Contas de Flávio Bolsonaro mostram sinais da rachadinha, diz jornalista

Realização de saques e depósitos sincronizados entre contas aumentam as suspeitas sobre envolvimento do senador no caso Queiroz

Foto: Reprodução

Jornal GGN – O cruzamento de informações entre as contas do ex-assessor Fabrício Queiroz e de Flávio Bolsonaro não só mostrou diversas operações em dinheiro vivo, como evidenciou uma cadeia de acontecimentos que reforçou a ligação entre os dois.

Em artigo publicado no jornal Folha de São Paulo, o jornalista Bruno Boghossian cita como exemplo o uso de dinheiro vivo pelo então deputado estadual para a compra de dois apartamentos, em 2012 – a suspeita ocorreu devido ao depósito efetuado pelo vendedor dos imóveis, no valor de R$ 638 mil em dinheiro vivo, em banco próximo ao cartório.

O jornalista também cita informações da revista Crusoé sobre os saques feitos por Queiroz e os depósitos efetuados em favor de Flávio: em setembro de 2016, o ex-assessor fez cinco retiradas num valor total de R$ 26 mil, e a mesma quantia foi creditada dias depois na conta do então deputado, em 14 parcelas.

Para Boghossian, os promotores aguardam decisões sobre os recursos em que o filho do presidente Jair Bolsonaro pede foro especial sobre o caso, mas tudo indica que o Ministério Público tem elementos suficientes para denunciar Flávio Bolsonaro e Queiroz.

 

Leia Também
Clã Bolsonaro deve influenciar na escolha do novo chefe do Ministério Público do Rio
Depósitos em loja de chocolates de Flávio fugiram de fiscalização
MPF colocará Flávio Bolsonaro e Paulo Marinho frente a frente em acareação
Flávio Bolsonaro omitiu R$ 350 mil em declarações de IR

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Movimentos negro e indígena são os mais organizados contra Bolsonaro, diz cineasta Val Gomes

2 comentários

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome