de deputados com mais de 200 bandidos declarados com nomes em lista de propinas.

    5-Os empresários… falando obviedades sobre meritocracia e liberalismo… não investem um centavo em nada, vivem de trazer para o Brasil “novidades dos USA e Europa” e só tiram a boca da teta do Estado para reclamar dos impostos altos.

    • a….

      Os tais Governos Progressistas e a tal ConstituiçãoEscárnioCaricaturaCidadã tornou o Poder Judiciário em mais um cômodo da Casa Grande. A Elite do Judiciário como Procuradores, numa nova Elite do Poder Público Nacional. Aí está o crime. E qual era a finalidade? Que o Judiciário amenizasse o fogo contra o Poder Público e Governo de Plantão. “Uma mão lava a outra”. E a Justiça? É esta que estamos vendo em 2017. Exemplo para a Humanidade, não é mesmo? Por falar em tragedias, onde estão aquelas de todos os dias que a mídia explorava durante o Governo Dilma? Onde estão os bebês vom Microcefalia? Onde está a Dengue? Onde está a Chicungunya? Onde está a Febre Amarela, que assolava o Sudeste? Acabaram? O Brasil se explica. E se lamenta. 

      • É um movimento de pêndulo. A

        É um movimento de pêndulo. A CF/88 foi tão magnânima com o judiciário exatamente porque a ditadura militar foi uma grande ameaça para esse poder. Os legisladores quiseram proteger o judiciário contra os tiranos e como efeito idiossincrático produziu os tiranos no judiciário. A única saída é a luta para reverter o movimento do pêndulo. 

  24. Imaginem uma
    Imaginem uma empresa…(Judiciário,MPF e PF S/A ou Limitada, tanto faz)alí há presidente,diretor e encarregado,só q os peões é q mandam(procurador,investigador e
    promotor) pq assim conquistariam o “mercado”(Lula e o poder) a bizarrice na prática é isso,nossas “instituições”têem um mundo à parte,seguem suas próprias regras,vivem no MUNDO ENCANTADO DAS REGALIAS E SALÁRIOS EXORBITANTES,estão longe da realidade e não querem saber de seguir as regras do mundo real(constituição) e contato com o povo,não estão nem aí,querem uma prova? O pedido de aumento dos procuradores de 16% em plena recessão e desgraça no nosso país !

      • A magistratura NÃO recebeu

        A magistratura NÃO recebeu 41% de reajuste. Se informe melhor, cara; Quem ganhou esse reajuste, e escalonado – por sinal não vão receber a parcela de janeiro de 2018 – foram os servidores do poder judiciário. O subsídio (nome do salário) dos juízes é decidido à parte, não tem nada a ver com o reajuste dos demais servidores públicos.

        Falo isso porque sou juiza e recebo o mesmo subsídio (10% menor que o de Ministo do Supremo) desde janeiro de 2015. De lá para cá nenhum magistrado no Brasil recebeu reajuste legal. O que não quer dizer que não existam inúmeros juízes no país que ganham acima, muito acima, do subsídio legal, inclusive o absurdo auxilio moradia, de +/- 4.300,00, que só os juízes na ativa recebem.

        Então, por favor, não atribua mais esse defeito ao Judiciário, ele já os tem em quantidade suficiente. Os ministros dos tribunais superiores são fracos, lenientes, covardes,tendenciosos e muitas vezes corruptos, com as exceções de praxe. Mas o Judiciário é muito mais que esses tribunais superiores.

  25. Os ‘intelectuais

    Os ‘intelectuais concurseiros’ chegaram ao fundo do poço (ou já passaram do fundo), e sem contenção nenhuma estão levando o país pro buraco.

  26. E eu que aas vezes levo

    E eu que aas vezes levo literalmente semanas construindo uma frase burra…

    Nao sabia que era tao facil!

     

    (PS ao Rui Daher:  A FAVOR!)

  27. Vejam quão são sombrios,muito

    Vejam quão são sombrios,muito sombrios os dias que vivemos.As vezes nem o Blog escapa.Vejam esta.Logo cedo,talvez o primeiro comentario a ser enviado deve ter sido o meu,visto que,estou vigilante desde a aurora.No comentario que enviei,discorria eu extamente sobre o que versava o post de Nassif,esse e o anterior,mais ainda, em cima da declaração  da ex Deputada alemã de nome dificil desgraçado,que nos visitou a semana passada,e afirmou peremptoriamente que “o Brasil pertence a outro mundo”.Corta para mim.Dizia em meu comentario,que o Solo Consolidado Pátrio se transformou em uma Macondo de Garcia Marquez,ou em alguma coisa parecida com o realismo fantastico de Saramandaia,de Dias Gomes.Fui adiante e disse que só voltaria a comentar,quando assim como o personagem do Coronel Zico Rosado,começasse a expelir formigas ´pelas ventas.Resultado:O Conselho Editorial do Blog se reuniu,e por  3 votos a 2,no intuito de “cortar minhas asas”,optou pela não publicação do meu comentario.Moral da historia:Me transformaram no personagem Zelão e a emenda saiu pior que o soneto.Atiraram no que viram,acertaram o que não viram. 

  28. Máfia fhc! Esgoto a céu aberto desde 2002…antes era na moita!

    Seria ótimo se tudo fosse uma questão de ridículo. Ocorre que, como todos sabemos e está claríssimo na própria internet, trata-se de estarmos nas mãos da maior gangue de bandidos de altíssima periculosidade do planeta que, mesmo depois de totalmente desbaratada, continua operando abertamente, batendo no peito e cagando e andando para tudo e todos, exatamente por estarem auto-impunes e auto blindados já que apossaram-se de todos os poderes, órgãos, instituições, corporações e etc do país! E ainda sendo amplamente televisionados e divulgados por todos os canais da grande imprensa e seus jornalistas nojentos do PIG, que óbviamente lhes pertencem e são de aliados como famiglia marinho, famiglia silvio santos, famiglia frias da folha, famiglia mesquita do estadão, famiglia civita da veja, etc etc etc… Continuamos lutando pela devolução dos nossos 55 milhões de votos, bem como lutando contra os golpistas que apossaram-se do país. A todos os nossos amigos / conhecidos afirmamos que, enquanto houver qualquer coisa menos pior do que essa máfia do fhc clinton, estaremos lutando para escaparmos desses algozes bandidos inescrupolosos. A maioria de nossos amigos golpistas sumiram, como que cientes de que foram enganados e sequer reagem a qualquer estímulo de debate. Já alguns outros, continuam gritando e até babando compulsivamente e por força da inércia, contra o PT,Lula, Dilma, comunismo, socialismo e o caraio a quatro que possuem em suas mentes, que estão deterioradas ou então sendo compensados de alguma forma em seus interesses.

     

  29. Difícil não é impossível

    Tirando a discordância em relação à generalização, “um país” (já que, se nem os eleitos representam o Brasil que dizer desses concursados?), compartilho da sua indignação, caro anfitrião Nassif.

    Mas talvez seja bom lembrarmo-nos de que o golpe, apesar de estar armado desde a dita redemocratização (mas que diabo de redemocratização é essa que absolve torturadores e conspiradores civis e militares?), só foi realizado há um ano. Não estou tentando contemporizar mas a História nos mostra que isso é muito pouco tempo para tomarmos mais uma vez nós, brasileiros, as instituições. A luta ainda leva um tempo e se esmorecermos, se o saco cheio virar conformismo amuado e não agressividade resistiva, leva mais.

    De qualquer forma, o projeto do paraíso de classe média, com protagonismo da iniciativa privada e a desregulação da economia, se a ideia for a prosperidade geral, a soberania e a independência do país, também historicamente já se revelou um fracasso. Não há um único exemplo de sociedade capitalista com estado leniente que tenha gerado senão desigualdades, pobreza, “choro e ranger de dentes”. Sociedades assim são insustentáveis, a História nos mostra e os EUA são apenas um dos muitos exemplos.

    – “Ah, mas isso é assim porque, na verdade, nunca houve Capitalismo pleno em lugar nenhum do mundo.”

    Gozado, já ouvi frase parecida:

    – “Vocês dizem isso sem lembrar que nunca houve Comunismo de fato.”

    Enquanto isso, “nessa noite milhões de crianças dormirão na rua. Nenhuma delas é cubana”. Na prática.

    • dificil…..

      Caro sr.Renato,o Brasil é de muito fácil explicação. Quer condenar uma Ditadura justificando outra. E ainda se perguntam porque o Brasil está nesta situação em 2017? Impressionante.  

  30. Trata-se, como sempre digo,

    Trata-se, como sempre digo, do que há de mais nocivo em qualquer instância de poder: A combinação explosiva da prepotência com a ignorância. Dependendo do cargo e da circunstância, é mais devastadora que muitas toneladas de semtex. 

  31. Somente o expurgo resultante

    Somente o expurgo resultante de um levante popular autêntico poderia pôr odem na coisa.

    Já que um novo ordenamento jurídico foi criado após a Lava Jato e a Constituição de 1988 não está mais valendo, melhor seria que um Tribunal Revolucionário criado na esteira de uma Guerra Civil resolvesse a questão.

    Proponho as seguintes medidas:

    – Imediata prisão de todos os entes jurídicos que pisaram e desonraram a Constituição de 88;

    – Libertação imediata do Almirante Othon;

    – Anulação de todos os atos, leis e decretos aprovados durante a gestão do Temeroso;

    – Regulação imediata dos meios de comunicação;

    – Dissolução do Supremo (Supremo onde Gilmar Mendes faz o que quer tem que ser dissolvido) e do Congresso, com imediata convocação de eleições gerais.

    Se tudo o que foi listado acima acontecesse, garanto que golpista sem-vergonha pensaria duas vezes antes de conflagrar o país e jogá-lo no mais profundo obscurantismo instituicional novamente.

    • “levante popular autêntico”

      Cada um tem um preferido para chamar de seu.

      E cada um tem as suas medidas para serem executadas imediatamente.

      O problema é se “levante popular autêntico” que vencer for o do outro.

    • Perfilo-me ao seu lado

      Perfilo-me ao seu lado companheiro Trindade.Dificil vai ser a escolha do Comandante do Regimento.Seguindo a linha do pensamento do Prof.Boaventura de Souza Santos,o mais brilhante de todos,a esquerda latino americana tem mais caciques do que Indios.Basta você lê o Blog.

  32. Este post apenas reforça

    Este post apenas reforça minha convicção de que é preciso extinguir o MPF urgentemente. Serão apenas mais 1200 desempregados em meio a 14 milhões, muitos destes vitimas das próprias atrocidades do MPF.

    Chega, esta instituição não nos serve mais. Deve ser extinta para ontem.

    Junto com ela o tal PGR, e uma reformulação total da PF e do judiciário.

    O governo federal deveria sinalizar aos estados que fizessem o mesmo com seus MP. 

  33. “E tudo isso do alto da

    “E tudo isso do alto da autoridade conferida por uma cobertura displicente, que não consegue diferenciar o canto da cotovia do zurrar de um jumento”

    Consegue sim.

    Mas para eles, neste momento, é mais precioso o zurrar do jumento. E parece que não faltam jumentos a zurrar.

     

  34. Telho e Benedito não são procuradores

    São decoradores de apostila, na definição do ex-ministro Aragão. Não têm nível intelectual, competência profissional ou ilibada moralidade para ocupar o cargo.

    A ideia de que nazismo é de esquerda foi plantada por CARVALHO, Olavo. O hipócrita usa deliberadamente seus talentos para criar cizânia, confundir extremistas de direita e ingênuos decoradores de apostilas, tornando a vida política brasileira pior do que já é.

    Teve um Pedro Malasartes no Tw. que lembrou a Olavo da letra S do PSDB (tucanos socialistas); da letra D da RPDC – Coréia do Norte (democratas do bem); do Club Social (biscoitinhos bolivarianos) e do elevador social do prédio (social, socialista, elevador petralha). Esse é o nível dos golpistas. Isso explica a merda em que transformaram o país.

  35. Pesadelo sem fim …

    Esquecestes a trio  do “Marx & Hegel” do MP de São Paulo. Essa merece o premio franboesa de ouro. Recapitulando. O trio de procuradores  de São Paulo conseguiu a notoriedade por que escreveram no processo sobre o triplex, que os comunistas Marx e Hegel teriam  vergonha de Lula.  Bem assim. Isso foi colocado no processo. Espero que esteja lá até hoje, para que os futuros historiadores avaliem  o grau de honestidade e erudição do MP paulista.

    • Marx e Hegel

      é Marx ,  o Groucho Marx, suponho,  e Hegel, que  não vem ao caso.

      Tendo sobrenome parecido, é tudo comunista.

      Marx & Hegel , não,  mas o Lula teria vergonha desses procuradores.

      A cultura google é providencial para fundamentar um processo de  acusação  sem pé e nem cabeça.

      O nosso consolo é que isso não vai ficar assim, não.

      Vai piorar muito depois da “escola sem partido”.

       

       

  36. Pelo desembestar da carruagem….

    Só está faltando esse bando de loucos associarem o vermelho da Coréia do Norte ao PT e  declararem guerra para fazer bonito ao Tio Sam…..

  37. DIREITOS HUMANOS X POLICIA MILITAR

    A mixórdia deliberada e aplicada pela casa grande, vai muito além do que nossa vã filosofia pode imaginar. Procurem saber o que ocorreu no campus da UNIFESP, de Santos/SP, onde, pasmem, a Policia Militar, participou com mais de 100 homens armados, de uma audiência pública sobre, dentre outros temas, direitos humanos. Não sei onde vamos parar, mas que está dando raiva e nojo, tá!!!  

  38. Partir para a grosseria

    Tenho que desabafar.

    Desculpem a lberdade e grosseria, mas para mostrar minha indignação com a sentença idiota contra o LULA, a morte da D. Marisa, o judiciário deixando as leis e fazendo a péssima política, a destruição da engenharia, a tentativa de destruição da petrobrás, do presidente ladrão, da volta a lista da fome, delação sob tortura, da desgraça que fizeram a este país quando ele parecia ter jeito, do rasgar da constituição, do novo regramento nazista, e tantos horrores mais,…

    …vou colocar tudo que acho ( por favor tierem as crianças da sala e não me responsabilizo pelo mal estar de pessoas ainda com sensibilidade), é pesado demais mas é o que estes golpistas merecem: 

    lá vai: R$ 503.928,79

  39. “Que orgia, que magia, reina a…”

    A “grande” imprensa nunca dirá a eles, Nassif. São  instrumentos do jogo. Dá voz ao contraditório apenas pala simular  o pressuposto “ouvir o outro lado”.  Depende de anúncios de empresas, do governo, você sabe…  Tendo  luciens de rubenpré como militantes nas redações, reportarão, sempre, de acordo com as circunstâncias…. Ilusões perdidas… Se a grande mídia fizesse jornalismo, estaria com as portas fechadas.  É o mesmo pragmatismo hiprócrita e  caolho que faz a festa no Judiciário, no MP, na Câmara e no Senado, entre  empresários e a classe média, e até em extratos sociais menos privilegiados. Teve um tempo que achava datada a poesia de Gregório de Matos e Chico Buarque.. Mas tenho de dar o braço a torcer:  entre “furtar e fuder”, a arte e a malandragem  ainda continuam atuais

     

    [video:https://www.youtube.com/watch?v=7fVyckW2ljs%5D

     

     

     

  40. Ou seja, aquele fundo do poço

    Ou seja, aquele fundo do poço que diziam que sempre poderia ser mais fundo finalmente se aproxima do centro da Terra, o fundo absoluto de qualquer poço no planeta. Não há mais como baixar o nivel de nossas instituições que, em seu último discurso na ONU, Dilma disse confiar, não deveria ter dito isso, melhor não ter falado nada, melhor ainda nem discursar, se não era para denunciar o golpe qualquer discurso seria inócuo. A quadrilha que se instalou no poder não se instalou sozinha, contou com a cumplicidade das tais “instituições”  que em discurso a presidente confiava, STF, MPF, PF, judiciário, mídia, empresariado, FIESP colocaram um fim ao governo representativo do país e substituiram pela merda que aí esta, por que? Poque como dizia o poeta, não se importam em transformar um país inteiro em um puteiro se assim ganharem mais dinheiro. Quando isso tera fim? Não antes que o povo que se omitiu e ainda se omite coma o pão que o diabo amassou, infelizmente somente o sofrimento ensina o valor da democracia, e ainda não sofremos nem a metade do que a turma do “andar de cima” planejou para os pobres de direita e esquerda. Boa noite e boa sorte.

  41. De todos, o pior é o Barroso.
    De todos, o pior é o Barroso. Vence a concorrência por larga margem. Ele é uma estranha mistura de Luis XV com bordados nos punhos e Maria Antonieta no desprezo pelo sofrimento do pobre. Não tem pão comam bolo.

  42. A Idiocracia se instalou no Brasil. Com força!

    Li o post e fiquei pensando no que o Brasil se tornou. É desesperador!

    Os pobres são neoliberais.

    Os gays votam em pastores homofóbicos.

    Mulheres apoiam o discurso machista/misógino nas redes sociais.

    Nas mesmas redes sociais, negros defendem supremacistas brancos.

    A Terra é plana.

    E o Nazismo é de esquerda.

    Acabou o país. Fecha tudo que virou hospício!

     

    • Os idiotas da aldeia

      “Antigamente havia o idiota da aldeia. Ele vociferava suas sandices na praça do coreto e ninguém ligava. Hoje, as mídias sociais dão o direito da palavra a uma legião de imbecis. O drama da internet é que ela promoveu o idiota da aldeia a portador da verdade.”

      “Os imbecis antigamente falavam apenas em um bar e depois de uma taça de vinho, sem prejudicar a coletividade. Normalmente eles eram imediatamente calados, mas agora eles têm o mesmo direito à palavra de um Prêmio Nobel”.

      (Umberto Eco)

    • Não desista ! A última de Bento Carneiro …

       

      “QUERO MUDAR O BRASIL, NÃO ME MUDAR DO BRASIL”, DIZ PRESIDENTE DO STF

       

       

      Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse que deseja “mudar o Brasil, mas não quer se mudar do Brasil”; “Este Brasil, nas condições que está, precisa de ser mudado. Precisa de ser outro Brasil, Brasil que está previsto, por exemplo, desde o preâmbulo da Constituição brasileira. Um Brasil no qual a solidariedade, a fraternidade e as liberdades sejam devidamente respeitadas, o que não vem acontecendo”, disse; Quero mudar o Brasil para ele ser o que está na Constituição”

    • O Brasil atual é resultado da

      O Brasil atual é resultado da implantação da cartelcracia instalada nos anos 90, que acabou com a pequena e media indústria nacional, os conglomerados que se firmaram, tornaram o país refém dos seus caprichos e ambições desmedidas. Estamos retornando às capitanias hereditárias.

    • idocracia brasileira

       

      Completando seu comentário e relembrando o Tim Maia: onde puta apaixona, traficante cheira e gigolô tem ciume.

      E tem ainda o pobre de direita que se comporta como  o frango da Sadia que aplaude quem lhe depena. Como dizia o Nelson Rodrigues: dá vontade de sentar no meio fio e chorar.

  43. A revolta de Bento

    A revolta de Bento Carneiro…

    “QUERO MUDAR O BRASIL, NÃO ME MUDAR DO BRASIL”, DIZ PRESIDENTE DO STF

     

     

    Presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, disse que deseja “mudar o Brasil, mas não quer se mudar do Brasil”; “Este Brasil, nas condições que está, precisa de ser mudado. Precisa de ser outro Brasil, Brasil que está previsto, por exemplo, desde o preâmbulo da Constituição brasileira. Um Brasil no qual a solidariedade, a fraternidade e as liberdades sejam devidamente respeitadas, o que não vem acontecendo”, disse; Quero mudar o Brasil para ele ser o que está na Constituição”

     

    • Kkkkkkkkkkkkk.Benta

      Kkkkkkkkkkkkk.Benta Carneiro.Fiz escola e só agora o Moreno de Poços se deu conta que o Brasil perdeu o senso do ridiculo,como se algum dia o teve.Ora Moreno,ele estava preso no armario junto com o Anão de Jardim e o Capitão de pequenos,medios e longo curso.Vou providenciar o regisstro no Instituto Brasileiro de Marcas e Patentes do “Benta Carneiro”,e minha querida amiga Da.Lourdes,contabilizará a meu favor os meus indiscutiveis direitos autorais.

  44. Exibamo-nos!

    Exibamo-nos! Creio que o erro não esteja no exibicionismo, mas no conteúdo dos exibicionistas. De fato, a exposição permite a cítica, e a correção do eventual equívoco, parecendo, portanto, salutar. Também penso que o verdadeiro problema esteja nas escolas brasileiras, e em nossa maneira de desprezar a cultura. Estamos prestes a receber dos indonésios a lanterna na disputa entre sistemas educacionais, consagrando-nos como o povo mais ignorante do planeta (comparação entre os 40 maiores países, creio). Quanto aos componentes de nosso judiciário, não só refletem esse fato lamentável, mas parecem empenhados em alardear orgulhosamente suas consequências!

  45. Não temos elite temos piratas e fascínoras incultos.

    O que se está vendo neste país, é o que saiu da caixa de pandora. Nossa “elite” que se esconde atrás de títulos, e sobretudo muito dinheiro, demonstra a cada dia a sua incompetência secular. O fabuloso e fenomenal PSDB, outrora imaginado como um partido de Iluminados, ligou sua lanterna, e se iluminou, trazendo um governador que permite, lidera e estimula uma verdadeira ação militar e policial numa audiência publica sobre educação. Intervenção cuja objetivo principal é retirar até do papel o termo “direitos humanos”. Nossa mídia televisiva e midiática se calou diante deste ato. Um silêncio cúmplice. E nossa mídia não é dirigida por idiotas, mas por membros de nossa elite e com certeza um bando de piratas incultos, embora tenham tido acesso a toda  cultura do mundo. Não passam de uns talebans do mercado, que destroem tudo por onde passam.Nada compreendem do país. Sabem apenas pilhar. Subiram ao poder trairam alguns dos seus e perseguiram os outros.

     O silêncio diante das barbaridades que ocorrem em cada dia, no estado mais rico do Brasil, que tem agora na sua cidade principal o  herdeiro escolhido pelo PSDB, um prefeito que se notabiliza por roubar os parques publicos, para privatizar, ou avançar sobre sem tetos, ou avançar sobre a crackolandia, sem nenhuma competência, e sem nenhuma humanidade. Um taleban dos grafites. Tudo para revitalizar a região. Que é o nome tucano, para lucros imobilíarios, para os amigos. Também chamado de privatização. E com o silêncio da mídia e de todos o prefeito continua. Afinal este também é o estado de Temer. E isto é o retrato explicito da elite, Um retrato sem retoques, um retrato que não ousavam  mostrar.  Agora tudo vale, pois soltaram todas as feras da caixa de pandora, e todos querem o butin.

    O juiz de Curitiba, agora já está explicito seu plano politico eleitoral, afinal porque viria a público reclamar da reforma política. Continua escrevendo sentenças absurdas e rebaixando ainda mais o judiciário. Rebaixamento que é acompanhado por vários de seus pares, pelo silêncio do Supremo. Alíás Carmem só fala que apoia a Lava jato, mas que ama  Gilmar que apoia Temer que  ama  toda a família. 

    E assim e em  nome do mercado derrubaram uma presidente e mantem no poder um mordomo  para continuar a banalidade do mal. E afinal todos sabem, o mordomo  é sempre  o culpado.  E mais uma vez a nossa mídia prepara o seu desembarque do golpe, e critica ardentemente, quem colocaram no poder. Mas a crítica é de mentira pois  sabem que nada vai ocorrer. Se fosse mais fácil teriam feito como fizeram com Cunha. Mas este é o PSDB. A mídia e quem representam sonhavam com um PSDB visivel, sonhando mais uma vez que este partido tomaria a frente e mostraria sua cara. Talvez assim descobríssemos quem paga para o Brasil ficar assim. Mas o PSDB prefere ficar nas coxias, deixando o serviço sujo para os que eles acham inferiores. Continuam pensando que como seres supremos, podem manipular todos os marionetes.  Mas abriram a caixa de Pandora e as marionetes ganharam vida, e vão fazer tudo o que querem. Não controlam nem mesmo Curitiba. Diferentemente do Banestado, a marionete agora quer mais, afinal chegou perto demais do poder. 

    E assim esta corja destruiu o país, e para resgatá-lo teremos que fazer mais uma vez das tripas coração.

  46.   Se Stanislaw Ponte Preta

      Se Stanislaw Ponte Preta estivesse vivo e presenciasse esse espetáculo dantesco, teria que reescrever o FEBEAPÁ da estaca zero…

  47. Muvuca

    Num país politicamente imoral, a grita é generalizada , não importa de onde venha as vozes da indignação.Se o poder judiciário comete imprudências, nossos representantes e seus pares deixam os cidadãos de bem muito mais incomodados.

  48. E não é apenas isso. O doutor

    E não é apenas isso. O doutor Moro, do alto de sua luminar sapiência, acaba de dizer em palestra, com intensa repercussão em toda a mídia, o óbvio sobre a reforma política da Câmara: “Não se trata de uma verdadeira reforma política”. Pelo menos, a reforma política não coincide com aquela que ele julga “verdadeira”, o que já é de qualquer forma um alívio.

    http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/moro-diz-que-reforma-politica-proposta-nao-e-uma-verdadeira-reforma.ght

     

  49. Frutos do ensino

    Essa geração foi educada pelos filhos da ditadura. Ela ainda é mais letrada do que serão seus filhos após a “escola sem partido” do novo golpe.

    A educação é a chave do poder. A falta dela é a fechadura

  50. – O partido Nazista era de

    – O partido Nazista era de esquerda!

    – Sério? Então faça o seguinte teste: Vá em uma dessas manifestações nazistas, de skinheads, e chame-os de “esquerdistas”. No dia seguinte (se ainda estiver vivo), me conte como foi!

  51. Nassif, seu texto me remeteu

    Nassif, seu texto me remeteu à sentença de Nelson Rodrigues:

    .

    “Os idiotas vão tomar conta do mundo:

    não pela capacidade, mas pela

    quantidade. Eles são muitos.”

     

  52. Só um adendo: com gente burra

    Só um adendo: com gente burra não existe fim da linha. Eles são burros demais para conhecer o tamanho da própria burrice e JAMAIS se dão por vencidos.

  53. Tem gente que não acredita Nele .. mas eu

    acredito. Portanto, não tenho vergonha de pedir: Senhor faça alguma coisa por este país antes que eles dissolvam tudo!

  54. Há realmente uma perda global na cultura brasileira?

    Há vários artigos em jornais e blogs assim como vídeos no Youtube que reclamam de uma forma e outra da chamada perda de cultura da civilização brasileira, porém esquecem todos que só há perda de algo que existia anteriormente!

    Há uma confusão entre a cultura geral de um povo e a chamada cultura clássica cultivada por grupos sociais encastelados em pequenos núcleos mais privilegiados. Conhecer música erudita não é mais nem menos do que conhecer uma música europeia dos salões dos séculos anteriores ao século XX, ou seja, conhecer uma música que tinha um sentido que correspondia a cada desenvolvimento filosófico como, por exemplo, o romantismo.

    Os teóricos do saudosismo, ou da perda do que nunca existiu, enganam-se quando citam grandes autores nacionais e estrangeiros do passado imaginando que o conhecimento do trabalho destes era algo presente fora do que se chamava no passado a elite intelectual. Esquecem os teóricos do desastre intelectual dos dias atuais que esta intelectualidade no passado não era mais do que meia dúzia de consumidores vorazes de obras clássicas enquanto a maioria da plebe simplesmente nem sabia ler.

    Esquecem os teóricos do desastre cultural que a cultura é algo mais cumulativo em termos geracionais do que individual. Mino Carta escreveu em 2013 um artigo sobre a imbecilização do Brasil, ele citava no seu primeiro parágrafo de seu artigo nomes como Guimarães Rosa, Gilberto Freyre, Candido Portinari, Raymundo Faoro e outros, como se a atividade cultural recente não produzisse grandes nomes como osdo  passado, porém a resposta está exatamente na última palavra, passado. Só é possível identificar quem foi grande no passado quando sua obra se imortaliza no presente, e num processo de acumulação do conhecimento estes nomes do passado criam as novas gerações do presente.

    O mais importante na cultura não está na identificação precoce dos grandes nomes atuais, mas sim na capacidade da maior parte da população em conhecer tanto o passado como o presente e passado.

    Há quarenta ou cinquenta anos o Brasil era um país de iletrados, os mais cultos no meio da população em geral, liam no máximo as páginas de esporte e de “polícia” dos jornais de “massa”. Porém já chamar estes jornais de massa era uma farsa, pois somando todas estas publicações talvez a circulação destes estivessem na ordem de uma pequena percentagem da população brasileira, o resto da informação era obtida através do rádio e posteriormente da televisão.

    Na década de setenta conheci casas de pessoas com o segundo grau completo, que era uma grande proeza, em que não havia um único livro! Ou seja, estou falando de lares para a época relativamente cultos. Hoje em dia pelo menos as pessoas são alfabetizadas no mínimo leem algo na Internet.

    Nenhum historiador sério procurou levantar a falta de o grau de letramento literário nas classes populares, porque se confunde muito o chamado analfabetismo funcional com a falta do letramento literário. Esta falha é causada devido à falsa relação que se se subtende entre alguém que não é analfabeto funcional com uma pessoa com um determinado nível de letramento literário.

    Tenho observado de forma não científica, mas conclusiva, que tanto o vocabulário como a capacidade das classes populares em articular discursos mais longos e complexos, pode-se dizer que houve um salto qualitativo imenso em relação às gerações anteriores. As pessoas que simplesmente eram invisíveis e que apesar de serem inteligentes com uma boa estrutura de pensamento, por falta de vocabulário e ausência total de letramento literário, não conseguiam em poucas palavras manifestar o que pensavam eram a regra, hoje em dia eles falam, ainda com erros estruturais de quem não tem uma experiência em discurso público e com falácias incutidas por falta de estrutura lógica no discurso, mas eles falam!

    O ingresso da escrita no universo popular é algo extremamente recente, não que as pessoas não soubessem escrever uma lista de supermercado ou ler um comentário sobre o seu time de futebol preferido, porém sentar a uma mesa escrever duas ou três frases expressando algum pensamento seu era algo praticamente inexistente.

    O que temos nos dias atuais é uma exacerbação ou compulsão a dar opiniões, pouquíssimas pessoas foram treinadas para isto, nas boas escolas de segundo grau no primeiro mundo o treinamento em debates é intenso preparando os alunos para não cometerem falácias e não aceitarem as mesmas em  contraposição ao seu discurso. Mas o pior não ocorre nas classes mais populares, e o pior ocorre com aqueles “doutores” que foram treinados para se manifestarem sobre assuntos técnicos e profissionais específicos e não tem o mínimo lastro cultural para sair se suas tamancas.

    Nos dias de hoje todos os acostumados a lerem grandes autores ou mesmo bons jornalistas ficam horrorizados que profissionais com nível superior, com mestrado e doutorado que supostamente deveriam ter uma cultura geral bem mais ampla permitindo navegar por outras searas que não foram treinados formalmente, escrevam imensas besteiras tanto nos Twitters e Blogs da vida, ou seja, as mesmas opiniões imbecis que eram emitidas em reuniões sociais ficam perpetuadas pelas técnicas da escrita.

    O que falta no país não é conhecimento, mas sim capacidade de autocrítica de não se expor ao ridículo. Porém autocrítica é algo que nasce da crítica de outros, pois por mais que relermos o que escrevemos não achamos a partir de determinado ponto os erros que cometemos, e tanto a crítica como a autocrítica não é desenvolvida no nosso país.

    A maioria das pessoas reclama das formas com que as críticas são feitas no Brasil, constantemente se critica uma aparente cultura do ódio que supostamente foi implantada na última década, porém é fácil diagnosticar de onde vem as críticas a um debate mais áspero, a negativa de se discutir determinados assuntos no país. Um dos maiores exemplos desta negativa está na frase lapidar utilizada para terminar com discussões mais acaloradas: “Religião e política não se discute!”. Esta frase tem dois erros, primeiro a negativa de se discutir opiniões políticas e a segunda em se estabelecer ligação entre algo puramente axiomático com algo racionalidade, mostrando que não somos adeptos ao debate. Porém como quando se escreve algo na Internet, geralmente há possibilidades de contestação, as pessoas exercem este direito, e por falta de hábito ou é ultrapassado o limite do racional ou é interpretada qualquer crítica como agressão.

    Paciência senhores, e junto desta paciência devemos exercitar a capacidade de criticar de forma consistente e melhor posta o que lemos, lembrem-se que para criticar alguém a crítica deverá ser feita com uma racionalidade e com maiores referenciais técnicos do que do documento a ser contestado.

    Paciência sabendo que daqui a duas ou três gerações, ou seja, uns cinquenta ou sessenta anos o nosso nível cultural médio estará quase chegando ao nível que os europeus tinham no fim do século XX!

     

  55. Além do fisiologismo

    Além do fisiologismo corriqueiro na profissão há algo de realmente grave acontecendo no cursos de direito no Brasil

    A maioria das matérias dos cursos não envolvem outras áreas do conhecimento humano: economia, filosofia geral, história, sociologia e economia política, dentre outros, ficam em terceiros ou quartos planos nos estudos

    Isso explica a deficiência razoável na compreensão, por esse senhores, da realidade que os cerca, tornaram-se pessoas isoladas em seus próprios conceitos e afirmações e esquecem o caráter científico com que cada ato seu, como implementador da justiça no país, foi forjado ao longo dos séculos 

    E olha que existem mais bacharéis de direito no Brasil do que em qualquer outra parte do mundo, isso deveria ter nos tornado “top de Linha” na produção de defensores dos nossos direitos 

    Mas a qualidade não acompanhou a quantidade, infelizmente, deu no que deu….

     

    http://guiadoestudante.abril.com.br/universidades/brasil-tem-mais-cursos-de-direito-do-que-todos-os-outros-paises-do-mundo-juntos/

    https://brasil.elpais.com/brasil/2016/03/11/politica/1457653658_976504.html

    https://www.conversaafiada.com.br/brasil/justica-culpa-professores-por-massacre-contra-os-professores

     

  56. What’sApp da Tragédia.

    Recebi algumas fotos de algumas provas do Ensino Médio. Perguntas 1) A altura de um jogador de basquete é de 180cm. Qual a sua altura em metros? Resposta: “a minha é 1,72m.

    2) Como podemos provar que o ar existe?

    R)  Respirando.

    3) Maria preparou uma lâmina para analisar no microscópio. Depois de colocar a lâmina, não conseguiu ver nada. Quais podem ser os motivos disto?

    R) “Maria é cega”.

    4) O que são gases nobres?

    R) “são peidos dos reis.”

    5) Qual a função do coração?

    R) “sofrer”.

    6) Estabeleça uma relação entre Sócrates e a Filosofia.

    R) O estudante desenhou um homem e uma mulher de mãos dadas, vários corações entre eles e botou setas. No homem, Sócrates, na muljer, a Filosofia.

    7) Explique com suas palavras o que é um sujeito composto.

    R) João tem um pasto. João é um sujeito composto. (a professora escreveu a observação indignada: “E você é um sujeito sem nota (deu zero na questão).

    8) O que é Aquecimento Global?

    R) “É o conjunto de programações da Globo. Exemplo: Tela quente, Temperatura Máxima Caldeirão do Hulk, Esquenta, etc.”

    9) Qual é a região onde predomina a caatinga?

    R) “debaixo do braço”.

     

    10) Agora escreva ao lado de cada numeral o seu nome:

    a) 10 – Brunno                                                          f) 15 – Brunno

    b) 11 – Brunno                                                          g) 16 – Brunno

    c) 12 – Brunno                                                          h) 17 – Brunno

    d) 13 – Brunno                                                          i)  18 — Brunno

    e  14 – Brunno                                                          j) 19 – Brunno

     

    Observação: Não são questões da mesma prova. São respostas extraídas de provas de disciplinas diferentes. Suponho que sejam de alunos da escola pública. Numerei as questões para facilidade de intelecção. Nas fotos que recebi, elas têm os números da prova e as notas ao lado de cada resposta, zero, natural e infelizmente.

     

  57. + comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome