Por que a RedeTV! abriu mão de exibir entrevista de Kennedy Alencar com Lula

Segundo Joaquim de Carvalho, RedeTV! entrou na entrevista de Lula como contratada pela produtora de Kennedy Alencar para ajudar na produção de uma série documental - "Brasil em Transe" - para a BBC. A emissora estrangeira quis exclusividade no material com Lula

Por Joaquim de Carvalho

No Diário do Centro do Mundo

A decisão da RedeTV! de não exibir nenhum trecho da entrevista que Lula deu ao jornalista Kennedy Alencar repercutiu muito nas redes, com críticas pesadas à emissora. Autocensura, antijornalismo, mordaça em Lula, cúmplice do golpe, são algumas das expressões usadas por internautas. Mas a atitude da emissora deve ter agradado pelo menos um telespectador, Jair Bolsonaro, que já havia desqualificado a entrevista de Lula concedida na semana passada à Folha de S.Paulo e ao El País.

“É um equivoco, um erro da Justiça ter dado a Lula o direito de dar uma entrevista. Presidiário tem que cumprir sua pena”, disse, depois de ser apresentado por Lula como comandante de um “bando de malucos”, expressão que repercutiu no mundo todo. O âncora do RedeTV! News, Boris Casoy, também criticou o ex-presidente. “Lula usou a entrevista como palanque, especialmente para atacar adversários”, comentou ele.

Portanto, deixar de exibir a entrevista pode ter sido um bom negócio para os proprietários da RedeTV!. Bolsonaro, com certeza, não vai achar que a emissora foi na contramão do jornalismo. Além disso, a RedeTV! tem argumentos para justificar por que abriu mão de exibir pelo menos parte da entrevista.

Desde o ano passado, a RedeTV! tem um acordo com a BBC para prestar serviços como produtora para a série de documentários Brasil em Transe, que tem Kennedy Alencar como produtor executivo e repórter.

A série previu uma entrevista com Lula, mas, quando foi solicitada pela RedeTV!, antes da eleição de Bolsonaro, a ideia era compartilhar o conteúdo.

Leia também:  "Miga, eu te avisei que ele só queria te comer...", por Letícia Sallorenzo

Continue lendo aqui.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

10 comentários

  1. Boris Casoy, disse “Lula usou a entrevista como palanque, especialmente para atacar adversários” ah meu Deus o que ele queria? Lula é um político com enorme influencia a décadas, se a REDETV é tão anti-lula assim só resta boicotar simples assim, injustiça não.

  2. Se vivemos a era do instantâneo, qual o sentido dessa administração política do tempo, da informação? Parece mais grave do que parece. O retardamento do tempo conspira contra a lógica atual da informação e suas tecnologias.

  3. O âncora do RedeTV! News, Boris Casoy, também criticou o ex-presidente. “Lula usou a entrevista como palanque, especialmente para atacar adversários”, comentou ele.

    No STF tem um bando de anciãos acovardados, ou comprados, que não tem vergonha de demonstrar publicamente que se renderam a pressões (logo têm rabos presos a esconder) ou se venderam de formas e por motivos diversos. E na mídia tem velhos safados e sem vergonha também, como Alexandre Garcia e esse Boris Casoy que, ao que se saiba, não estão passando por dificuldades que poderiam atenuar a sua desprezível postura.
    Ora, o Lula é um preso político que, aos 73 anos, está fazendo o discurso coerente com a luta política que abraçou há mais de quarenta anos. Mas quando esteve no Palácio do Planalto, onde chegou por meio de eleições legítimas, fiscalizadas e observadas com LUPA, se ocupou de governar e transformar o país em uma referência mundial reconhecida e admirada até hoje.
    Já o Bozó chegou ao Governo Federal surfando numa onda de propagandas criminosas, produzidas com a participação do Casoy, se elegeu por meio de processo eleitoral fraudado, com o apoio de um “grande acordo nacional”, que reuniu tudo que não presta nesse país, “com STF, com tudo”, e está já há quatro meses morando no Palácio do Planalto, contando piadas nas redes, pregando mensagens de ódio e envergonhando diariamente o Brasil e o povo brasileiro.

    • Se todas as maravilhas que falam do Lula fossem verdade, ele nunca seria condenado em tres instâncias, a Odebretch seria a empresa mais honesta do mundo, e os fanáticos jamais acreditariam na mentirada que oPt e o demagogo vivem inventando.

  4. Mídia que não exerce a sua independência deixa margem para ser vista como capacho, serviçal e dependente das tetas governamental.

  5. O Lula foi condenado não pelo que fez de bom no seu Governo, mas pela corrupção que, ao invés de combater (a do FHC) Implantou em seus mandatos.

  6. O grande risco é o da edição da entrevista. Todos sabemos que com uma edição podemos transformar um herói em vilão facilmente. Espero que a canalhice não venha mais uma vez a manipular a opinião pública contra o melhor presidente que este país já teve!

  7. Lula e o PT são perseguidos não pelos seus defeitos, mas pelas suas qualidades. Nunca antes nenhum partido se opôs contra as oligarquias que escravizam o povo deste país como o PT ousou fazer. E, é exatamente por isso, que o perseguem.

Deixe uma mensagem

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome