Evangélicos caçam senadores que rejeitaram indicação de Mendonça

Apoiadores do novo ministro do STF contabilizam sete parlamentares que não cumpriram com acordos; novo ministro foi escolhido com 47 votos

André Mendonça, novo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

Jornal GGN – Líderes evangélicos querem retaliar politicamente os parlamentares que rejeitaram a indicação do ex-AGU André Mendonça para o Supremo Tribunal Federal (STF).

Segundo a coluna Painel, do jornal Folha de São Paulo, apoiadores de Mendonça contabilizam, sete parlamentares que não cumpriram com o prometeram e acabaram por rejeitar o nome do indicado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Com esse mapeamento, os evangélicos querem formar uma força-tarefa capaz de votar contra aqueles parlamentares que consideram “traidores” nas eleições de 2022.

Um dos citados por deputados aliados de Mendonça é o senador Davi Alcolumbre (DEM), que trabalhou nos bastidores para derrotar o nome indicado por Bolsonaro.

O nome do ex-AGU foi aprovado pelo Senado Federal por 47 votos, a menor quantidade de votos dentre todos os atuais integrantes do Supremo Tribunal Federal.

Leia Também

Contradizendo sabatina, Mendonça disfarça garantismo e deve levar bandeiras evangélicas ao STF

Por que o desconforto com um ministro evangélico num país em que a religião sempre foi heterodoxa?, por Rogério Maestri

A terrível indicação de André Mendonça, por Marcelo de Mattos

0 Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

AMBAR

- 2021-12-12 20:41:37

Crente ora pra jesus castigar o incrédulo mas acha que é o macumbeiro que faz o mal. Crente se regozija com a infelicidade alheia, especialmente se foi ele quem causou. Esses "traidores" que se cuidem, porque a igreja neopentec vai "orar por eles"

Nêmesis

- 2021-12-12 20:28:09

Esses sete senadores foram tratar com os bichos ruins. E votaram contra o escolhido desses. Agora, a vingança será malígna.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Apoie e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Seja um apoiador