Estudo da FGV destaca desconfiança em torno da política econômica do governo

Mais da metade dos empresários entrevistados mostra falta de confiança com a forma como a política econômica tem sido conduzida pelo governo

Foto: Reprodução

Jornal GGN – Mais da metade dos empresários brasileiros aponta incertezas para a economia brasileira, seja pela incerteza econômica como pela falta de confiança na política econômica do governo Jair Bolsonaro.

Os dados integram recente sondagem realizada pelo FGV Ibre (Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas): 52% das empresas brasileiras afirma que a falta de confiança na política econômica é um dos fatores mais importantes de influência negativa para o avanço do ambiente de negócios nos próximos meses.

O levantamento foi divulgado pelo jornal Folha de São Paulo, e ressalta que a falta de confiança dos empresários na política econômica do governo é o fator que mais afeta a retomada, sendo citada por 71% das empresas entrevistadas – enquanto a pandemia do coronavírus é citada por 65% dos empresários.

Outros fatores citados foram a falta de empenho em avançar com as reformas, a demora nas privatizações, os juros elevados e a desvalorização do real, que tem impacto direto nos custos de importação de insumos.

 

Leia Também
PNAD Covid: Desemprego bate recorde e atinge 14% em setembro
IPCA-15 sobe 0,94% em outubro, maior resultado desde 1995
IBGE: 382,5 mil empresas brasileiras fecharam as portas entre 2014 e 2018
EUA anuncia sobretaxa para importação de alumínio

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Argentina volta a discutir legalização do aborto

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome