Bolsonaro aciona PGR contra Moraes, após STF rejeitar queixa-crime

Grupo de Bolsonaro já estuda denunciar o STF na Corte Interamericana de Direitos Humanos, emulando a ação da defesa de Lula no exterior

Jair Bolsonaro rindo
Foto: Isac Nóbrega/PR

O governo Bolsonaro decidiu acionar a Procuradoria-Geral da República contra o ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes. A decisão foi divulgada na tarde desta quarta (18), após o ministro Dias Toffoli recusar a queixa-crime apresentada ontem por Bolsonaro contra Moraes, por abuso de autoridades.

Segundo apuração da jornalista Daniela Lima, da CNN Brasil, o grupo de Bolsonaro sabe que a ação pode não prosperar e já estuda denunciar Moraes numa corte estrangeira. A Corte Interamericana de Direitos Humanos seria a primeira opção.

Para a apresentadora, o bolsonarismo tentará emular o que a defesa de Lula fez no Comitê de Direitos Humanos da ONU, onde o Estado brasileiro foi denunciado por não oferecer a Lula um julgamento justo e imparcial na Lava Jato.

Leia também:

1 – Toffoli barra processo de Bolsonaro contra Alexandre de Moraes

2 – Em gesto eleitoral, Bolsonaro tenta processar Alexandre de Moraes

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador