Bolsonaro dá três dias para Guedes reapresentar Renda Brasil

Para equipe econômica, sem cortes em outros programas o valor médio de benefício não será diferente do pago pelo Bolsa Família

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O presidente Jair Bolsonaro deu até a próxima sexta-feira (28/08) para que o ministro da Economia, Paulo Guedes, apresente uma reformulação do Renda Brasil, programa que o governo pretende usar como marca social no lugar do Bolsa Família.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, um novo encontro de Bolsonaro com ministros foi marcado para sexta-feira, embora ainda não tenha sido oficializado. O formato do programa apresentado na última terça-feira estabelecia a revisão ou extinção de outros benefícios sociais, o que foi rejeitado pelo presidente.

Para representantes da equipe econômica, existe a percepção de que o Renda Brasil acabará com alcance e valor não tão diferentes do Bolsa Família, que atualmente atende 14 milhões de famílias com o pagamento de R$ 190 em média.

Mais de 20 ações do governo estão na mira dos técnicos, que querem respeitar o chamado teto de gastos e revisar programas vistos como ineficientes, como o seguro-defeso (pago a pescadores artesanais no período de reprodução dos peixes, quando a pesca é proibida), a Farmácia Popular e o abono salarial, entre outros.

Dentro do governo, existe a percepção de que o custo político da proposta apresentada por Guedes é elevado demais para quem quer aumentar sua popularidade.

 

Leia Também
Bolsonaro segue sem responder questionamentos sobre depósitos
Barroso: Brasil reage com vigor às “ameaças retóricas” de Bolsonaro contra a democracia
Veto a manobra contábil deve gerar mais R$ 26 bi à educação
Investigação contra Wassef traz mais relações com família Bolsonaro

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora