Atrasar propositalmente o registro da vacina contra Covid é crime, diz Anvisa

"Primeiro que jamais vou poder cogitar isso. E, se eu tomar conhecimento, tomarei todas as medidas administrativas cabíveis", diz Antonio Barra Torres

Foto: Agência Senado

Jornal GGN – O presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres, disse em entrevista à Folha de S. Paulo que atrasar o registro de qualquer vacina contra o novo coronavírus seria um crime previsto no Código Penal. Ele tentou jogar panos quentes na preocupação de governadores, mas se negou a comentar as decisões políticas de Jair Bolsonaro contra a vacina desenvolvida pela chinesa Sinovac em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo.

Segundo Barras, atrasar a vacina de propósito “é um tipo penal e está previsto no Código Penal em algum lugar. Se temos pessoas morrendo, protocolos de vacina em andamento e se estamos concebendo a possibilidade de alguém daqui de dentro, intencionalmente, procrastinar, ou realizar qualquer impedimento a que um medicamento salve vidas… Primeiro que jamais vou poder cogitar isso. E, se eu tomar conhecimento, tomarei todas as medidas administrativas cabíveis, e tenho várias.”

Questionado sobre a politização da vacina por Bolsonaro, que mandou cancelar o protocolo de intenção de compra da Coronavac, Barra Torres apenas respondeu: “Não emito nenhuma opinião nessa questão de comentários políticos porque isso acaba somando a nós uma cor que a gente não tem. A agência reguladora não deve se envolver nisso sob pena de ter sua própria credibilidade maculada e questionada.”

Leia também:

“Nos manteremos fora da discussão política”, diz Anvisa sobre guerra da vacina

 

Anvisa dificulta importação de matéria-prima para produção de vacina chinesa no Brasil, diz Butantan

 

1 comentário

  1. Nassif: e dai se for crime? Vão “prender” Cavalão ou qualquer milico da CasernaAlvorada? Viu o da Saúde. Aquilo não foi lição de respeito à hierarquia (um TenenteCapitão mandando num Generaleco desdizer o que disse), mas de quem não demonstra um mínimo de dignidade pessoal, política ou social. Então, vamos parar de “sonhar” com tais fardados, que dão mostra de servis do Gringo dono do Quintal onde moramos, que se mijam todo (e batem continência) quando vêem a flâmula de listras horizontais vermelhas-&-brancas, com um quadrado azul, lotadinho de estrelas), pensando em Povo ou Pátria. Enquanto acuados pelo Mercado de GuéGue, este apoiado por Baionetas, BibliasAvivadas e PobresDeDireita, Pindorama pode esquecer esse sentimento de Pais ou Nação. Não passará de uma gleba no CondomínioLatinoamericano. Tão achando que o plano do Placebo tá tão “aperfeiçoado” que das 200 milhões de doses encomendadas (há quem diga que já foi “fechado” e pago 50%, sendo 20% desse pro caixa2) vão lançar 2/5 em doses verdadeiras. Os 3/5 restantes serão placebo e dispensa comentários para onde e em quem serão aplicados.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome