Apreensão de madeira ilegal não para nem no Natal

Forças Armadas apreendem embarcações que transportavam material de maneira ilegal no Pará durante a madrugada

Foto: Reprodução/Amazonia.org

Jornal GGN – As Forças Armadas apreenderam embarcações que transportavam madeira de forma ilegal durante a noite de Natal no Pará.

A iniciativa integra a Operação Verde Brasil 2 e foi realizada durante a madrugada do dia 24 para o dia 25. Na ocasião, militares da Marinha detiveram dois comboios na cidade paraense de Santarém, e cada um deles era formado por duas balses que transportavam toras de madeiras extraídas irregularmente.

Na cidade paraense de Itaituba, militares do Exército ocuparam uma madeireira com cerca de 42 mil metros cúbicos de material para que ele não fosse escoado.

No último dia 21, operação realizada pela Polícia Federal na divisa do Pará com o Amazonas acabou na maior apreensão de madeira extraída ilegalmente na história: ao todo, foram retidos 131,1 mil metros cúbicos de toras, ou um total de 43.700 toras, uma quantidade suficiente para a construção de 2.620 casas populares, ao longo dos rios Mamuru e Arapiuns, uma região de tamanho comparável a Sergipe – e os números são considerados conservadores pela PF. As informações são do jornal O Globo.

 

 

Leia Também
Bolsonaro anuncia veto à venda de terras a estrangeiros
2020: o ano em que Bolsonaro escancarou seu projeto de governo
Economista: desmatamento e agressividade ideológica cobrarão preço alto do Brasil

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora