Bolsonaro “perdeu a batalha da comunicação” e reforma da Previdência é alterada na Câmara

Líderes de bancadas assinaram documento em que se comprometem a vetar propostas na reforma que prejudicam trabalhadores rurais, mais pobres e deficientes (BPC)

Jornal GGN – O governo Bolsonaro “perdeu a batalha da comunicação” em torno da reforma da Previdência. Foi assim que, nesta terça (26), o deputado Elmar Nascimento (DEM) anunciou à imprensa a decisão de alterar a proposta enviada à Câmara para remover itens que prejudicam a aposentadoria rural e que atacam a população idosa e carente assistida pelo BCP (Benefício de Prestação Continuada), entre outros pontos.

A decisão foi tomada após reunião de líderes de bancadas que representam um total de ao menos 278 votos na Câmara. São partidos de centro e centro-direita que assinam um manifesto contra a perda de direitos dos mais pobres, que seriam afetados pela reforma da previdência de Bolsonaro.

Outro ponto anunciado pelos parlamentares foi a retirada dos gatilhos que permitiram, no futuro, que mudanças na previdência fossem feitos pelos governos sem necessidade de ter a aprovação de 2/3 do Congresso, como acontece com a PEC.

Nas contas da Folha, com os 278 dos deputados representados no manifesto e os votos dos partidos de oposição ao governo, Bolsonaro deve assistir à alteração da proposta original de reforma da previdência.

Segundo o jornal, “os líderes negam que o ato desta terça seja uma retaliação ao governo, mas, nos bastidores, reconhecem que é uma reação às divergências entre o presidente Jair Bolsonaro e o Congresso, especialmente diante das críticas ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).”

As bancadas de oposição – PDT, PT, PCdoB, PSB, PSOL e Rede – anunciaram nesta terça que votarão contra a Previdência de Bolsonaro. Juntas, essas siglas têm 133 votos. Esses partidos tentarão derrubar a proposta na CCJ.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie agora