Polícia Federal vai investigar vazamento sobre Queiroz durante eleição

"Foi determinada, na data de hoje, a instauração de novo procedimento específico para a apuração dos fatos apontados", diz a PF

Flávio Bolsonaro e seu ex-assessor Fabrício Queiroz, investigados por movimentações financeiras atípicas. Foto: Reprodução.

Jornal GGN – A Polícia Federal emitiu uma nota à imprensa na noite de domingo (17) afirmando que vai apurar a notícia de que houve vazamento de informação sigilosa para favorecer os Bolsonaro durante a eleição presidente de 2018.

Segundo reportagem da Folha, um delegado da PF do Rio entrou em contato com Flávio Bolsonaro para lhe informar que a Operação Furna da Onça seria deflagrada logo após a eleição presidencial. Ele recomendou que, antes disso, Flávio exonerasse de seu gabinete Fabrício Queiroz e nomes ligados ao líder do esquema da rachadinha.

O GGN já havia antecipado nessa matéria aqui que as movimentações suspeitas de Queiroz e o elo entre o gabinete de Flávio e o miliciano Adriano Nóbrega – suspeito de participar da execução de Marielle Franco – já era de conhecimento das autoridades do Rio desde janeiro de 2018.

Abaixo, a nota completa da PF:

“A Polícia Federal esclarece, em relação à matéria ‘PF antecipou a Flávio Bolsonaro que Queiroz seria alvo de operação’, na edição on line da Folha de SP, na data de ontem (16/5), o que segue:

A Polícia Federal se notabilizou por sua atuação firme, isenta e imparcial no combate à criminalidade, dentro de suas atribuições legais e constitucionais.

A matéria jornalística em questão aponta a eventual atuação em fatos irregulares, de pessoa alegadamente identificada como policial federal, no bojo da denominada operação ‘Furna da Onça’.

A referida operação policial foi deflagrada no Rio de Janeiro em 08/11/2018, tendo os respectivos mandados judiciais sido expedidos pelo Tribunal Regional Federal da 2° Região, por representação do Ministério Público Federal, em 31/10/2018, portanto, poucos dias úteis antes da sua deflagração.

Esclarece-se, ainda, que notícia anterior, sobre suposto vazamento de informações na operação ‘Furna da Onça’, foi regularmente investigada pela PF através do Inquérito Policial n° 01/2019, que encontra-se relatado.

Todas as notícias de eventual desvio de conduta devem ser apuradas e, nesse sentido, foi determinada, na data de hoje, a instauração de novo procedimento específico para a apuração dos fatos apontados.”

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Leia também:  Documentos revelam vaivém no gabinete de Jair Bolsonaro na Câmara

3 comentários

  1. PF com essa nova patronagem vai investigar os atuais federecas que vazaram informaçoes para o zero- um e que comandam??? Qua – qha- qua… !
    So quando o sargento garcia pegar o zorro e o boi vire carnivoro cortando seus propios quartos para churrasquear maminhas e alcatras…

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome