Ministério Público apresentará ação criminal contra Vale por desastre em Brumadinho

Jornal GGN – A agência de notícias Reuters afirma nesta quarta (8) que o Ministério Público de Minas Gerais apresentará “nos próximos dias” uma denúncia criminal contra a mineradora Vale e seus executivos, por conta do desastre em Brumadinho.

Segundo a promotora de Justiça Andressa Lanchotti, a denúncia terá de 15 a 20 acusados, incluindo também trabalhadores ligados à empresa que atestou a estabilidade da barragem, a alemã TÜV SÜD.

Em setembro de 2019, a Polícia Federal indiciou sete funcionários da Vale e seis da TÜV SÜD pelo crime de falsidade ideológica. O primeiro inquérito do caso concluiu que as empresas falsificaram documentos para atestar a estabilidade da barragem. Na visão da PF, a alemã tinha interesse em agradar a Vale, para continuar ganhando contratos.

O rompimento da barragem de Brumadinho deixou 259 mortos e outras 11 pessoas que permanecem desaparecidas, de acordo com os últimos números da Defesa Civil.

A Vale afirmou à Reuters que o desastre “ocorreu de forma abrupta e sem sinais prévios aparentes, que pudessem ser detectados pelos instrumentos de monitoramento geotécnico usualmente empregados pela indústria da mineração mundial”.

Já a empresa alemã não quis comentar a notícia.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Vítima de criminalização, professor universitário do Pará é absolvido de acusação feita pela Vale

1 comentário

  1. Nooooooossa! O MP vai apresentar uma ação o contra a Vale , depois de 1 ano do crime? isso é que é celeridade e compromisso com a sociedade.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome