Bolsonaro deve decretar “calamidade” para aumentar Auxílio Brasil, visando eleições

Ação pretende desfazer cenário desfavorável em relação à reeleição de Bolsonaro, impulsionado pela prisão de Milton Ribeiro

Foto: Isac Nóbrega/PR

O núcleo da campanha eleitoral de Jair Bolsonaro quer aumentar R$ 200 no valor do Auxílio Brasil, passando de R$ 400 para R$ 600, a fim de mudar o cenário desfavorável acerca do mandatário. Fora dos planos iniciais do Orçamento de seu governo, a medida, contudo, exigiria decretar estado de calamidade pública nacional, em caráter urgente.

Com o mecanismo, o governo federal teria créditos extraordinários, fora do teto de gastos, para alavancar a campanha à reeleição do líder do Executivo. 

De acordo com informações do Uol, a prisão do ex-ministro da educação Milton Ribeiro atingiu ainda mais as chances de Bolsonaro à reeleição, com pleito previsto para outubro. 

“Democracia é coisa frágil. Defendê-la requer um jornalismo corajoso e contundente. Junte-se a nós: www.catarse.me/jornalggn

Agora, as orientações são para Bolsonaro se distanciar de Ribeiro e decretar o estado de calamidade em caráter urgente, para aumentar o Auxilio Brasil, criar subsídios para os combustíveis e outros benefícios a fim de alcançar apelo popular. 

A tática de decretar calamidade para, assim, usar recursos adicionais em investimentos sociais já foi usada pelo governo, este ano, de forma regional. Nos estados que decretaram calamidade pública, em decorrência das chuvas, a população pode solicitar a antecipação de uma parcela do Benefício de Prestação Continuada (BPC), o valor é de um salário mínimo (R$ 1.212).

Apesar da estratégia, o ex-presidente Lula (PT) acumula a maioria das intenções de voto dos brasileiros para assumir o Executivo em 2023. 

Leia também:

Ala do governo quer decreto de calamidade para alavancar campanha de Bolsonaro

Jornal GGN produzirá documentário sobre esquemas da ultradireita mundial e ameaça eleitoral. Saiba como apoiar

Jornal GGN abre inscrições para curso sobre Desinformação, Letramento Midiático e Democracia

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador