CADE dá tiro de morte no modelo de comercialização da Globo

A Globo está sinceramente convencida do erro de ter ajudado na deposição do governo Dilma Rousseff. E não necessariamente pelos reflexos negativos na democracia brasileira.

Nesta quarta-feira, a Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Direito Econômico (CADE) instaurou inquérito administrativo para apurar indícios de conduta anticompetitivas do Grupo Globo de Comunicações, em contratos com agências de publicidade.

Trata-se do Bônus de Veiculação, pelo qual a Globo devolvia às agências parte das verbas publicitárias direcionadas aos seus veículos. Há décadas, era o principal instrumento de concentração de verbas publicitárias no grupo.

Segundo nota técnica do CADE, “nos chamados “planos de incentivo”, o veículo de comunicação pode estabelecer formas adicionais de remuneração às agências, como, por exemplo, a bonificação por volume. Neste caso, a bonificação pode ser considerada um programa de desconto, que inclui práticas como premiação por volume de investimentos feitos pela agência naquele veículo, estratégias de fidelização, imposição de volume mínimo de aquisição, entre outros”.

A constatação óbvia é a de que

“como a emissora concede a bonificação às agências decorre de exercício abusivo de posição dominante e induz à fidelidade contratual. Além disso, as cláusulas de bonificação estimulam a discriminação arbitrária entre os adquirentes de tempo/espaço publicitários e dificultam o funcionamento de empresas concorrentes, por incentivar as agências a concentrarem seus investimentos na emissora, como forma de obtenção da bonificação”.

Desde já, a Globo fica proibida de celebrar novos contratos de BV e de realizar qualquer adiantamento, em contratos vigentes ou futuros. A empresa fica sujeita a multas caso descumpra as obrigações.

Leia também:  Uma saída de mercado: a nacionalização da Ford em ressarcimento dos subsídios recebidos

Trata-se de um tema tabu, que governos do PT nunca ousaram enfrentar. Do ponto de vista do direito econômico, a medida é correta.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

8 comentários

  1. Torço pra briga. Quero mais é ver quem é o “comunista” nessa parada. Imagina só se o PT, PT, PT mexesse com isso.

    25
    1
  2. SE NO GGN TIVESSE UM BCV(BÔNUS POR COMENTÁRIO VEICULADO,TIPO UMA TX PAGA PRA COMENTAR)NASSIF ESTARIA RICO(PRA PAGAR OS PROCESSOS)E EU ESTARIA FALIDO !!
    OBS:MEU CERÉBRO TÁ DANDO UNS TREMELIQUES,ATÉ EU TENHO MEDO DE MIM !!!

  3. Será que é pra valer?
    Nesse momento não sei se comemoro ou começo a pedir proteção divina pela piora da desgraça a seguir: só conseguirá segurar centros de formação de opinião as religiões. Que sem mídia moderna, no passado já deram demonstração dos horrores do que são capazes com tanto poder nas mãos
    Miserere nobis!

    6
    1
    • A globo nunca foi midia moderna. Folha deixou de ser faz tempo. Estadinho “da escolha dificil” sempre foi porta voz do conservadorismo. A Record desde que passou pra universal e ajudou a eleger Bolsonaro se tornou a vanguarda do atraso. SBT é fisiologismo puro. Band uma colaboracionista. Por mim fecham todas, com sua programação horrível, seus programas policias que incentivam linchmentos, suas reportagens mentirosas contra a esquerda, suas passadas de pano na direita. Pra nascer o novo o velho tem que morrer mesmo, como morreu o Jornal do Brasil e com sorte logo morrera a Veja.

      10
  4. É para rir ou para chorar? Finalmente o CADE dá um tiro mortal num defunto? É mesmo a Pátria que virou vanguarda do Mundo depois de 1930 !!! Quanta agilidade?!! Nossas Elites Esquerdopatas querem ressuscitar Che Guevara e matar a Globo. E dizem não entender porque o Brasil está assim? E porque tomaram mais um vareio nas urnas? Alguém ainda liga para o que a Rede Globo veicula ou transmite? Pobre país rico. Talvez os fãs de Tarcísio Meira ou Chico Anísio. Mas de muito fácil explicação.

    1
    4

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome