Coronavírus: senadores se preparam para barrar uso da cloroquina

Decreto legislativo precisa ser aprovado por senadores e deputados para que possa se sobressair à ordem do Palácio do Planalto

Foto: Reprodução

Jornal GGN – Os senadores começaram a fazer articulações para barrar as mudanças feitas pelo Ministério da Saúde no protocolo de uso da cloroquina – a pasta liberou a medicação para casos leves de Covid-19.

De acordo com informações do jornal Folha de São Paulo, encontra-se em análise um projeto de decreto legislativo, uma vez que o documento divulgado pelo Ministério foi feito depois de uma determinação do presidente Jair Bolsonaro. Para que se sobressaia à ordem presidencial, o decreto precisa ser aprovado pelo Senado e pela Câmara.

As mobilizações são conduzidas pelos senadores e ex-ministros da Saúde José Serra (PSDB-SP) e Humberto Costa (PT-PE), e contam com o apoio de líderes de diferentes partidos. Serra também é autor de um ​projeto que pede para sustar o protocolo de orientações por completo.

A decisão do Ministério da Saúde foi divulgada na última quarta-feira, e o projeto de decreto legislativo foi protocolado no dia seguinte no Senado. O protocolo adotado até então previa o uso da cloroquina por pacientes em estado grave e crítico, e com monitoramento em hospitais.

A recomendação ocorre após a publicação de diversos estudos científicos mostrarem que a cloroquina ou hidroxicloroquina não têm efeito contra a Covid-19, e também podem aumentar o risco cardíaco.

 

Leia Também
As razões da confusão na fila de recebimento do auxílio emergencial
Brasil no escuro das pesquisas nacionais
Damares deve apresentar ações de proteção a mulheres em meio a Covid-19
A vida pregressa de Moro: GGN investiga a trajetória do ex-juiz com ajuda de leitores

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Luiza Caires: Títulos apelativos distorcem informações sobre a pandemia

1 comentário

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome