Arcebispo de Curitiba sai em defesa de padre pró-Bolsonaro

Em entrevista, Dom José Antônio Peruzzo diz que intenção era apresentar um pleito legítimo, e não oferecer apoio em troca de verba pública

Dom José Antônio Peruzzo, arcebispo Metropolitano de Curitiba. Foto: Reprodução/Wikipedia

Jornal GGN – O arcebispo Metropolitano de Curitiba, dom José Antônio Peruzzo, contrariou a recomendação da CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil) e saiu em defesa da ala católica que pediu ao presidente Jair Bolsonaro para o aumento do alcance de rádios e TVs católicas, com a liberação de outorgas de radiodifusão.

Segundo informações do jornal O Estado de São Paulo, Peruzzo defendeu o padre Reginaldo Manzotti durante entrevista ao programa “Experiência de Deus”, veiculado na TV e nas rádios ligadas à associação Evangelizar É Preciso, liderada pelo padre-cantor (que é ligado ao arcebispo de Curitiba).

“O seu pedido (de Manzotti) foi para que houvesse mais atenção aos projetos católicos de radiodifusão, também televisão, mas dentro de um programa explícito e normal. Não houve apoio em troca de verbas, foi apresentar pleitos dentro de um quadro de legitimidade, colocada aos olhos do mundo”, disse o arcebispo.

O padre Manzotti, junto com outros representantes católicos, afirmou ao presidente Bolsonaro que os veículos de comunicação são uma “potência” e desejam “caminhar junto” ao governo, em um sinal de apoio – e chegou a se oferecer para apresentar uma proposta “positiva e isenta”, que poderia ser um contrapeso à exposição “negativa” do presidente.

Tal reunião gerou repercussão negativa entre os católicos, levando inclusive a CNBB a divulgar uma nota rechaçando os pedidos ao governo em troca da promessa de apoio com “mídia positiva” – o texto, divulgado por meio da Pastoral da Comunicação, considerou que houve “barganha” entre os religiosos com Bolsonaro.

 

Leia Também
“A Igreja Católica não faz barganhas”, afirma CNBB
TV católica se manifesta sobre pedido de verba a Bolsonaro
TVs católicas oferecem apoio a Bolsonaro em troca de publicidade
Católicos usam reunião com Bolsonaro para fazer lobby
A vida pregressa de Sergio Moro: saiba como ajudar o projeto do GGN

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora